A corja discriminatória sempre "espumando" contra o técnico Diá

Edmo Sinedino,

Apareceram, soube, algumas montagens falsas envolvendo minha imagem. Numa delas eu garantindo, dando como certa a contratação do treinador Francisco Diá para a vaga de Ranielle Ribeiro. Falso, claro.

Na outra montagem, mal feita e canalha, coisa de vermes repulsivos que vivem para plantar o mal, eu afirmando que o mesmo Diá teria dito que o ABC era uma "porcaria". Outra invenção.

Sempre que o nome de Francisco Diá surge em lista como cotado a ser treinador, de ABC, América, ou qualquer equipe potiguar, essa turba do mal, da inveja, da insanidade se manifesta.

Atacam a reputação do treinador, veiculam porcarias de vídeos e inventam as maiores canalhices contra ele. Coisa de medíocres analfabetos, recalcados, sujeitos perdedores que morrem de inveja do sucesso de outros.

Não afirmei nada sobre Diá, disse apenas o que ouvi do executivo de futebol do ABC, Giscard Salton, e do vice de futebol, Bira Marques, de que ele era um dos nomes postos na mesa.

No dia seguinte, talvez, justamente por essa grita de insanos, evitando problemas, temendo algum tipo de rejeição, Fernando Suassuna declarou que ele fora descartado.

Para mim, fraqueza do presidente, eu não diria nada, deixaria que essa corja de pseudos-torcedores se mordessem até o anúncio do nome confirmado.

A pobreza de nosso futebol - dirigentes, imprensa e parte de torcedores - e para nossa sorte eles nunca serão maioria, pois não pensam, só destilam ódio e burrice.

E quando me colocam no meio, vocês que me acompanham já devem saber, entra o componente político, certamente são eleitores do abominável que está tentando acabar com o Brasil.

Tags: abc corja dementes dia francisco torcedores
A+ A-