Cid Gomes passa mal durante leitura de relatório e é socorrido por senadores

Sessão para votação da cessão onerosa chegou a ser suspensa, mas foi retomada após senador se recuperar.

Da redação, Com informações do Congresso em Foco,
Reprodução / internet

O senador Cid Gomes (PDT-CE) teve queda de pressão enquanto concluía a leitura de seu parecer sobre a distribuição de recursos do pré-sal entre a União, estados e municípios no plenário do Senado Federal na noite desta terça-feira (3). Pálido e com febre, Cid brincou que temia pelo seu "passamento" na sessão. Instantes depois, o senador não aguentou permanecer em pé e se sentou no piso da própria tribuna.

Diante da situação, o presidente do senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) suspendeu  a sessão para que Cid pudesse se recuperar. Os senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Rogério Carvalho (PT-SE), que são médicos, correram para atender o colega.

Cinco minutos depois, Cid voltou à tribuna para continuar a leitura de seu parecer. O pedetista leu emenda do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), pela qual a União abre mão de 3% das receitas do pré-sal para estados produtores de petróleo, como Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Em seguida, o presidente do Senado agradeceu a Cid pelo esforço. Davi Alcolumbre contou que o senador estava em sua casa, com febre e de atestado médico, mas disse que resolveu comparecer ao Congresso nesta tarde após os líderes fecharem acordo para a votação da cessão onerosa.

"Foi uma queda de pressão. Falta sangue na cabeça. E aí a solução é essa. Deitar", explicou Cid na saída do plenário. O senador foi levado para o Serviço Médico do Senado. Ainda não há informações sobre o seu quadro de saúde.

Tags: Congresso Nacional
A+ A-