Segundona: Centenário vence o Parnamirim de 3 a 0

Edmo Sinedino,

Jogando no Estádio Frasqueirão, o Centenário venceu o Parnamirim por 3 a 0. Os gol da partida foram marcados por Henrique (2) e Gabriel Maceió. O jogo foi válido pela 2ª rodada do Campeonato Potiguar da Série B e com o resultado, a equipe de Parelhas assumiu a liderança do grupo l da competição.

O Azulão do Seridó assumiu as ações ofensivas do jogo, fez dois gols e não deixou o Parnamirim chegar ao ataque no primeiro tempo. Já na segunda etapa, o Centenário tirou um pouco o pé do acelerador e a equipe da região metropolitana de Natal conseguiu criar boas chances, porém o goleiro da equipe de Parelhas, Flávio, quando foi acionado, fez belas defesas. A partida terminou e o placar ficou de 3 a 0 para o Centenário.

Na próxima rodada, a terceira, o Centenário enfrenta o Alecrim no domingo (13), às 15h, no Estádio Nazarenão. Enquanto que o Parnamirim é quem descansa.

Foto: Iuri Seabra / FNF



Náutico empata no Castelão e conquista o título da Série C

Edmo Sinedino,

Três nordestinos na Série B de 2020, um nordestino campeão da Série C de 2019. Clube Náutico Capíbaribe que, desde a chegada do treinador Gilmar Dal Pozzo, ainda na fase de classificação, cresceu de produção e foi se solidificando como candidato ao acesso, primeiro objetivo conquistado, e depois o título, obtido hoje em São Luís, no empate de 2 a 2, diante do Sampaio Corrêa.

O Timbu usou a vantagem adquirida no jogo de ida (vitória por 3 a 1), aproveitou duas falhas cruciais na defesa do Sampaio Corrêa e levantou a taça da competição em pleno Castelão, com empate em 2 a 2. Para a Bolívia Querida, Everton e Salatiel marcaram. Pelo lado do Timbu, Álvaro e Matheus Carvalho fecharam a conta. Este é o primeiro título nacional do Alvirrubro.

Vale lembrar que o time do Náutico utilizou, de verdade, em seu plantel campeão nada menos que doze jogadores oriundos da base, em 2018 esse número chegou a quinze, mas agora na campanha vitoriosa, nada menos que quatros deles são titulares absolutos - Jefferson, Hereda, Diego Silva e Thiago. Quem sabe, o exempo do Náutico possa ser seguido de verdade pelos clubes potiguares an temporada que se avizinha.



Flamengo vence e estabelece novo recorde no Brasileiro de pontos corridos

Edmo Sinedino,

Iniciando o nosso bate-papo de rodada do final de semana do Brasileirão. Quem diria que o Vasco, tripudiado no começo do campeonato, daria um show de bola sobre o bicho papão Santos, do festejado Sampaolli, sábado, em São Januário. Olha o ressurgimento de Luxa aí! Mas o Santos venceu, gente, 1 a 0, numa das grandes injustiças do futebol.

O Vasco dominou, perdeu pênalti, criou várias situações de gols e tomou um num dos poucos lances de ataque do Santos. Foi o Vasco que cresceu ou o Santos que caiu. Sim, sim, o Santos não é o mesmo, mas o Vasco é outro time, certamente.

Luxa vai ajustando veteranos com garotos, Marcos Júnior, Pycachu, Thales Magno, entre outros. O Vasco tocando a bola, com posse, sem aperto, sem bombão, sem rifar a pelota. Sim, sim, e sem risco de rebaixamento, quase tenho certeza disso.

Santos é terceiro com 44, Vasco está na 13ª posição com 24 pontos.

Também no sábado, oO São Paulo foi melhor que o Fortaleza o tempo todo, mas ineficiente como ataque. Aliás, o mal de vários times do futebol brasileiro, atacam mal, criam pouco, são previsíveis. Mesmo assim, o tricolor poderia ter vencido com um placar bem mais folgado. Chegou à vitória com gols de Pablo e Igor Gomes, este no fim, enquanto Wellington Paulista, de pênalti, chegou a empatar para o Leão no fim do primeiro tempo, quase mudando a história da partida. Duelo marcou o reencontro da torcida do São Paulo com o ídolo Rogério Ceni.

O resultado mantém o São Paulo na cola do G-4, agora com 39 pontos, em perseguição aos rivais Santos e Corinthians. O Fortaleza, que vive reinício com Ceni após demissão de Zé Ricardo, continua com 25 pontos, ainda preocupado com a zona de rebaixamento.

