Identificado, brasileiro preso na Rússia aguardará extradição em São Petersburgo

Rodrigo Vicentini foi preso durante jogo da seleção contra a Costa Rica; ele é suspeito de participar de roubo à agência dos Correios.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Polícia russa
Acusado de roubar uma agência dos Correios, Rodrigo Vicentini foi preso na Rússia durante jogo da seleção contra a Costa Rica.

selo-copa-100x100-vermO brasileiro que estava foragido e foi preso durante um jogo da seleção brasileira na Rússia vai aguardar seu processo de extradição em São Petersburgo. Informações prestadas pelas autoridades brasileiras na Rússia indicaram que o brasileiro é Rodrigo Vicentini e, se condenado, poderia pegar uma pena de treze anos de prisão.

A operação ocorreu no Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, antes da partida entre Costa Rica e Brasil. O homem, de 31 anos, teve o mandado de prisão preventiva decretado pela 1° Vara Federal Criminal do Espírito Santo pela suspeita de participação no roubo de uma agência dos Correios no município de Itarana/ES, em 22 de março de 2017.

Ele foi identificado depois que a Polícia Federal, em uma ação coordenada com os policiais russos, puderam cruzar o nome de pessoas procuradas com nomes de brasileiros que tinham comprado ingressos. Por uma questão de segurança da Copa, os russos passaram a exigir que todos os torcedores prestassem suas informações completas, o que na prática criou um enorme banco de dados de todos os estrangeiros no país.

Tags: Copa da Rússia Polícia Federal
A+ A-