Programa Mais Educação já apresenta bons resultados em Natal

A Escola Municipal Juvenal Lamartine colocou atividades extras, mesmo antes oficialização do projeto.

Maiara Felipe ,
Maiara Felipe
Primeira escola de Natal a aderir ao Programa Mais Educação
A primeira escola de Natal a aderir ao Programa Mais Educação, do governo Federal, foi a Escola Municipal Juvenal Lamartine, no bairro do Alecrim, onde mesmo antes de chegar a verba pública, já realizava atividades extras curriculares, principal objetivo do projeto.

Mais de 500 alunos, dos 800 existentes na escola, estão sendo contemplados com atividades diversas. Capoeira, horta, reforço escolar em matemática e português, rádio comunitária, ginástica rítmica e dança fazem parte dos componentes extra-curriculares realizados no contra-turno ( horário diferente ao de aula).

Os critérios utilizados pelos professores, para escolher os alunos que irão participar das atividades, são aqueles que apresentam maior dificuldade na leitura, escrita ou matemática. “Pegamos esses alunos com mais dificuldades para desenvolver melhor suas habilidades”, explica a diretora do Juvenal Lamartine, Jeana Magalhães.

Os alunos passam o dia na escola e podem fazer as três refeições no local. Segundo Jeana Magalhães, a tarefas do contra-turno eram realizadas antes do programa, mas com a verba oriunda do Mais Educação é possível comprar os equipamentos necessários e a alimentação. 

O governo federal está mandado só para a Juvenal Lamartine recursos na ordem de R$ 40 mil para aquisição de equipamentos e mais R$ 6 mil mensais para as refeições. 

Apesar de estar realizando o contra-turno a pouco tempo, a diretora lembra que tem percebido mudanças no comportamento e rendimento dos alunos. “ Eles ficam mais concentrados na aula”, salienta.

A Secretaria Municipal de Educação divulgou que serão 17 escolas que receberam o programa, o que representa 3.898 alunos inscritos. Eles terão três horas a mais de atividades na escola nas áreas de acompanhamento pedagógico; meio ambiente; esporte e lazer; direitos humanos e cidadania; cultura e artes, inclusão digital; saúde, alimentação e prevenção.
A+ A-