Tudo continua na mesma sob o comando de Tite

Edmo Sinedino,

A seleção brasileira continua como sempre. Tite assumiu e deu uma sacudidela, eu até pensei que viriam novos tempos, mas não.

As convocação de renovação após perda do Mundial, muito poucas.

Não quero desqualificar os que disputaram o Mundial, mas era preciso que um leque de testes fosse aberto, de verdade.

E pensei que, com Tite, as oportunidades para atletas que jogam no Brasil fossem aparecer. Outro engano.

A máxima de Parreira, que tristeza, ainda impera: os convocados têm que jogar na Europa. Pelo menos a grande maioria.

A repetição de nomes como Fred, Renato Augusto, Mianda, Roberto Firmino...

E o Fabinho que nem é titular no seu clube de origem. Não dá para entender.

Tags: fabinho miranda mudar renato augusto tite
A+ A-