A tristeza de Audálio

Edmo Sinedino,

Muito triste você constarar a situação de profissionais do, vmaos dizer assim, "mundo pobre da bola". Esse episódio do Audálio, sua declaração triste escancara esse lado do futebol que pouca gente acompanha ou se importa.

Se os jovens que sonham em jogar futebol pudessem ser avisados, e tomar consciência plena do que é a vida de jogador profissional talvez não houvesse tantos casos como, por exemplo, do ex-jogador do Vasco, Valdiran.

Audálio jogou em Natal, sempre foi um profissional de muita correção, um atleta super dedicado e bom jogador, além de ser um cara sempre de astral muito elevado, o que, nesse momento, é impossível manter.

Espero que a direção do Ríver cumpra com seus compromissos e possa honrar os pagamentos de seus atletas. Nesses casos, acho eu, deveria ter uma lei que obrigasse essa milionária CBF ajudar os clubes e os envolvidos.


Tags: audalio cbf river tristeza
A+ A-