Verba da saúde para o RN será de R$ 77,5 milhões

O anúncio foi dado pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão, em audiência com a governadora Wilma de Faria.

A verba do governo federal para a saúde do Rio Grande do Norte será de 77,5 milhões de reais ao ano, segundo anunciou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, em audiência com a governadora Wilma de Faria, que se encerrou no início da tarde desta terça-feira (25), na Governadoria.

O ministro também anunciou que cerca de 1.000 procedimentos médicos de alta e média complexidade, além de pisos de urgência e emergência, terão um reajuste de 34% na tabela do SUS, a partir deste mês de setembro. 
 

Temporão recebeu da governadora Wilma de Faria a reivindicação do credenciamento de todos os leitos de UTI do Rio Grande do Norte junto ao SUS, já que dos 120 leitos funcionando nos hospitais públicos potiguares, 78 não estão cadastrados e são custeados completamente pelo Governo do Estado.

“O reajuste da tabela SUS é uma ótima notícia e é muito bem vindo. Mas precisamos credenciar nossas UTIs para podermos investir nossos recursos em outras áreas como a criação de novas unidades de saúde e a qualificação de pessoal”, disse Wilma de Faria.

A governadora também pediu a colaboração do governo federal na aquisição de equipamentos para instalação de outras sete policlínicas já previstas e projetadas para o Estado. Atualmente, três unidades estão em funcionamento no Rio Grande do Norte em Caicó, Currais Novos e Santo Antônio.

“Todos esses pedidos da governadora mais o melhoramento da atual estrutura de pronto-atendimento serão analisados com muito carinho pelo Ministério. Até porque o Rio Grande do Norte é um dos Estados que mais investe em saúde e tem atingido várias de suas metas. Por isso, estamos até pensando em criar uma forma de premiar com recursos extra, exemplos como o daqui”, afirmou Temporão.

Além da governadora, também participaram da reunião com o ministro, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo; o secretário estadual de Saúde Pública, Adelmaro Cavancanti; o secretário estadual de Assuntos Institucionais, Ruy Pereira; a secretária municipal de Saúde, Maria Aparecida de França Gomes; os coordenadores do SAMU Natal e Metropolitano, Luiz Roberto Fonsêca e SelmaSantiago, respectivamente; e a presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS), Maria Neuma de Azevedo. 


Fonte: Assecom

 

A+ A-