Fifa faz balanço positivo do uso do VAR durante a Copa do Mundo

De 455 incidentes foram checados pelos auxiliares de vídeo, foram feitas 20 revisões.

Da redação, Agência Brasil,
John Sibley/Reuters
Nos 64 jogos da Copa da Rússia, 455 incidentes foram checados pelos auxiliares de vídeo.

selo-copa-100x100-vermA Fifa fez balanço positivo nesta quarta-feira (18) da utilização do sistema de auxílio por vídeo aos árbitros (VAR), durante a realização da Copa do Mundo da Rússia, que foi encerrada há três dias, com vitória da França sobre a Croácia por 4 a 2.

"Nos comprometemos que esse seria o melhor Mundial da história, e assim foi. Os árbitros constituem uma parte crucial desta conquista, já que as atuações deles foram da mais alta qualidade", diz comunicado emitido pelo suíço Gianni Infantino, presidente da entidade.

O texto apontou que nos 64 jogos da competição, 455 incidentes foram checados pelos auxiliares de vídeo (7,1 por partida) e foram feitas 20 revisões pelo VAR, inclusive, no primeiro gol dos franceses na decisão.

"Nos agrada constatar a aceitação generalizada por parte de jogadores, técnicos e torcedores, assim como da imprensa", aponta a nota assinada por Infantino.

Supervisor do projeto de implantação do VAR, o croata Zvonimir Boban, secretário-geral adjunto da Fifa, se disse orgulhoso do trabalho realizado, dando parabéns também ao presidente da Comissão de Árbitros da entidade, Pierluigi Collina, e o diretor de Arbitragem, Massimo Busacca.

"Como afirmou o presidente da Fifa, o VAR não está mudando o futebol, mas sim, o deixa mais justo. Este foi nosso objetivo inicial, quando iniciamos o projeto com a International Board", garantiu o ex-jogador.

Tags: Copa da Rússia Fifa
A+ A-