MP requisita documentos referentes aos gastos na inauguração da ponte

Segundo promotor que fez a solicitação, medida visa esclarecer opinião pública sobre os valores aplicados na festa.

Júlio Pinheiro,
Elpídio Júnior
Festa de inauguração da ponte terá custos analisados pelo MP.
Os gastos com a festa de inauguração da “Ponte de Todos Newton Navarro”, a conhecida ponte Forte-Redinha, serão investigados pelo Ministério Público Estadual. Os documentos referentes à contratação de bandas, bem como os demais contratos que foram firmados entre o Governo do Estado e empresas privadas para a viabilização da festa, serão analisados pelos promotores.

De acordo com o promotor Rinaldo Reis, não há indícios de que nenhuma irregularidade tenha sido cometida pelo Governo com relação à festa, mas a medida de analisar os custos é necessária para que não haja dúvidas para a opinião pública.

“Como a imprensa vem fazendo questionamentos sobre os custos, a população tem o desejo de saber se houve qualquer irregularidade. Repito que não temos nenhuma suspeita, mas vamos fazer a análise para esclarecer a opinião pública”, explicou o promotor Rinaldo Reis.

Segundo o promotor, os documentos devem ser entregues o mais rápido possível e, assim que forem colhidos, serão rapidamente analisados pelo MP. O gasto com a festa é de aproximadamente R$ 1,5 milhão, entre contratação de bandas e demais contratos necessários para a organização da festa.
A+ A-