Chega a dez número de mortos em tiroteio em escola de Suzano

Dois adolescentes encapuzados invadiram colégio, atiraram contra os alunos e depois cometeram suicídio.

Da redação, Agência Brasil,
Circulação/WhatsApp
Dois adolescentes encapuzados invadiram escola, atiraram contra os alunos e depois cometeram suicídio.

A Polícia Militar informou há pouco que subiu para dez o número de mortos em decorrência do tiroteio na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. Mais 17 pessoas ficaram feridas.

Segundo informações da Polícia Militar, dois adolescentes armados e encapuzados invadiram o colégio e disparam contra os alunos.

Até o momento, a PM registrou a morte de cinco alunos, um funcionário do colégio, uma pessoa que passava pela rua no momento dos disparos, além dos dois autores dos disparos. Morreu ainda uma vítima levada para hospital. Informações preliminares indicam que eles se suicidaram.

O governador de São Paulo, João Doria, está no colégio acompanhando as investigações.

Nota do governo de São Paulo sobre o caso

O governo de São Paulo informou que dois adolescentes se mataram após invadirem a Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande SP. Os atiradores estavam encapuzados e atiraram contra os alunos, deixando cinco deles mortos. Um funcionário também morreu o ataque. "O governador João Doria assim que foi informado do ocorrido, cancelou toda sua agenda e se dirigiu ao local para acompanhar o trabalho de resgate e atendimento aos feridos", informa a nota.

Tags: São Paulo Tiroteio em Suzano
A+ A-