ProUni dá bolsa de 300 reais a 2,5 mil estudantes

O objetivo é ajudar a pagar despesas educacionais e incentivá-los a se dedicar e concluir o curso.

Agência Brasil,
Brasília - O Ministério da Educação colocou bolsas de 300 reais à disposição de 2,5 mil beneficiários do Programa Universidade para Todos (ProUni), aqueles que passam mais tempo em aula e por isso não podem trabalhar. O objetivo é ajudar a pagar despesas educacionais e incentivá-los a se dedicar e concluir o curso.

Tem direito à bolsa-permanência o bolsista integral do ProUni que atender a uma série de critérios, entre eles estar matriculado em curso presencial com, no mínimo, seis semestres de duração e ter carga horária média igual ou superior a seis horas diárias. Para checar se você tem direito, clique aqui.

"Essa bolsa é destinada ao estudante que estuda em regime integral, com dificuldade maior para conseguir emprego. É destinada exclusivamente ao custeio das despesas educacionais, que seriam transporte, aquisição de livros, alimentação", diz a coordenadora de Projetos Especiais para Graduação do Ministério da Educação, Paula Mello.

O aluno que usar o dinheiro pra outros fins, que prestar informação errada no termo de concessão da bolsa ou que sair do ProUni perde o direito à bolsa-permanência.

Mais informações no site do MEC ou pelo telefone 0800-616161. A ligação é gratuita.
A+ A-