Venda do UFC por $4,1 bilhões deve ser confirmada após o UFC 200

Artur Dantas,

No mês passado, o UFC negou por meio do presidente os rumores sobre a venda do evento mas a possibilidade do negócio ganhou ainda mais força nesta quinta-feira. De acordo com a ESPN, o grupo liderado pelos irmãos Lorenzo e Frank Fertitta e Dana White recebeu oficialmente uma proposta conjunta de $ 4,1 bilhões feita pela agência Williams Morris Endeavor (WME-IMG) e Dalian Wanda Group, além do grupo China Media Capital. O valor diz respeito ao controle de 100% do Ultimate.  Para facilitar a negociação, o banco de investimentos Goldman Sachs entrou na transação. Ainda de acordo com a ESPN, mesmo que a venda ocorra nos próximos dias, só será divulgada após o UFC 200, realizado no dia 9 de julho. 

Citado com um dos possíveis investidores na empreitada da WME aparece o grupo Kraft, proprietário do New Englad Patriots, time da liga de futebol americano. Do outro lado aparece a China Media Capital, dona de 13% do Manchester United, e Dalian Wanda Group, do bilionário chinês Wang Jianlin, que detém 20% do clube europeu Atlético de Madri, além de ser a operadora da maior cadeia de cinema do mundo.  

Mesmo que a venda seja confirmada, Dana White deve continuar a exercer papel semelhante na promoção e divulgação das lutas caso aceite as ações que estão sendo propostas a ele para permanecer na franquia. Os matchmakers Joe Silva e Sean Shelby devem continuar na organização também, segundo o site FloCombat. 

No mês passado, Dana White havia desmentido que uma transação estivesse em curso. “Não estamos à venda. Estamos sempre trabalhando em promoções e na nossa expansão global. Vendo sempre dizendo desde que o rumor surgiu que não estamos à venda, mas vou dizer uma coisa. Se alguém aparece com $4 bilhões, podemos conversar. Definitivamente, nós podemos conversar”, afirmou. 

O UFC foi fundado em 1993 por Rorion Gracie que se uniu a um grupo de empresários de diferentes iniciativas para promover um campeonato com objetivo de provar qual arte marcial era a mais eficiente, deixando, portanto, os combates interestilos que ocorriam a portas fechadas nas academias para ganhar a TV. O negócio foi vendido para a ZUFFA pela Semaphore Entertainment Group (SEG) por $ 2 milhões, em 2001. Após sucessivos fracassos financeiros nos anos seguintes, o UFC registrou apenas no ano passado uma receita bruta de $ 600 milhões. 


Tags: Dana White UFC 200 venda
A+ A-