MPF denuncia Juan Carlos Abadia por 4 crimes

Traficante foi preso dia 7 de agosto pela Polícia Federal.

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta sexta-feira (14) à 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo o traficante colombiano Juan Carlos Ramires Abadia, preso no dia 7 de agosto pela Polícia Federal, por quatro crimes. Abadia foi denunciado por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, uso de documento falso e corrupção ativa.

Segundo a denúncia, Abadia teria montado um esquema no Brasil para lavar pelo menos US$ 9 milhões oriundos do tráfico de drogas. Abadia também é acusado de usar mais de 30 documentos falsos e corromper agentes públicos. Além dele, outras 15 pessoas foram denunciadas.

O Ministério Público também acusou a mulher de Abadia, Yéssica Paola Rojas Morales, pelos crimes de lavagem, quadrilha e uso de documentos falsos. Ela era, segundo a denúncia, contadora e responsável por pagamentos aos membros e ajudantes da quadrilha.

Abadia é um dos principais líderes do Cartel Vale del Norte, da Colômbia, e é processado nos Estados Unidos por tráfico internacional de drogas. Depois do pedido de extradição formulado pelos governo americano à Colombia, o traficante fugiu para o Brasil em julho de 2004.

O traficante contou em depoimento à Polícia Federal que partiu de barco da Venezuela para o Ceará, portando US$ 4 milhões. Depois disso, entrou no País, pela mesma via, com mais US$ 5 milhões. 

Fonte: Terra
A+ A-