Expofruit deve movimentar 12 milhões de dólares

A Feira deve contar com a participação de 22 países em rodadas de negócios.

Karla Larissa,
Divulgação
Na feira deverão ser negociadas as vendas da próxima safra.
Os exportadores de frutas do Estado estão nos últimos preparativos para a Feira Internacional de Fruticultura Tropical Irrigada - Expofruit 2007, que será aberta na próxima quinta-feira (4). O evento, que será realizado no campus da Ufersa, irá reunir 320 expositores e compradores de 22 países. A expectativa é que sejam movimentados 12 milhões de dólares, em rodadas de negócios.

Presidente do Comitê Executivo de Fitossanidade (Coex), Segundo de Paula, afirma que a Expofuit, que é realizada desde 1992, é uma vitrine para os exportadores do RN apresentarem seus produtos ao Brasil e ao mundo. “Cada vez mais, a feira está atraindo compradores internacionais e, com isso, aumentando o leque de distribuição de nossa fruta”, avalia.

Entre os países representados deverão estar França, Itália, Alemanha, Espanha, Holanda, República Tcheca, Bélgica e Noruega, que de acordo com Segundo, deverão negociar as vendas para a próxima safra e o excedente da atual. “A gente vende para depois plantar”, explica.

O volume de negociações em 12 milhões de dólares não deve refletir um crescimento, na visão de Segundo de Paula, em função da baixa do dólar, que tem prejudicado as exportações. No entanto, deverá manter o montante da última edição. “Ainda assim é positivo”, garante.

Inovação

A novidade desta edição é a apresentação da tecnologia PAIS - Produção Agroecológica Integrada Sustentável - uma tecnologia social voltada para agricultura familiar que, ainda mais preocupada com o meio ambiente e a saúde, associa mecanismos que tem como objetivo a implementação da agricultura sustentável integrada. Os produtos colhidos na horta da Expofruit 2007 serão doados ao Abrigo Amantino Câmara.
A+ A-