Grêmio e Corinthians. O tricolor gaúcho jogou bem melhor, quer dizer, procurar jogar, o Corinthains, de poucos recursos técnicos na criação, chegava sem muito perigo.  A força de taque do Imortal esbarrou nas boas defesas do goleiro Cássio e falta de um ajuste maior dos atacantes nos, chamados, último passe e conclusão. Empate injusto, sábado, na Arena do Grêmio, o Imortal merecia sim a vitória e a gente fica se perguntando como o Timão conseguiu chegar na quarta colocação. Futebol de baixa qualidade, a resposta.

O ponto somado mantém o Grêmio na oitava colocação, com 35 pontos. o Corinthians segue no G-4, em quarto, com 42.

Bahia perde em casa para o Athletico/PR. Todo mundo, claro, pensa logo em encher a bola do Furacão, mas a coisa não foi bem assim. O time baiano esbarrou, por três vezes, na trave do visitante que, num contra-ataque, marcou seu gol de abertura com Cirino. O duelo na mesma toada, Bahia pressionando e os paranaenses na defesa. Um novo ataque, 2 a 0, desta vez Léo Cittadini. Bahia diminuiu com Fernandão, pressionou, mas aí, foi o Athlético qu acordou e por duas vezes esteve perto de marcar o terceiro. Final, acho que justo.

Com a vitória, o Athletico chegou a 34 pontos e se manteve na 9ª posição. O Bahia segue com 38, mas caiu para o 7º lugar, já que o São Paulo venceu na rodada, jogo também realizado no sábado.

O Cruzeiro precisou, é bem verdade, da ajuda do árbitro para empatar a partida diante do Internacional,  quando estava quase morto em campo, diante de sua torcida, no sábado, no Mineirão. Um time sem alma, sem jogadas, sem iniciativa, enfrentando um Internacional também sem brilho, mas criou algumas situações e numa bela, rara, jogada, Nonato abriu o placar. O pênalti marcado para o time azul não existiu e houve uma forçada de barra dos assistentes do VAR. Erro grave. No segundo tempo, o Cruzeiro acordou, dominou, quase vira a partida, e acho até que merecia.

Já são seis jogos seguidos do Cruzeiro sem vitória no Brasileirão. Essa sequência, que já custou o cargo do técnico Rogério Ceni, está agora nas mãos de Abel Braga. Com o novo treinador, são dois jogos, com uma derrota e um empate.

Com o resultado, o Inter está na sexta colocação, com 38 pontos, enquanto o Cruzeiro, em jejum, continua na zona de rebaixamento, em 17º, com 20 pontos.

Jogos de domingo

Chapecoense e Flamengo se encontram. Líder contra o lanterninha, na Arena Condá. E o que se viu em campo foi o retrato fiel da tabela. O rubro-negro carioca mostrando seu melhor futebol, e mesmo sem forçar muito, poderia ter vencido com uma boa margem de gols. Bruno Henrique marcou de cabeça, tento que gerou polêmica, mas foi legal, e antes já havia acertado a trave com o mesmo Bruno, entre outros lances de perigo. A Chape só incomodou em dois contra-ataques. Mesmo sem De Arrascaeta e Filipe Luís, machucados, e Gabriel, suspenso, o time carioca repetiu boas atuações e qualidade de sempre.

O Flamengo chegou a 52 pontos em 23 rodadas. É o recorde da história do sistema de pontos corridos, que passou a ser utilizado em 2003. Antes, a maior marca era de 50 pontos e pertencia a São Paulo (2007), Fluminense (2012), Cruzeiro (2013) e Corinthians (2015 e 2017). Todos acabaram conquistando o título nos respectivos anos dos recordes. A Chapecoense permanece na lanterna da competição, com 15 pontos.

Palmeiras 1 x 1 Atlético Mineiro. Um jogo bom, intenso. O Galo fez um ótimo primeiro tempo, abriu o placar com Nathan, em linda jogada, poderia ter ampliado, e deveria ter tirado um melhor proveito dos protestos da torcida verde que irritou alguns jogadores na sua Arena. No segundo tempo, mineiros cometeram o mesmo erro que quase todos os times que saem na frente, se encolheu demais, pretendeu garantir resultado cedo demais. O Palmeiras tomou conta da partida, empatou com Dudu, em belo lance de tabela com Scarpa, mas ficou nisso. No intervalo e no final na Arena Palmeiras, torcida vaiando jogadores e criticando dirigentes.

Palmeiras é segundo colocado com cinco pontos de diferença para o líder Flamengo. Já o Galo mineiro ocupa a 11ª, com 31.

