Economia favorável ao mercado imobiliário aponta boas perspectivas nos próximos meses

Ramo de venda e locação de imóveis tem crescido e apresenta novidades ao cliente potiguar.

Da redação,
Divulgação
Para o empresário Ricardo Abreu, o mercado imobiliário tem apresentado boas expectativas para investimentos.

As mudanças na economia do país refletem nos mais variados mercados brasileiros, entre eles, o imobiliário, que sente bastante as alterações e a instabilidade e precisa se adaptar. O ramo de imóveis se trata de um setor de bens de maior valor: dificilmente saem da intenção de compra e investimento dos brasileiros, já que muitos sonham com a casa própria ou investem em aluguel de imóveis.

Um dos pontos que melhor representam os fatores econômicos influenciáveis no mercado imobiliário é a inflação, ou seja, o aumento generalizado de preços de produtos. Recentemente um relatório do Banco Central registrou um percentual de 3,54% no índice previsto para os próximos 12 meses e isso indica um crescimento do poder de compra, bastante favorável para os investimentos em imóveis. A taxa Selic - média de juros - também sofreu uma queda e atualmente se encontra nos 5% ao ano, fazendo com que seja um período interessante para investimentos a longo prazo.

Em momentos de crise, as empresas se reinventam e tentam oferecer o melhor para os clientes. Com o poder de compra retornando aos poucos, organizações como a Abreu Imóveis, referência no ramo potiguar há 46 anos, só tendem a se expandir ainda mais no mercado. A imobiliária lançou recentemente uma nova modalidade de antecipação de aluguel, novidade que permite ao locador receber o valor total de 3 a 12 meses de aluguel.

Em sua história, a Abreu vendeu mais de 20 mil lotes urbanos, e só nos últimos 10 anos vendeu mais de 15 mil imóveis residenciais e comerciais, sendo parceira das maiores construtoras do país e de importantes lançamentos imobiliários no Estado. Para o empresário Ricardo Abreu, o mercado tem apresentado boas expectativas para investimentos. "Tanto para o final de ano, quanto para 2020 a expectativa tem sido muito boa, existe muita procura por imóveis prontos e pela locação de imóveis, tendo esta última potencial para ser um grande ativo de investimento para quem tem economias e quer ter rentabilidade com locação, já que a taxa de juros também deve cair", explica o empresário.

Por outro lado, este é o momento para os que querem comprar imóveis prontos, de acordo com Ricardo Abreu. Em 2020, os preços devem aumentar acentuadamente nessa área, já que existem poucos lançamentos imobiliários em Natal. "Novos empreendimentos demoram bastante a sair, já que envolvem escolha de terreno, aprovação e construção, que são processos demorados. Com a falta de novos imóveis, a tendência é de aumento nos preços dos que já estão prontos”, complementa.

Segundo Ricardo Abreu, a dica para quem está pensando em comprar imóvel é fazer isso agora. “Certamente, os preços estarão mais altos no próximo ano", aconselha.

Locação de imóveis comerciais ganha novos perfis

Quando se fala em imóveis comerciais, a locação ganha cada vez mais força. Seja pelo momento de readequação de empresas ou mesmo pela necessidade de manter o capital de giro disponível, muitos empresários preferem alugar uma sede para seu negócio em vez de comprar um imóvel com esse fim. Essa realidade se aplica principalmente às micro e pequenas empresas, que buscam adequar os gastos mensais à necessidade de crescimento ou de redução de espaço físico para desenvolver as atividades.

Outro fator que faz com que a locação de imóveis seja priorizada para empresas dos mais variados portes é a possibilidade de mudar para locais que se adequem melhor à rotina da equipe e da própria organização. “Alugar um imóvel comercial também confere mais liberdade ao negócio, que pode mudar de lugar com mais facilidade, testar novos públicos e aproveitar momentos de crescimento para investir em um espaço maior e mais confortável para a equipe, ou mesmo abrir filiais e ampliar a área de atuação”, explica Ricardo.

Uma ideia moderna proposta pela Abreu Imóveis em parceria com a Arena das Dunas é a Arena Office, espaço empresarial que transformou os camarotes do estádio em salas comerciais e escritórios multiuso. A ideia é fomentar novos negócios e proporcionar um espaço de convivência entre diversas gerações de empreendedores.

Outra proposta inovadora no segmento de locação de imóveis é o condomínio logístico, uma área de galpões com 17 mil metros quadrados ideais para empresas de grande porte que precisam de espaço, só que com segurança, estrutura completa e oportunidade de integração. “Em vez de ficar procurando galpões isolados e sem nenhum benefício, o empresário facilita a busca e conta com tudo pronto para instalar seu negócio”, finaliza Ricardo.

Tags: Economia mercado imobiliário
A+ A-