ABC vence o Sampaio Corrêa e sobre para a segunda posição

Edmo Sinedino,

roidrigoSAM_09O ABC venceu o Sampaio Corrêa, 1 a 0, gol de Rodrigo Rodrigues, e pulou da quinta para a segunda colocação do Grupo B da Copa do Nordeste, em partida realizada na noite desta quinta-feira (14), no Estádio Castelão, em São Luís. 

O time potiguar ainda pode ser ultrapassado pelo Botafogo, mas termina a rodada na faixa de classificação, pelo menos na terceira posição.

E o jogo? Da mesmíssima forma de quem tem sido o alvinegro constantemente. Mal, sem criatividade, aceitando o domínio imposto pelo adversário limitado. Assim, não tem como dizer coisas diferentes. Valeu pelos três pontos, sim, mas não dá para encobrir os erros repetidos do grupo.

Durante toda a partida Ranielle segurou cinco jogadores numa segunda linha, muitas vezes até seis, pois o Rodrigo voltava também para fechar os espaços. E quando tinha a posse da pelota, o que fazia? Nada. Na base do bicão para a frente os alvinegros se livravam da bola e lá vem mais ataque do Sampaio. Sorte que o time maranhense é muito fraco, não por menos que ainda não venceu na competição.

Não entendo, gostaria, mas não entendo a forma de jogar do ABC. Quem articula? Joilson, segundo ou terceiro volante. Anderson Pedra não marca ninguém, Guedes está indo quase no mesmo caminho e a defensiva do ABC, a exemplo de outras jornadas, sofre na maioria da vezes sendo atacado por um número maior de jogadores.

Impressionante como não se percebe essa obviedade. Anderson Pedra permaneceu em campo - Joilson saiu cansado, Valdemir extenuado, Rodrigo Rodrigues não se aguentava em pé -, tudo isso porque a marcação do meio-campo, principalmente Pedra e Guedes, não consegue fechar os espaços, e acaba por sobrecarregar todo mundo.

No comecinho do segundo tempo aconteceu uma pequena melhora do time alvinegro. Um pouco mais de qualidade de passe, um pouquinho mais de coragem de sair para o jogo, de tentar algo mais produtivo, e o ABC teria marcado o segundo gol, respirado, mas daí a pouco já volta ao encolhimento natural que tem sido a tônica.

Várias faltas cometidas muito próximas à área, e o ABC atuou quase todo o segundo tempo sob risco de tomar o gol de empate. Chance de gol criada no segundo tempo,  chute a gol? Sinceramente, não lembro nenhuma.

Destaques do ABC: Maurício e Evandro, na defesa; Joilson no meio-campo e só. Anderson, Rodrigo e Éder poderiam te participado bem mais se a bola chegasse. Edson nem foi muito incomodado, mas mostrou suas qualidades em pelo menos dois lances.

Entraram Sagredo no lugar de Éder, Adrian para Joilson e Yan para Valdemir.

No final, uma vitória importante, no entanto, mais uma atuação, tecnicamente, decepcionante.

Um forte desentendimento entre Sagredo e Evandro marcou o finalzinho do confronto. Em lance na lateral, claramente, Evandro reclamou do chileno por não mostrar garra e não lutar pela posse de bola. No final da partida, os dois chegaram a se estranhar e se encarar, até que chegou a turma da separação. Certamente, no vestiário, Ranielle deve ter tomado alguma posição.

PS: o lance do gol. Joilson faz ótimo e longo lançamento para Evandro. O ala vai à linha de fundo e cruza no chão para Rodrigo chegar e marcar ainda no primeiro tempo.

*Foto: Andrei Torres/ABC FC
Tags: abc copa do nordeste joilson sagredo sampaio
A+ A-