Urgente: precisamos de eleições, democráticas, para presidente da FNF

Edmo Sinedino,

Diante dos últimos fatos, coincidência da caótica entrevista-agressão de José Vanildo, presidente da FNF, e fim do Esporte Interativo, me perguto: o que fazer?

Eu mesmo respondo: Precisamos iniciar uma campanha exigindo uma ação do  Ministério Público, ou coisa parecida para que possamos ter, de novo, uma intervenção na FNF.

O que se passou na administração, também caótica de Nilson Gomes, alguns anos atrás, precisa ser repetida.

O futebol do RN precisa, de novo, de eleições para presidente, de mudança de estatuto, de devassa nas contas da entidade.

O nosso futebol precisa ser passado a limpo. Até para que o próprio presidente José Vanildo possa mostrar, se assim for, a lisura de sua gestão.

Esse processe precisa do envolvimento da imprensa, torcida e todos os segmentos do esporte mais popular.

Se não forem tomadas medidas urgentes, não tenho dúvida, em menos de dez anos não teremos mais futebol profissional no Rio Grande do Norte.


Tags: clubes eleicoes jose vanildo lisura ministerio publico
A+ A-