Dicas Sebrae: saiba como abrir uma Casa de Sucos

Embora não seja novidade no Brasil, esse tipo de negócio tem conquistado cada vez mais o consumidor que visa uma vida mais saudável.

Maiara Cruz,
Foto: Reprodução
A crescente preocupação da sociedade com a qualidade de vida tem ampliado o mercado para negócios que investem em produtos naturais. A Casa de Sucos , embora não seja novidade no Brasil, tem conquistado cada vez mais esse público que visa uma vida mais saudável.

 

A grande variedade de frutas e o clima tropical atraem os clientes, que fazem de tudo para matar a sede no calor. Afinal, ninguém resiste a um suco de frutas fresquinho, espremido na hora. Produtos bem selecionados e uma boa localização vão garantir o sucesso do seu negócio.

 

O baixo investimento inicial e a possibilidade de oferecer produtos e serviços agregados tornam o negócio bem atrativo para você, empreendedor. A casa de sucos já faz sucesso nas principais capitais do país. Apesar do clima favorecer bastante, em Natal o mercado ainda não foi explorado. Por isso é uma ótima oportunidade para você que quer investir em um negócio próprio, mas tem medo da concorrência.

 

Os amantes dos produtos naturais vão agradecer.

Foto:Reprodução


LOCALIZAÇÃO:

 

A localização do ponto comercial é uma das decisões mais relevantes para uma casa de sucos. Dentre todos os aspectos importantes para a escolha do ponto, deve-se considerar prioritariamente a densidade populacional, o poder aquisitivo dos consumidores locais, a concorrência, os fatores de acesso e locomoção, a visibilidade, a proximidade com fornecedores, a segurança e a limpeza do local.

Outros fatores de atratividade podem ser alavancadores do desempenho. A vizinhança com centros clínicos, academias, quadras de esporte, praias, clubes, parques e locais de prática de exercícios físicos auxiliam no acesso ao do público-alvo.

Alguns detalhes devem ser observados na escolha do imóvel:
  • O imóvel atende às necessidades operacionais referentes à localização, capacidade de instalação do negócio, possibilidade de expansão, características da vizinhança e disponibilidade dos serviços de água, luz, esgoto, telefone e internet;
  • O ponto é de fácil acesso, possui estacionamento para veículos, local para carga e descarga de mercadorias e conta com serviços de transporte coletivo nas redondezas;
  • O local está sujeito a inundações ou próximo a zonas de risco;- O imóvel está legalizado e regularizado junto aos órgãos públicos municipais;
  • A planta do imóvel está aprovada pela Prefeitura;
  • Houve alguma obra posterior, aumentando, modificando ou diminuindo a área primitiva;
  • As atividades a serem desenvolvidas no local respeitam a Lei de Zoneamento ou o Plano Diretor do Município;
  • Os pagamentos do IPTU referente ao imóvel encontram-se em dia;
  • O que a legislação local determina sobre o licenciamento das placas de sinalização.

Cabe ressaltar que a instalação da casa de sucos em suporte/plataforma de "trailer" não altera a natureza jurídica do negócio. O estabelecimento está sujeito à mesma regulamentação legal de outra loja qualquer, principalmente no que se refere à fiscalização e à vigilância sanitária. O quiosque não pode ser considerado móvel ou itinerante, pois funciona fixado no endereço para o qual o alvará de localização foi expedido. Na hipótese de comércio ambulante, com característica de loja móvel o empreendedor fica obrigado a obter licenciamento específico para cada local onde permanecer, o que é regulamentado pela legislação do município onde o empreendedor pretende explorar a atividade.

CUSTOS:

Os principais custos de operação de uma casa de sucos podem ser estimados considerando os seguintes itens:
  • Salários, comissões e encargos - R$ 4.850,00;
  • Tributos, impostos, contribuições e taxas R$ 2.500,00
  •  Aluguel, taxa de condomínio, segurança - R$ 1.500,00;
  • Água, luz, telefone e acesso a Internet - R$ R$ 1.800,00;
  • Embalagens e descartáveis - R$ 600,00;
  • Produtos para higiene e limpeza da empresa e funcionários - R$ 350,00;
  • Recursos para manutenções corretivas - R$ 200,00;
  • Assessoria contábil - R$ 600,00;
  • Propaganda e publicidade da empresa - R$ 200,00;
  • Aquisição de matéria-prima e insumos - R$ 10.500,00;

Seguem algumas dicas para manter os custos controlados:
  • Comprar pelo menor preço;
  • Negociar prazos mais extensos para pagamento de fornecedores;
  • Evitar gastos e despesas desnecessárias;
  • Manter equipe de pessoal enxuta;
  • Reduzir a inadimplência, através da utilização de cartões de crédito e débito.

INVESTIMENTOS:
O capital necessário para investimento inicial na instalação de uma Casa de Sucos irá variar de acordo com o valor a ser gasto na aquisição do imóvel (luvas ou ponto comercial, se houver), obras de adaptação e porte das instalações. Por esta razão sugerimos a elaboração de um Plano de Negócio, onde os recursos necessários de capital, em função dos objetivos estabelecidos de retorno do investimento, poderão ser determinados. (vide modelo disponível em: http://www.sebrae.com.br/momento/quero-abrir-um-negocio/integra_bia?ident_unico=1440).

Para referência do empreendedor, relacionamos abaixo alguns componentes do orçamento de investimento necessário à instalação de uma pequena Casa de Sucos cujos valores estimados somam cerca de R$ 65.000,00:
  • Abertura da empresa - R$ 3.000,00;
  • Capital de giro inicial - R$ 8.000,00;
  • Equipamentos diversos (vide item EQUIPAMENTOS)- R$ 20.000,00;
  • Estoque inicial de produtos - R$ 2.000,00;
  • Letreiro -R$ 1.200,00;
  • Marketing inicial - R$ 1.500,00;
  • Mobiliário - R$ 5.500,00;
  • Obras para adaptação do imóvel - R$ 15.000,00
E aí, ficou interessado? O Sebrae disponibiliza o portal Negócio Certo, que pode ser acessado através do www.negociocerto.sebrae.com.br. Para mais informações, basta discar o 0800 570 0800, gratuitamente, de segunda à sexta, no horário comercial.
A+ A-