Governo suspende aulas nas escolas públicas e privadas por causa do coronavírus

Suspensão passa a valer a partir desta quarta-feira, com prazo de 15 dias. Prefeitura do Natal também adota medida.

Da redação, Governo do Estado,
Reprodução/Twitter
Governadora Fátima Bezerra publicou um vídeo anunciando a suspensão das aulas na rede pública e privada do Estado.

SELO-CORONA-100As aulas das redes pública e privada de ensino do Rio Grande do Norte foram suspensas por tempo indeterminado, conforme informou o Governo do Rio Grande do Norte. A medida visa evitar contágio do novo coronavírus, o Covid-19 e foi tomada nesta terça-feira (17) e valem a partir da quarta-feira (18), segundo a governadora Fátima Bezerra (PT).

A chefe do Executivo publicou um vídeo nas redes sociais anunciando a suspensão das aulas e informou que a paralisação das atividades deve durar 15 dias.

Na rede municipal de ensino de Natal, o prefeito Álvaro Dias determinou a suspensão da aulas também a partir desta quarta-feira (18) por um período de 15 dias. Caso seja necessário, a Prefeitura do Natal fará a ampliação da suspensão.

UFRN e IFRN também suspendem aulas

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), anunciou na manhã desta terça-feira (17), a suspensão de aulas presenciais por tempo indeterminado por causa do coronavírus. A decisão foi tomada pelo reitor José Daniel Diniz Melo após o comitê Covid-19, da Universidade, recomendar a suspensão das aulas.

Dessa forma, o reitor acatou a orientação da comissão de especialista e as aulas de graduação e pós-graduação ficam suspensas por tempo indeterminado. Seguindo a avaliação constante da situação nacional e internacional dos casos do novo coronavírus, a decisão do Comitê Covid-19 da UFRN levou em consideração a necessidade de maximizar as medidas preventivas, para reduzir a contaminação, e a grande preocupação que assola a comunidade universitária, inviabilizando as atividades.

Já o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) suspende a partir das 12h desta terça-feira (17) as atividades acadêmicas presenciais da Instituição por tempo indeterminado. A decisão foi tomada pelo Colégio de Dirigentes (Codir) do Instituto, após nova atualização do cenário epidemiológico no estado, feita pelo Comitê de Enfrentamento ao COVID-19. O encaminhamento também leva em consideração o estado de alerta causado pela pandemia de coronavírus, declarado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no dia 11 de março.

As atividades administrativas seguirão até o final do expediente desta terça-feira (17) para que estratégias de organização para continuidade do trabalho, ainda que de forma remota, possam ser traçadas. Novas orientações quanto à manutenção dos serviços essenciais serão repassadas à comunidade acadêmica na próxima quinta-feira (19).​

Novo boletim

No novo boletim epidemiológico do Covid-19, com informações contabilizadas até às 20h do dia 16 de março, o RN possui 58 casos notificados para o novo coronavírus. Destes, 24 casos já foram descartados e os 33 casos suspeitos ainda aguardam resultados dos exames laboratoriais. A concentração de casos suspeitos é no município de Natal, na faixa etária de 30 a 39 anos.

Os pacientes seguem com estado geral bom, em isolamento domiciliar ou hospitalar, sendo esta medida a recomendada para casos sem complicações clínicas, conforme Protocolo Clínico Estadual e Nacional.

Tags: Coronavírus Educação
A+ A-