Control e Degepol discutem a criação do Núcleo de Prevenção à Corrupção

Objetivo é reduzir as fraudes com o dinheiro público com apoio da inteligência da Polícia Civil.

Da redação, Governo do Estado,
Assecom/Governo do Estado
Representantes da Controladoria Geral do Estado e da Degepol se reuniram para discutir a criação do Núcleo de Prevenção à Corrupção.

A Controladoria Geral do Estado (Control) e a Delegacia Geral de Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Degepol), reuniram-se nesta quarta (23) com a finalidade de estudar as medidas para implementar o Núcleo de Prevenção à Corrupção, instituído pela Lei Complementar nº 638/2018, que tem como principais funções: a realização de atividades de investigação e inteligência; o planejamento e coordenação de ações voltadas à prevenção da corrupção; à transparência; à promoção da conduta ética e da integridade; ao controle social e ao conflito de interesses.

Segundo o Controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, essa iniciativa é essencial para reduzir as fraudes com o dinheiro público. “Com o apoio da inteligência da Polícia Civil, vamos atuar no acompanhamento da execução da despesa; a sociedade não aceita o desvio do dinheiro dos impostos e vamos atuar com muito rigor nessa fiscalização”.

Participaram do encontro, além do Controlador Geral, o Controlador Adjunto, Fábio Silveira, a Delegada Geral da Policia Civil, Ana Claudia Saraiva Gomes, além os delegados Fábio Montanha e Carla Viviane, titulares respectivamente do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e da Delegacia Especializada de Investigação de Crimes contra o Patrimônio.

Tags: Control Degepol Núcleo de Prevenção à Corrupção
A+ A-