Ceará 0 x 1 Goiás. Que doideira esse futebol. Um time que soma agora nove jogos sem vencer, e acho que desses nove pelo menos seis foram injustos, somados ao de hoje, no Castelão, contra os goianos que, sem merecer, contrário do normal, vêm vencendo seus adversários. O time verde foi uma vez ao ataque e marcou seu gol. O Vovô teve umas cinco chances claras, mais uma dezena de situações de gols, e um pênalti perdido. Se bem que o pênalti foi absolutamente mandrake, e confirmado no VAR. Que absurdo.

O Ceará namora com a zona de risco, na 16ª colocação, com 23 pontos, o Goiás, que me parecia candidato sério ao descenso, numa incrível reação, soma 33 pontos, em décimo lugar.

Botafogo 0 x 1 Fluminense. Venceu no Engenhão quem fez um pouco mais, só um pouco. As duas equipes cariocas desfilam um futebol de pouco brilho, de pouca determinação e garra. Não surpreende os tropeços seguidos e as más colocações de ambos. O tricolor um pouco melhor, pois ainda dispõe de alguns jogadores que podem, deviam mais, fazer a diferença. Não sei se falta treinador aos dois. Para mim, o erro do tricolor foi ter demitido Fernando Diniz, hoje no São Paulo. O gol do tricolor, no primeiro tempo, foi de Yony Gonzáles.

Com a vitória, o Fluminense se afastou uma posição da zona do rebaixamento, está em 15º lugar e tem 25 pontos. Já o Botafogo está em 12º, com 27 pontos. O Cruzeiro, primeiro time do Z-4, tem 20 pontos. Ainda correm riscos, sem dúvida.

Eu já ia dizer que foi mais um pênalti mandrake, mas houve o empurrão. No confronto direto contra o rebaixamento, o CSA levou a melhor e venceu o Avaí na noite deste domingo, por 3 a 1, em Alagoas, em duelo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida fraca, de pouco lances de qualidade, reproduzindo, também, o que nos conta a tabela de classificação . Ricardo Bueno, Jonatan Gómez e Apodi marcaram os gols do triunfo e que aumentaram a esperança da equipe de Argel Fucks na caminhada contra a queda. Eu não acredito que consiga, a não ser equipes bem melhores como Ceará, Fortaleza, Fluminense, Botafogo e Cruzeiro continuem em crise. No lado azurra, Jonathan deixou a sua marca, mas saiu de campo lamentando o resultado ruim para o time de Santa Catarina, que não mostra reação.

Com o resultado, o CSA soma os três pontos, chega aos 22 e termina a rodada em 17º, a um ponto do Ceará, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Do outro lado, o Avaí mantém os 16 pontos e amarga a vice-lanterna do Brasileirão.



A "joia rara" do Palmeiras descoberto em Assu por João Quebra-Osso

Edmo Sinedino,

veron23_09Gabriel Veron (na foto com a taça), 17 anos, natural de Assu, campeão da Copa do Brasil em duas categorias pelo Palmeiras - Sub 20 e Sub 17. Figurinha certa na seleção brasileira que disputa o Mundial, que será realizado em outubro, em Goiânia e Brasília.

Não fosse a "garimpagem" de João Quebra-Osso e Lupércio Segundo, empresários sócios da Brazil Sports que comanda a equipe do Santa Cruz de Natal, talvez Gabriel Veron ainda estivesse batendo peladas no Vale do Assu.

O jogador, artilheiro do Palmeias, é tratado como joia rara no clube e se tornou um dos garotos mais valorizados do clube. Gabriel será titular da seleção Sub 17 do Brasil, na Copa do Mundo Sub 17. A estreia será no dia 26 de outubro, em Brasília, contra o Canadá, no Estádio Bezerrão. 

Fotos: Divulgação/Equipe de comunicação do Palmeiras

veron234_09



ABC anuncia os três primeiros reforços para 2020

Edmo Sinedino,

Valderrama, volante, que subiu com o treinador Francisco Diá das bases do Sampaio Corrêa, depois atuou no Atlético/GO e futebol carioca, o goleiro Wagner Coradin e o zagueiro Richardson, são os primeiros nomes contratados sob indicação do novo comandante técnico do ABC.

A semana que vem, segundo ainda o próprio Diá, mais alguns reforços serão anunciados, pois foram enviados alguns pré-contratos e outros acertos estão em andamento. Também deve ser anunciado um gerente de futebol que vai trabalhar lado a lado com a comissão técnica.

Essa semana, o garoto Wenderson, volante, elogiado pelo novo treinador, acertou a renovação de seu vínculo. O atacante Anderson, que disputa a segunda divisão pelo Alecrim, também deve retornar ao alvinegro e alguns valores da base vão fazer parte do plantel.

