Temer reúne ministros para nova avaliação da crise gerada por caminhoneiros

Presidente da República recebeu novas propostas dos líderes em greve.

Da redação, O Globo,

planalto_crise_370A terceira reunião do gabinete de emergência começou no Palácio do Planalto. Os ministros envolvidos na condução da crise dos caminhoneiros estão avaliando o quadro na manhã deste domingo (27). O presidente Michel Temer se juntou ao grupo de auxiliares.

Na noite de sábado (26), em São Paulo, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse levaria ao presidente Michel Temer a proposta de acordo com os caminhoneiros feita pelo governo de São Paulo. O ministro pretende avaliar três pontos: a garantia de que o desconto no diesel chegará na bomba de combustível, a ampliação desse preço de 30 para 60 dias e a suspensão do pedágio sobre o eixo suspenso.

Marun afirmou que governo e lideranças do movimento grevista devem chegar a um parecer final sobre essas novas propostas até as 15h deste domingo.

Planalto

Por volta das 10h30 deste domingo, o presidente Michel Temer chegou ao Palácio do Planalto, onde ocorre mais uma reunião do gabinete de emergência para tratar da mobilização dos caminhoneiros. É o terceiro encontro do gabinete de emergência neste final de semana. Os ministros envolvidos na condução da crise dos caminhoneiros estão avaliando o quadro na manhã deste domingo.

Temer tem mobilizado de oito a dez ministros para tratar da crise. Neste final de semana, estão envolvidos no assunto Eliseu Padilha, ministro de estado chefe da Casa Civil da Presidência da República; Torquato Jardim, ministro de estado da Justiça; Valter Casimiro, ministro de estado dos Transportes, Portos e Aviação Civil; Carlos Marun, ministro de estado chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República; Sergio Etchegoyen, ministro de estado chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República; Grace Maria Fernandes Mendonça, Advogada-Geral da União e Raul Jungmann, ministro extraordinário da Segurança Pública. A Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal estão atuando e participando das reuniões.

A informações são do jornal O Globo.

Tags: caminhoneiros Michel Temer Planalto
A+ A-