MP estabelece uso obrigatório do papel reciclado para todas unidades

A aplicação da portaria é imediata, ressalvando apenas o término do estoque de outros tipos de papel existentes em almoxarifado ou distribuídos e ainda não utilizados.

O procurador-geral de Justiça, José Augusto de Souza Peres Filho, publicou a portaria número 2446/2007-PGJ estabelecendo a partir desta semana o uso obrigatório de papel reciclado no âmbito do Ministério Público Estadual em todas as unidades da capital e do interior.

A aplicação da portaria é imediata, ressalvando apenas o término do estoque de outros tipos de papel existentes em almoxarifado ou distribuídos e ainda não utilizados.

A medida considera a necessidade do engajamento ao esforço dos movimentos em defesa ambiental e que é dever de todos contribuir para o desenvolvimento sustentável e aumento da qualidade de vida.

Com a licitação através de registro de preços e o fornecimento do papel reciclável com custo equivalente ao do papel industrializado normal, a Procuradoria-Geral de Justiça quer incentivar outros órgãos a adotarem o papel reciclável no uso do dia-a-dia.

* Fonte: Assessoria de Imprensa da PGJ/RN.
A+ A-