Som da Mata faz tributo ao músico Manoca Barreto

No repertório, músicas autorais de Manoca e standards de jazz e música popular brasileira que ele gostava.

Assessoria,

No próximo domingo, 1º de dezembro, às 16h30, o Som da Mata cede o seu palco no Parque das Dunas para celebrar a vida e a obra de Manoca, que nos deixou precocemente na última segunda-feira. A entrada no bosque custa apenas R$1,00.

No dia 6 de julho de 2006 estreou o projeto Som da Mata e o primeiro artista a ocupar o seu palco mostrando o seu trabalho de música instrumental foi Manoca Barreto. O "Mestre", como muitos o conheciam, voltou várias vezes, seja com o seu trabalho solo ou abrilhantando as apresentações de amigos com seu virtuosismo e presença marcante.

Roberto Taufic e Jubileu Filho,  guitarristas que tiveram um contato muito especial com o homenageado durante sua trajetória foram os escolhidos para comandar esse tributo, que conta com a adesão de instrumentistas que desfrutaram de seu convívio como os baixistas Airton Guimarães, Erick Firmino, Junior Primata e Paulo de Oliveira, os bateristas Cleber Campos, Darlan Marley, Sílvio Franco e Rogério Pitomba, além dos parceiros e amigos Walid, Jow Ferreira, Antônio de Pádua, Gilberto Cabral, Anderson Pessoa e Joca Costa.

No repertório, músicas autorais de Manoca e standards de jazz e música popular brasileira que ele gostava. O cachê que seria pago aos músicos será revertido para o projeto de inclusão social Ilha de Música, da comunidade África, na Redinha, onde o mestre distribuía generosamente seus conhecimentos.

Tributo a Manoca Barreto
Dia: 1º de dezembro (domingo)
Hora: 16h30
Local: Anfiteatro Pau-brasil - Parque das Dunas
End: Av. Alexandrino de Alencar, s/nº - Tirol
Entrada: R$ 1

A+ A-