Leila Pinheiro e Roberto Menescal: a noite da Bossa Nova em Gostoso

Nicolau Frederico,

Na mesa da calçada do Empório Balica, na praça da praia da Xêpa, acompanhei o palco Gostoso Jazz, na noite desta sexta-feira (27) com os sons magníficos do pianista, compositor e arranjador Hamleto Stamato e o músico Paulinho Trompete. O ponto alto foi quando convidaram a cantora potiguar Dani Cruz para se unir a eles, depois de elogiarem a performance da artista que iniciou sua carreira profissional há quatro anos e que fez a apresentação dessa edição do Fest Bossa & Jazz Circuito 2016, em São Miguel do Gostoso.

Quem não ficou até o fim, quando já virava os ponteiros do relógio, perdeu o grande show que o guitarrista e cantor do jazz norte-americano, Willie Walker, uma verdadeira lenda do "soul music" ofereceu ao público presente, principalmente aos fãs do jazz. Com uma voz vibrante e os sons eletrizantes que tirava de sua guitarra, Willie deixa saudades. Após o show, retornou a Natal e seguiu para sua tournée pelo Brasil nesta curta temporada. Mas a virada da madrugada foi em uma jazz session na Quintal Pizzaria, ao lado da pracinha.

nicolau-h1

O sábado (28) começou às 10 horas com um "good morning jazz" na pracinha, já anunciando que a partir das 19 horas os músicos da "Bossa&Jazz Street Band" estarão novamente em cortejo pela cidade conclamando os moradores para mais uma rodada no palco Gostoso Jazz, com a segunda e última noite da programação. Enquanto isso, eram realizadas diversas oficinas e workshops no Centro de Cultura, sobre fotografia, gaita e construção de instrumentos musicais com recicláveis. 

No palco Gostoso Jazz

Quem abre a noite às 20 horas deste sábado é o guitarrista, cantor e compositor Diego Brasil, natural de Manaus e radicado em Natal. Começou a apresentar-se profissionalmente com apenas 15 anos. Munido de sua guitarra e seu belo timbre vocal, Diego ultrapassou as fronteira potigares e levou sua música à Noruega, Áustria, Dinamarca e Qatar. Comemorando 15 anos de carreira, Diego Brasil leva ao palco de São Miguel do Gostoso o show “Trilhas”.

Logo depois, apresenta-se a parceria entre a cantora e pianista paraense Leila Pinheiro e o compositor, produtor e guitarrista carioca Roberto Menescal. A amizade e a bossa nova uniu os dois na MPB e é antiga. Além do antológico LP “Benção Bossa Nova”, gravado por Leila em 1989 e com produção e arranjos de Menescal, a dupla lançou em 2007 o álbum “Agarradinhos”. Será um belo reencontro do duo, no repertório com as músicas mais representativas de suas carreiras e que ainda relembrará algumas canções desses dois primorosos álbuns.

nicolau-h2

Finalizando,  a banda potiguar Moby Dick apresenta o virtuoso,talentoso e pioneiro do blues no Brasil, o gaitista carioca Flávio Guimarães. A banda tem quatorze anos de estrada e carrega na bagagem inúmeros shows, 2 CDs e 1 DVD lançados. Com um repertório super dançante e eclético, o grupo explora diversas tendências musicais, indo desde os clássicos da velha guarda do rock n’ roll, passando por quase todas as suas vertentes e chegando até o country e o blues. A virada na madrugada termina em uma "jam session" no Spaço Mix, à beira-mar.

O Fest Bossa&Jazz Circuito 2016 em Gostoso termina neste domingo (29) com a apresentação dos participantes selecionados na oficina ministrada pelo músico/artesão Alexandre Ferro, às 10 horas, no Spaço Mix. Logo depois, às 12 horas, no mesmo local haverá a última "jam session" e o encerramento.

Acompanhe mais informações pelo site oficial http://www.festbossaejazz.com.br ou nas redes e midias sociais facebook/festbossaejazz, instagran/festbossaejazz e twitter/fbjoficial

Com informações da produção do Fest Bossa&Jazz Circuito 2016 e G7 Assessoria de Comunicação.

Tags: Bossa Nova
A+ A-