Feira do Milho: vendas ultrapassam 500 mil milheiros na Central da Agricultura Familiar

Vendas devem crescer 80% em relação ao ano passado, devido ao aumento na produção com as chuvas em 2019.

Da redação, Sedraf,
Rafael Araújo/Nominuto
Feira reúne comerciantes de Macaíba, Ceará Mirim, Pedro Velho, Assu, Ipanguaçu, Touros, Carnaubais, São José de Mipibu e Nísia Floresta.

SELO1-SAO-JOAO1A Feira do Milho, montada na área externa da Central de Comercialização da Agricultura Familiar, já ultrapassou 500 mil milheiros vendidos. No local foram armadas 12 tendas para a venda de milho e comidas típicas.
 
As vendas acontecem desde o dia 27 de maio, reunindo comerciantes de Macaíba, Ceará Mirim, Pedro Velho, Assu, Ipanguaçu, Touros, Carnaubais, São José de Mipibu e Nísia Floresta.
 
A previsão é que este ano as vendas aumentem 80% em relação ao ano passado, devido ao crescimento na produção com as chuvas em 2019. A feira está montada na entrada do estacionamento da Cecafes, de 6h às 20h, podendo o horário ser estendido até às 22h, dependendo do comerciante. O preço da mão de milho (50 espigas) varia de R$ 23 a R$ 25. Como diferencial, algumas barracas este ano estão aceitando pagamento em cartão de crédito.
 
Todos os comerciantes ficarão disponíveis na “Feira do Milho” até o dia 01 de julho, mas dependendo do movimento alguns deverão estender suas vendas até o dia 15 de julho.
 
A Cecafes está localizada na esquina das avenidas Jaguarari e Capitão Mor Gouveia, vizinho à Ceasa, no bairro Lagoa Nova. A estrutura comercial é vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf).

Tags: Economia Feira do Milho
A+ A-