Série B: Jogadores do Figueirense não entram em campo e equipe perde por WO

Edmo Sinedino,

Jogadores do Figueirense não entram em campo e equipe perde por WO. A paralisação do teve início na tarde da última sexta, quando os jogadores não se reapresentaram após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta em Florianópolis. A atitude se repetiu no fim de semana.

No domingo, por meio de nota, a diretoria afirmou que quitaria o salário CLT de julho e os dois meses de direitos de imagens em atraso no próximo dia 28 de agosto. Na sequência, os atletas rebateram o comunicado e exigiram o pagamento até esta terça – se não recebessem, não entrariam em campo, como de fato ocorreu.

Nota do clube

Minutos após o W.O. ser confirmado, a diretoria do Figueirense se pronunciou por meio de nota. Confira abaixo:

O Figueirense Futebol Clube comunica que a decisão de promover o W.O. na partida da Série B do Campeonato Brasileiro desta terça-feira, 20 de agosto, contra o Cuiabá, em Mato Grosso, é exclusiva dos jogadores profissionais relacionados para o confronto.

Vale ressaltar que a comissão técnica se apresentou normalmente para a disputa e o setor de logística do Alvinegro promoveu todos os procedimentos prévios para entrada em campo dos atletas.

O Figueirense agora fica sujeito a punições em duas frentes: pela CBF e pelo STJD. Como foi o primeiro W.O. do time, a punição será a derrota na tabela (por 3 a 0) e multas. Em caso de reincidência, o clube fica sujeito a ser excluído da competição.

Punição

Imediatamente, a CBF aplica as punições previstas no RGC (Regulamento Geral das Competições):

Derrota por 3 a 0 na partida

Multa de R$ 5 mil

Se o W.O. ocorresse num jogo como mandante, o Figueirense também perderia a renda da partida.

*Fonte: globoesporte/MT

Tags: campo greve jogadores punicao salarios
A+ A-