Infraero registra atraso em 23,2% dos vôos

Das 1.429 decolagens previstas até as 18h, 331 partiram com atraso. Outros 138 vôos foram cancelados, o que equivale a 9,7% do total.

Dos 1.429 vôos previstos para ocorrer entre 0h e 18h desta segunda-feira (19), 331 partiram com atraso superior a uma hora, de acordo com o balanço oficial divulgado pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). O número representa 23,2% do total. Outras 138 decolagens foram canceladas, o que equivale a 9,7% do total

No Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, das 127 operações previstas, 35 atrasaram (27,6%) e sete foram canceladas (5,5%). Já no Santos Dumont, das 67 decolagens marcadas, dez tiveram atraso superior a uma hora (14,9%) e 27 foram suspensas (40,3%).

No terminal do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, passageiros enfrentam atrasos para embarcar. Segundo a Infraero, das 199 decolagens previstas, 61 atrasaram (30,7%) e 48 foram canceladas (24,1%). 

No Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, dos 184 vôos programados, 22 partiram com atraso de pelo menos uma hora (12%) e 14 foram suspensos (7,6%).

Em Brasília, a Infraero registrou 20 atrasos (22,2%) e dois cancelamentos ( 2,2%) em um total de 90 vôos programados.

No Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba, das 73 decolagens programadas, 23 atrasaram (31,5%) e oito foram suspensas (11%). No Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, dos 58 vôos programados, 30 partiram com atraso (51,7%) e cinco foram cancelados (8,6%).

Em Fortaleza, das 36 partidas programadas, cinco decolaram com atraso (13,9%) e não houve registros de cancelamentos.

Fonte: G1
A+ A-