Rio quer sediar Copa das Confederações

Governador entrega carta a representante da Fifa endereçada a Joseph Blatter

Depois de um almoço com representantes da Fifa que estão no Brasil para analisar a candidatura do país a sede da Copa de 2014, o Governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, revelou que deseja que a Cidade Maravilhosa receba a Copa das Confederações de 2013, torneio que precede o Mundial e que, em 2005, foi realizado na Alemanha e que, em 2009, acontecerá na África do Sul.

O chefe da comitiva da Fifa, Hugo Salcedo, recebeu das mãos de Cabral uma carta destinada a Joseph Blatter, presidente da Organização, na qual o político também se prontifica a receber o sorteio dos grupos da Copa de 2014 no Rio de Janeiro, caso o Brasil seja escolhido como o país-sede da competição. O estado se compromete com a total colaboração com todo tipo de recursos e infra-estrutura. 

Além disso, Cabral colocou o Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador do Estado, a disposição de Joseph Blatter e seus assessores para que, no local, ele monte seu escritório durante a Copa do Mundo.

- Estou muito otimista para que o Brasil seja escolhido pela Fifa como sede da Copa de 2014 e com isso acontecendo que o Rio de Janeiro tenha papel de destaque na competição – diz Sérgio Cabral, que entregou a chave da cidade, que tem uma imagem do Maracanã, a Hugo Salcedo.

Roteiro da comitiva 

Os cinco representantes da Fifa se reúnem com dirigentes da CBF ainda nesta quinta-feira em um hotel da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Lá, eles vão assistir ao vídeo de 11 minutos preparado para a candidatura do país. Já na sexta-feira, no mesmo hotel, a comitiva recebe membros representantes das cidades de Fortaleza, Olinda, Recife, Salvador, Maceió e Natal que vão fazer a apresentação de suas candidaturas. No sábado é a vez de Cuiabá, Campo Grande, Goiânia, Florianópolis e Curitiba. E no domingo Manaus, Belém e Rio Branco. Ainda no domingo a comitiva da Fifa vai ao Estádio do Maracanã assistir ao jogo entre Flamengo e Goiás. Após o jogo começa a segunda etapa da inspeção. Os integrantes da comissão embarcam para Brasília. Na segunda-feira fazem a vistoria na cidade e em seguida encontram-se com o governador José Roberto Arruda. Depois do encontro embarcam para Belo Horizonte.

Na terça-feira, eles visitam a capital mineira e se encontram com o governador Aécio Neves e o prefeito Fernando Damata Pimentel. No mesmo dia embarcam para São Paulo. Na capital paulista a comissão faz, na quarta-feira, a vistoria e em seguida encontra-se com o governador José Serra e o prefeito Gilberto Kassab. Na quinta-feira, é a vez de visitar Porto Alegre e o encontro com a governadora Yeda Crusius e o prefeito José Fogaça. Na Sexta-feira, já de volta ao Rio de Janeiro, será feita a vistoria na cidade e o encontro com o governador Sergio Cabral e o prefeito César Maia. No dia 1 de setembro será realizada uma coletiva de imprensa com os membros da comissão da Fifa.

A entidade decide no dia 30 de outubro, em Zurique, na Suíça, se o Brasil será ou não sede da Copa do Mundo de 2014. Se o país for confirmado, a decisão sobre as cidades candidatas escolhidas será feita até o dia 31 de outubro de 2008.

Fonte: Globo Esporte
A+ A-