O destino do Arena das Dunas

Edmo Sinedino,

Não sou cego de guia. Não me deixo levar por qualquer promessa. Bem sei que o Machadão poderia ter sido reformado.

Acho que não era necessário demolir praças esportivas. Faltou transparência, e vergonha na cara, mas já foi.

E é hora de começarmos a cobrar os desígnios da nossa Arena das Dunas.

Temos a responsabilidade, como usuário, pagadores de impostos e não só de promessas, cobrar que o estádio caríssimo pago com nosso dinheiro não se transforme em "elefante branco".

E acho que isso não vai acontecer.

Não tenho complexo de vira-latas, não acho que nosso futebol seja tão pobre. E tenho certeza que não estamos condenados a públicos mínimos.

O futebol atravessa uma crise, o povo está fugindo dos estádios, deixando de amar seus clubes, mas isso tem jeito.

Basta que a sociedade cobre, saia às ruas e deixe de engolir as mentiras que a mídia financiada vive repetindo. O povo tem o poder de transformar,  de "virar a mesa".

Fico vendo as matérias de acertos de clubes com as arenas que são construídas e bem sei que também vamos entrar nessa.

Claro que vai surgir boas propostas para os nossos clubes.

Evidente que a OAS ou seja lá quem for vai precisar de nosso futebol. Vai ganhar com o nosso futebol, nossos clubes.

E se a empresa vai ganhar, os clubes também, isso é óbvio. E se houer roubalheira, sacanagem, estamos aqui para denunciar.

E vamos deixar de nos acharmos a pior porcaria do mundo.

Já não bastam a Veja, Estadão, Folga e toda essa maldita imprensa colocando o Brasil no terceiro mundo, enquanto lá fora a cotação verde amarela é altíssima.

Chega de Mirian Leitão, Arnaldo Jabor, Diogo Mainardi, Merval Pereira, Reinaldo Azevedo e toda essa corja sebosa que espuma contra o crescimento do Brasil.

Vamos ter nossa Arena das Dunas e belos espetáculos.

Eu acredito.

Claro, não acredito no resto, já que nossos gestores incompetentes deixaram passar a chance de um futuro, agora, entre seus dedos.

A+ A-