O ABC perdeu peças-chave; o que recebeu em troca?

Edmo Sinedino,

O ABC encerrou o ciclo de contratações para o Brasileiro da Série C. Vai dar? O plantel dará a resposta que todos esperam, ou seja, a conquista do acesso à Série B?

Difícil dizer, mas não tenho muita esperança, tomara que esteja enganado, e longe de mim a intenção de maus presságios, já chega o América de Ney da Mata.

O meu raciocínio é em cima da lógica. O ABC perdeu Matheus. Trouxe Leandrão. Veio outro que ainda não jogou, tem o Maxweel que nunca aprovou de verdade, e agora o Leandro Cearense que está sem jogar desde fevereiro.

O ABC contrarou Wallyson para ser a referência na Série C e Copa do Nordeste. Uma merreca a mais, um contrato mal feito, e o clube perdeu o atacante para o Vitória por míseros R$ 100 mil. Veio quem? Luan. Atacante que alterna bons jogos e outros sumidos.

Depois, por último, talvez, taticamente a mais importante peça do tabuleiro de Ranielle Ribeiro: Fessin. Meia canhoto, habilidoso, dez nato ou meia de chegada.

Fessin foi embora numa venda dividida em "duzentas" vezes. Quem veio para ocupar o lugar do craque, sim, o craque absoluto do time? Leomir, agora, um jogador apenas regular.

Por isso, digo, repito, espero estar errado, que o time, bom, que o ABC tem resolva esse problema, mas acho muito pouco provável.

Jogadores jovens que viriam do Corinthians Paulista não mais. Claro, já sabia, essas "parcerias" malhadas de "mão única", bom somente para eles.

E se o ABC não conseguir seu objetivo?


Tags: abc corinthians fessin matheus wallyson
A+ A-