Sesap garante pagamento a neurocirurgiões até sexta-feira (31)

A Secretaria de Saúde fechou acordo com médicos e Procuradoria Geral para evitar paralisação.

Karla Larissa,
Gabriela Duarte
Adelmaro garante pagamento até sexta-feira
A ameaça de paralisação dos neurocirurgiões do Pronto Socorro Clóvis Sarinho, por enquanto, foi suspensa. Um acordo firmado nesta terça-feira (28) com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) e a com Procuradoria Geral do Estado estabeleceu que o pagamento referente a dois meses de contrato deverá ser quitado até esta sexta-feira (31).

De acordo com o presidente da Associação Médica de Neurocirurgia, Luciano Araújo, o problema acontece com 18 neurocirurgiões que foram recentemente contratados. Eles  estão trabalhando sem contrato e sem receber há dois meses. “O Estado está devendo cerca de 400 mil reais, que já estão orçados, mas que não foram pagos por falhas no contrato”, esclarece.

Segundo o representante, sem esses 18 neurocirurgiões contratados, restam apenas seis, que só poderia cobrir a escala por uma semana. “Só existe neurocirurgião em Natal. E o volume de pacientes é grande. São quatro mil por ano e somente de acidente de moto são 16 casos por dia”, ressalta.

Luciano Araújo ainda destaca que o acordo é apenas para o pagamento dos meses de maio e junho e que ainda será necessário formalizar o contrato para quitar a dívida a partir de julho. “O problema é a morosidade. Mas os pontos falhos já foram esclarecidos. Esperamos resolver porque não podemos trabalhar sem contrato”, explica.
A+ A-