Fernando Suassuna faz pronunciamento à Frasqueira

Edmo Sinedino,

O pronunciamento de Fernando Suassuna, presidente do ABC. Se não assumiu os erros de maneira mais direta, pelo menos deixou escapar nas "entrelinhas". Senti que ele carregou nas tintas quando falou no segundo treinador, no caso o Sérgio Soares, sem dúvida, uma passagem horrorosa.

Ele não citou Giscard Salton. O maior erro da diretoria para mim, a sua manutenção. Digo em alto e bom som porque já havia destacado várias e várias vezes na rádio, tevê e escrito aqui no meu blog. Pelo seu histórico de contratações equivocadas, Salton não poderia ter continuado no clube.

Depois, o absurdo da demissão de Ranielle Ribeiro. Mas esse equívoco, pressionado por imprensa, torcida, enfim, todos cometeriam. O treinador potiguar foi omisso, seu único pecado, ao deixar Salton comandar as aquisições. Tenho certeza que os atletas que ele queria, de verdade, não lhe foram dados.

Apontar na direção dos "mais fracos", treinadores e jogadores, chega a ser vegonhoso, mas, infelizmente, no afã de proteger dirigentes, muita gente comete esse erro. É insando, chega a ser, isentar a diretoria executiva de culpa pelo rebaixamento do ABC.

Voltando a Suassuna, ele afirma que tudo foi feito para que o clube tivesse sucesso, acredito, mas não aconteceu. Um pouco mais de experiência e se tivesse mais gente do mundo da bola ao seu lado talvez as coisas fossem diferentes.

Enfim, passado. O ABC ainda deve tentar o Tapetão, última esperança. Não acredito que resulte em algo positivo. O certo é fazer o que ele apregoou no final do pronunciamento, investir em modernidade, enxugamento de folha, dispensar gente sem futuro (ele não disse isso, mas eu digo) e colocar o clube nos trilhos.

O presidente tem a missão de identificar quem pode lhe ajudar nessa hora e começar uma reformulação. Muita gente boa e confiável fazendo parte do Conselho Deliberativo, do quadro geral de conselheiros, é só identificar e pedir ajuda.


Tags: abc erros rebaixamento salton suassuna
A+ A-