Rio Grande do Norte ganha aplicativo para chamar moto-táxi

Gerlane Lima,
m1Uma novidade promete facilitar e muito a vida dos potiguares que não têm veículo próprio e precisam de agilidade para se locomover no dia-a-dia. É o aplicativo VAI NA MOTO. Com ele, o usuário não precisará mais esperar por um moto-táxi no ponto, ligar para uma central ou se arriscar em chamar e montar em uma moto na rua. Basta baixar o aplicativo em um smartphone ou tablet, logar e fazer o seu pedido. Chamou, chegou. Simples, prático e rápido.

Prezando pela segurança dos seus passageiros em primeiro lugar, o aplicativo só terá cadastrado em sua base motos licenciadas pelas prefeituras, as motos de placa vermelha. O lançamento oficial será realizado na próxima segunda-feira, dia 21 de março, em um evento fechado para convidados no Bouganville Recepções, em Parnamirim, com a participação dos humoristas Teus Costa, Ylan Adlin e Toinho Andrade.

Com o aplicativo, espera-se oferecer à população um serviço personalizado com atendimento mais humanizado. O aplicativo funciona da seguinte forma: ao fazer um pedido, o celular ou tablete do passageiro emite um chamado para os cinco mototaxistas que estiverem mais perto do local que ele se encontra. Dos que aceitarem, ganha a corrida o que estiver mais próximo do local, garantindo assim um tempo mínimo de espera por parte do cliente e salvando um tempo precioso do mototaxista. Enquanto espera, o cliente pode acompanhar, em tempo real, o deslocamento do moto-táxi até ele. Bom para o passageiro e para o mototaxista. Se um cliente ficou muito satisfeito com uma corrida anterior, ele poderá solicitar o mesmo moto-táxi através do seu número de registro.

Ao fim da corrida, o passageiro poderá avaliar o desempenho do profissional que o atendeu – pontuando de um à cinco a qualidade do serviço prestado. Entre as opções, o passageiro poderá avaliar o modo como o motoqueiro pilotou, sua cordialidade e a segurança. Para garantir que o sistema de avaliação seja utilizado para garantir o melhor serviço à população, motoqueiros que ficarem por dois meses consecutivos com apenas duas estrelas na avaliação terão seu cadastro excluído. O download do aplicativo pode ser realizado pela Google Play gratuitamente.

Com o VAI NA MOTO, o mototaxista não precisa mais perder um tempo valioso parado no ponto esperando novos clientes. Ele pode rodar a cidade toda e de uma corrida já ser chamado diretamente para outra. Para aderir ao cadastro de moto-táxis do aplicativo é preciso se dirigir até a Central de Cadastramento. Só serão cadastradas motos de placa vermelha. Pagando menos de R$1,00 por dia, com o VAI NA MOTO o mototaxista não precisa repassar nenhuma parte do lucro obtido com as corridas feitas pelo aplicativo. Basta pagar um valor fixo mensal de R$29,90.

O pagamento funciona como uma espécie de recarga. O mototaxista efetua a recarga em um dos pontos espalhados pelas cidades e estará apto a realizar corridas pelo aplicativo durante trinta dias, prazo de validade da recarga. O pagamento poderá ser feito nos pontos de recarga espalhados pelas cidades.. Os gestores do projeto esperam expandir os serviços oferecidos para as principais cidades do Rio Grande do Norte e, em breve, demais cidades brasileiras.

Os gestores do projeto esperam expandir os serviços oferecidos para as principais cidades do Rio Grande do Norte e, em breve, demais cidades brasileiras. Outras informações e os termos de uso estarão disponíveis no site: www.vainamoto.com.br.

Tags: moto
A+ A-