Governo pedirá extradição de Salvatore Cacciola

O escândalo financeiro envolvendo Cacciola ocorreu em 1999 durante o processo de desvalorização do real.

Agência Brasil,
Brasília - O governo brasileiro pedirá a extradição do ex-banqueiro Salvatore Cacciola preso na manhã desse sábado (15) em Mônaco, no sul da França. 

A informação é da assessoria do Ministério da Justiça. De acordo com a assessoria, neste domingo (16) representantes dos ministérios da Justiça, das Relações Exteriores e da Polícia Federal vão se reunir para discutir o pedido de extradição do ex-dono do Banco Marka.

Em 2005, a 6ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio de Janeiro condenou o ex-banqueiro a 13 anos de prisão em regime fechado por crime contra o sistema financeiro nacional. Cacciola estava foragido desde o início do processo.

O escândalo financeiro envolvendo Cacciola ocorreu em 1999 durante o processo de desvalorização do real, quando o Banco Central teria socorrido os bancos Marka e FonteCindam com 1,6 bilhão de reais. O objetivo seria impedir a liquidação das duas instituições para evitar um abalo em todo o sistema financeiro.

A+ A-