Motoqueiros já estão se adequando à resolução do Denatran

Capacetes novos já estão vindo com os adesivos refletivos de fábrica. Quem já possui o equipamento pode adquirir os adesivos em lojas especializadas.

Gabriela Duarte,
Fábio Rabelo
O kit com quatros adesivos de cerca de 8 cm cada, custa de R$ 3,00 a 5,00.
O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) está tornando obrigatório o uso de adesivo refletivo e o selo de certificação do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) nos capacetes de condutores de motocicletas. A resolução entrará em vigor a partir de janeiro.

Para não serem multados, muitos condutores já estão procurando as lojas para se adequarem às especificações. Quem utilizar capacete sem adesivo refletor ou selo do Inmetro terá que pagar uma multa de R$ 127,69, além de cinco pontos na carteira de habilitação.

Segundo o proprietário da loja de motos e acessórios J. Flor Motos, Henrique Eduardo, a procura pelos adesivos refletores está intensa, “os condutores estão nos procurando com bastante freqüência para se adequarem às normas. Muitos estão aproveitando para trocar o capacete, uma vez que sua vida útil é de três anos”, disse.

Henrique Eduardo explicou que os novos capacetes já estão vindo das fábricas com os adesivos exigidos pelo Denatran. Porém, quem adquiriu o capacete antes da resolução, pode se dirigir a qualquer loja que venda acessórios para moto e adquirir o adesivo refletivo. O kit, com quatros adesivos com cerca de 8 cm cada, custa de R$ 3 a R$ 5,  dependendo do fabricante.

“A procura pelos adesivos está intensa, tanto que já esgotamos o nosso estoque. As pessoas estão aproveitando para trocar os capacetes. Ninguém quer ser multado”, disse a vendedora Giordana Paiva, da loja Moto Ciclo.
A+ A-