Roboeduc mistura programação e robótica com brincadeiras tradicionais da infância

Na Semana da Criança, programação visa auxiliar no desenvolvimento emocional dos participantes.

Da redação,
Divulgação
Escola de programação e robótica vai aliar sua expertise no assunto às tradicionais brincadeiras da infância.

Pula corda, elástico, bambolê, jogos de tabuleiros e pega varetas. Essas são algumas das brincadeiras que a Roboeduc escolheu para vivenciar com seus alunos na Semana da Criança. Até a próxima sexta-feira (11), a escola de programação e robótica vai aliar sua expertise no assunto às tradicionais brincadeiras da infância. Sempre na pausa entre as aulas, pela manhã e a tarde, o pátio da instituição será palco de diversas oficinas que ocorrerão simultaneamente no intervalo coletivo.

Sobre os benefícios das brincadeiras da infância, a coordenadora pedagógica da programação, Jadiliana Tavares, explica que “É no brincar que a criança trabalha o seu desenvolvimento emocional, social e cognitivo. Além disso, para o momento do intervalo, iremos oportunizá-las o contato com as brincadeiras antigas, visto que esse resgate ajudará no aprendizado de como se expressar, resolver conflitos, respeitar regras e, também, lidar com os sentimentos”.

Tags: brincadeiras Dia das Crianças Roboeduc Semana da Criança
A+ A-