Meia Maratona do Sol ganha ruas de Natal neste sábado

Semana que antecede a corrida é marcada pela entrega do kit do atleta.

Da redação,
Divulgação
Meia Maratona do Sol terá 10% de sua rota modificada para tornar a corrida ainda mais agradável aos oito mil corredores.

A 5ª edição da Meia Maratona do Sol acontecerá neste sábado (15), reunindo mais de 7 mil atletas, a largada ocorre pontualmente às 16h, no pátio externo da Arena das Dunas, em Natal, para as distâncias de 21km, 10km e 5km. A entrega dos kits teve início nesta quarta-feira (12) e segue até a sexta-feira (14), das 10 às 22h, no 3º piso do Midway Mall. Pensando nos maraturistas, atletas que viajam o país para participar de corridas de rua, a entrega do kit do atleta será estendida até o sábado (16), das 10h às 12h. 

O kit é composto por número de peito, camiseta em tecido tecnológico, chip de cronometragem eletrônica e regulamento da prova. No momento da retirada do kit, o responsável deverá conferir os dados, número de peito e chip. “Vale lembrar que o atleta que não retirar o material no dia e horário estipulado fica impedido de participar da corrida, uma vez que os itens são obrigatórios desde a largada”, explica Gabriel Negreiros, um dos organizadores. 

Associada a temáticas como saúde, bem estar e qualidade de vida, além de incentivar a prática de esporte, a prova desperta nos corredores a solidariedade. Na entrega do kit do atleta, os corredores poderão doar um quilo de alimento não perecível. Todos os mantimentos arrecadados serão destinados ao Armazém da Caridade, entidade filantrópica sem fins lucrativos do Rio Grande do Norte, que presta um serviço social ao Estado há décadas. A meta da organização neste ano é contribuir com mais de sete toneladas de alimento. 

Percurso

Nesta edição, a prova é repleta de novidades que não poderiam faltar no percurso, que teve 10% de sua rota modificada para tornar a corrida ainda mais agradável aos oito mil corredores. Mesmo sabendo que encontrar um trecho absolutamente plano em Natal é uma tarefa muito difícil, a organização investiu todos os esforços em minimizar as dificuldades do percurso, que terão trajetos de 21km, 10km e 5km.

No começo da prova, os atletas não sentirão diferenças do novo caminho, ao partirem da Arena, chegarem à marginal da BR-101 e acessarem o túnel em direção à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “O percurso todo de ida acontece contra o vento. O atleta sai da Arena das Dunas em direção à Via Costeira encarando a famosa brisa natalense de frente”, comenta Gabriel Negreiros. 

A prova segue pelo anel viário do Campus até a Rua Solon Miranda, liga a UFRN a Engenheiro Roberto Freire, margeando a cerca do Parque das Dunas. Deste ponto, a atleta seguirá pela Avenida Engenheiro Roberto Freire até a Via Costeira. “Já que aumentamos o percurso da reta final da prova, diminuímos o retorno na praia. Nós corríamos boa parte da via, mas agora, logo após o hotes Sehrs, cerca de 1,5Km, o corredor já retorna”, explica Nivaldo Pereira, um dos organizadores. 

“As ladeiras em Natal são inevitáveis e aumentamos ainda mais uma na prova deste ano que é a subida do viaduto do Quarto Centenário”, explica Nivaldo Pereira. A organização também relembrou que os corredores sempre seguem no sentido normal das vias. “Antes nós usávamos a via também na contramão do fluxo de veículos”, explicou.

De acordo com Nivaldo, um dos trechos mais complicados para os competidores é o local de retorno na Via Costeira. “É um trecho bem difícil aquele da saída da Via Costeira retornando a Engenheiro Roberto Freire, pois temos uma ladeira íngreme e com cerca de 200m de distância a ser percorrida. No entanto, depois o atleta tem um pouco de calma porque já está voltando a favor do vento, em um local que é a parte mais plana da prova. Na sequência, o atleta volta à UFRN, acessa a marginal da BR-101 no sentido normal e chega ao viaduto do Quarto Centenário”, explica. 

Após o viaduto, outra novidade. O atleta passa em frente ao Sebrae/RN, entra à direita na Romualdo Galvão e retorna passando pelo túnel que liga a Romualdo à BR-101 já no sentido Parnamirim. Contorna a Arena das Dunas e segue rumo à chegada, no bairro de Lagoa Nova.

Trânsito

A corrida provocará alterações mínimas no trânsito em toda a área que compreende o trajeto da prova, sob o monitoramento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), Comando da Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) e Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os agentes vão supervisionar toda a extensão das três opções de percursos e, também, os locais onde serão necessários bloqueios viários para o deslocamento seguro dos competidores, condutores de veículos e os pedestres.

O ordenamento no trânsito começa a partir das 13h. As principais alterações acontecem nas Avenidas Romualdo Galvão e Engenheiro Roberto Freire. No caso da Romualdo, o tráfego no túnel será suspenso durante toda a prova. Já nas vias da Roberto Freire, apenas uma das faixas segue livre. Uma será bloqueada para passagem dos corredores durante a prova, com acréscimo de via de mão dupla. A previsão é de que as vias sejam liberadas após 19h30.

Trechos interditados e monitorados pela STTU, CPRE e PRF

Marginal da BR 101 sentido Natal Shopping;

Marginal da BR entre o Via Direta e o viaduto do Quarto Centenário;

UFRN, desde o acesso ao túnel de Candelária até a Rua Solon de Miranda Galvão;

Avenida Engenheiro Roberto Freire, lado do calçadão;

Via Costeira, lado das dunas;

Avenida Romualdo Galvão, entre a Lima e Silva e a Miguel Castro;

Túnel da Romualdo.

Tags: Esporte Meia Maratona do Sol
A+ A-