Nelter Queiroz: “Álvaro Dias não vai calar minha voz nunca”

Deputado lamenta ação de pedetista na Justiça contra ele e volta a atacar sua atuação parlamentar na Câmara Federal.

Josenildo Carlos,
“Álvaro é um antidemocrata ao querer calar minha voz. Não vai calar nunca”. Com essas palavras, o deputado estadual Nélter Queiroz (sem partido) revelou ao Nominuto.com que o deputado Álvaro Dias (PDT) acionou o Tribunal de Justiça do Estado pedindo para que ele prove acusações feitas à imprensa.

O pedetista teria se sentido ofendido por declarações de Nélter dadas à imprensa do Estado, desqualificando a atuação parlamentar de Álvaro quando este foi deputado federal na legislatura passada. Afirmou, inclusive, que o colega havia sujado a cadeira na Câmara Federal ao manter contas não declaradas no exterior.

“É lamentável que isso esteja acontecendo. Em plena época da ditadura militar é que era comum um colega parlamentar processar o outro”, reclamou Nelter. “Eu não agredi Álvaro. O que afirmei foi lamentar sua atuação como deputado federal, quando todos nós esperávamos ações dele e elas nunca chegaram”, completou o deputado.

Nélter acredita que Álvaro se revoltou porque ele citou fatos que repercutiram na imprensa nacional. “Como, por exemplo, aquela história do dinheiro não declarado que foi enviado ao exterior”, afirmou, referindo-se a supostas contas bancárias que alguns parlamentares brasileiros mantinham no exterior.

“Ele colocou emendas para uma fundação aqui do Rio Grande do Norte que é citada no ‘Escândalo dos Sanguessugas’. Essa fundação está sendo investigada”, comentou, fazendo referência ao episódio em que o então deputado federal Álvaro Dias apresentou emendas ao Orçamento Geral da União, destinando verbas num valor total de R$ 1,48 milhão à Fundação Apropriano Sá, supostamente envolvida com a máfia dos sanguessugas

“O senador paranaense Álvaro Dias enviou um ofício à mesa da Câmara Federal pedindo que o deputado Álvaro Dias mudasse seu nome parlamentar, pois estava havendo confusão nos nomes e ele estava se sentindo denegrido. Ele fez isso porque Álvaro retirou o nome de uma CPI”, finalizou Nelter, dizendo que fará sua defesa no plenário da Assembléia Legislativa.
A+ A-