Patrício Pitbull fala sobre futuro nos leves: "vamos ver o que vem pela frente"

Artur Dantas,

Foto: Divulgação Bellator

Patrício Freire enfrenta Ben Henderson logo mais em confronto válido pela categoria peso leve. O atleta da Pitbull Brothers concedeu entrevista exclusiva ao blog e revelou que já solicitou ao Bellator – principal concorrente do UFC no mercado de lutas – para lutar contra atletas de 61 a 77kg e se mostra aberto às diversas opções no incerto futuro dentro da organização.

ARTUR DANTAS

Hoje você enfrenta Ben Henderson, ex-campeão dos leves do WEC e do UFC, em um combate fora da divisão que você foi campeão, que é a dos penas. Como você avalia esse combate? O estilo dele casa com o seu?

Primeiro de tudo, Ben Henderson é um grande lutador. Se não me engano, ele foi campeão em todas as organizações que fez parte. Vai ser um grande desafio pra mim. Estou pronto, gosto de lutar contra canhoto. Já enfrentei Daniel Straus três vezes, Wilson Reis duas vezes. Então, é uma coisa que já está me trazendo até vontade de lutar contra canhotos. Já estou familiarizado. Ben Henderson é um cara que troca bem, um cara completo. Derruba, tem bom nível de jiu-jitsu, compete em alto nível no jiu-jitsu inclusive. Vai ser uma luta legal. Acho que os fãs merecem ver isso. 

E sobre a subida de categoria para este combate, você volta para os penas ou permanece nos leves?

Acho que não tem isso de categoria. Um homem pode enfrentar outro e ponto final. Eu sou a favor dessa tese. E sobre permanecer nos leves, eu não sei. Acho que minha categoria é dos penas mesmo, mas vamos ver o que vem pela frente. Vou fazer essa luta e, dependendo do resultado, a gente pensa no próximo movimento. Um passo de cada vez, vamos com pé no chão e fazer o trabalho certo. 

Você falou antes que já enfrentou alguns atletas da categoria mais de uma vez, como foi com Pat Curran, Daniel Straus e Wilson Reis. Esse combate contra Ben Henderson será uma forma de oxigenar a categoria e até mesmo sua carreira?

O que acho é que lutador tem que enfrentar qualquer outro adversário. Não me interesso por categoria de peso. Claro que me coloco melhor na divisão peso pena pela minha estatura, pelos adversários que enfrento. Mas já pedi ao Bellator para enfrentar caras de 61 quilos a 77 quilos que não tinha problema. Eu posso enfrentar qualquer adversário nessa categoria de peso porque, pela Comissão Atlética, eu tenho que estar no peso da categoria para poder lutar. Essa luta contra Ben Henderson é boa porque é um adversário que eu nunca enfrentei. Chega de revanche. É ruim sempre estar tendo revanche, mas é necessário porque os bons afunilam a categoria e vão acabar sempre se batendo. Isso é normal. Mas se você tem dois caras bons lutando é excelente. Vamos fazer esse confronto. 


Tags: Belaltor 160 Ben Henderson leves Patrício Pitbull
A+ A-