Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira

Paralisação de 36 horas foi convocada por lideranças sindicais contrárias ao modelo econômico conduzido pelo presidente argentino, Mauricio Macri.

Da redação, Estadão Conteúdo,

A quarta greve geral contra o governo de Maurício Macri nesta terça-feira, 25, já causa efeitos no Brasil. Os voos internacionais, tanto da Argentina para cá, quanto daqui para o país, foram cancelados e os passageiros deverão entrar em contato com as companhias aéreas para remarcar a viagem. 

A paralisação de 36 horas foi convocada por lideranças sindicais contrárias ao modelo econômico e ao ajuste conduzido pelo presidente argentino, Mauricio Macri. Dirigente do sindicato dos caminhoneiros, Pablo Moyano afirmou em entrevista que a paralisação também é contra o acordo do país com o Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo a agência estatal Télam.

De acordo com a Latam, 187 voos dentro e para fora do país foram cancelados. A companhia informou que os passageiros podem solicitar o reembolso do valor do bilhete adquirido, alterar a rota da viagem, ou pedir a reprogramação do voo sem custos.

Todos os voos operados pela Gol também foram cancelados nesta terça. Os passageiros da companhia impactados por estes cancelamentos poderão remarcar suas viagens sem a cobrança de taxas e de acordo com a disponibilidade. Ou ainda solicitar reembolso ou crédito integral de suas passagens, pelos canais de atendimento.

A Gol informa que está trabalhando para manter sua operação dentro da normalidade e ressalta que segue os mais rigorosos padrões de segurança.

Com voos entre os dois países, a companhia argentina Aerolíneas informou que os voos desta terça foram adiantados e realizados ontem. Além disso, a empresa informou que aqueles passageiros que desejarem reprogramar seus voos, até dentro dos 7 dias seguintes a greve, poderão fazê-lo sem restrições e de acordo a disponibilidade de lugares. Os passageiros que desejem reembolsar seus tickets, poderão fazer por meio do mesmo canal que utilizaram para a compra.

A Azul, que possui voos para o país dos aeroportos de Navegantes (SC) e Belo Horizonte (MG) ainda não informou como os passageiros afetados devem proceder. 

Veja abaixo os Canais de Atendimento das companhias aéreas:

GOL

Central de Atendimento: 0300 115 2121 e 0800 704 0465

AZUL

Centrais: 4003-1118 (capitais e regiões metropolitanas), 0800-887-1118 (demais localidades) e +54 11 5984-5178

LATAM

Centrais: 0810-9999-526 (na Argentina), para 4002-5700 (nas capitais brasileiras) ou 0300-570- 5700 (nas demais localidades do Brasil).

Tags: Aviação Brasil Crise na Argentina
A+ A-