Agência reguladora não é melhor modelo para aviação civil, segundo Jobim

Ministro da Defesa afirma que deve indicar nos próximos dias os nomes para as duas vagas da Anac.

O modelo de agências reguladoras funciona apenas em alguns setores da economia, segundo avaliação do ministro da Defesa Nelson Jobim. "Tenho dúvidas se é o mais adequado para a aviação civil", afirmou, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI]) do Apagão Aéreo na Câmara.

"Quando tínhamos o Departamento de Aviação Civil (DAC) não havia problemas", comparou Jobim, em referência à instituição governamental responsável pela área antes da criação da Anac, durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Eles surgiram com a Anac".

Jobim afirmou que deve indicar nos próximos dias os nomes para as duas vagas da Anac, após a saída dos diretores Jorge Brito Veloso e Denise Abreu. Jobim preferiu não comentar a atuação do diretor da agência, Milton Zuanazzi. "Não cabe a mim fazer julgamento da competência dele".

Nesta quarta-feira (29), às 11h, a CPI vai reunir-se para votar requerimentos e, às 14 horas, volta à sessão normal.

* Fonte: Agência Brasil.
A+ A-