O ídolo Wallyson já demonstrou sua intenção de continuar no clube para 2020. Dedicando-se, trabalhando muito, o atacante espera dar alegrias à Fraqueira e compensar o péssimo ano de 2019.



Goleadas na largada do "Estadual" Sub 17

Edmo Sinedino,

americ17_09"CHUVA DE GOLS" NA PRIMEIRA RODADA DO CAMPEONATO POTIGUAR SUB-17

Com destaque para a goleada do Riachuelo sobre o Atlético Potengi, por 6 a 0

A primeira rodada do Campeonato Potiguar Sub-17 aconteceu nesta quinta-feira (3), com quatro jogos disputados. Todos os confrontos aconteceram no Estádio Juvenal Lamartine, em Natal.

A rodada teve início pela manhã, com a vitória do Monte Líbano sobre o Comercial, por 5 a 1. Na sequência, Alecrim e Cruzeiro se enfrentaram e o Verdão acabou vencendo por 3 a 0. No turno da tarde, Riachuelo e Atlético Potengi protagonizaram um duelo com seis gols, e quem se deu melhor foi a equipe da Marinha, o Riachuelo, que venceu por 6 a 0. Encerrando a rodada, o América jogou diante do Natal F.C e conquistou a vitória por 3 a 0 (foto). 

Foto: Canindé Pereira / América



América Mineiro vence o CRB com um gol do potiguar Ricardo Silva

Edmo Sinedino,

Impressionante a recuperação do América Mineiro na Série B do Brasileiro. Depois de um começo em que esteve até na última colocação, o Coelho iniciou um processo de recuperação e hoje ocupa a quinta colocação, atrás do CRB pelo número de vitórtias, mas com os mesmos 38 pontos.

O gol da  vitória da equipe mineira foi do zagueiro potiguar Ricardo Silva, que faz uma grande campanha. O CRB, melhor visitante, não conseguiu furar o bloqueio, desta vez, da equipe mandante.

Em jogos ja realizados desta rodada, o Guarani. em Campinas,  venceu o vice-líder Atlético/GO de 2 a 0, e Vila Nova e Criciúma empataram de 1 a 1, em Goiânia.

Bragantino, Atlético/GO, Sport e CRB formam o G4 da competição. Na parte de baixo da tabela, figuram Vitória, Criciúma, São Bento e Figueirense nesta ordem decrescente de posição.



Vasco e Corinthians vencem, fora de casa, em jogos atrasados da 21ª rodada

Edmo Sinedino,

Os dois jogos de ontem, não comentei aqui pois estava concentrado no superjogo Grêmio x Flamengo. O Vasco venceu o Atlético Mineiro no Independência, o gol da vitória, golaço, foi marcado pelo nosso conhecido Marcos Júnior.

O Galo saiu na frente com Otero, os cariocas empataram com Rossi, cobrando pênalti, e Marcos Júnior, que havia entrado no intervalo, na vaga de Andrey, fez 2 a1.

E o jogo. Muito igual. Diria até que o Vasco criou mais situações de gols.

O Corinthians venceu a Chape na Arena Condá, na outra partida adiada da 21ª rodada. Danilo Avelar, de cabeça, fez o gol da vitória do Timão.]

O Corinthians dominou, jogou melhor, quase todo o tempo, mas, infelizmente tem essa repetição vergonhosa do futebol do Brasil, se encolheu para garantir o magro 1 a 0, e se não fosse duas ou três defesas milagrosas do Cássio poderia até ter tomado uma virada



Wenderson renova contrato com o ABC

Edmo Sinedino,

A renovação de Wenderson deve ter tido o "dedo" do treinador Francisco Diá que, em conversa, elogiou o jovem valor, deixando claro que quer contar com ele para o Estadual.

Wenderson acerta detalhes e renova contrato com o ABC

Boa notícia! O volante Wenderson, destaque das categorias de base do alvinegro, integrado ao elenco principal na atual temporada, acertou a renovação de contrato com o Clube do Povo até 2022.

Wenderson, que tinha contrato até dezembro deste ano, conversou com o presidente Fernando Suassuna e com o gerente de futebol, Cleber Romualdo, acertou todos os detalhes e prorrogou o seu vínculo até 31 de dezembro de 2022.

“Estou muito feliz. Todo jogador da base tem esse sonho de atuar no profissional, esse ano tive a oportunidade de jogar, de mostrar o meu futebol, e acredito que pude corresponder bem. Agradeço ao ABC por confiar no meu potencial e vou dar cada vez mais o meu melhor para ajudar o clube”, destacou Wenderson.

O defensor fez 12 jogos na equipe profissional em 2019, alguns como lateral-direito e outros em sua posição, como volante, e em vários deles como titular.



CBF estende o calendário da Série D; futebol do RN agradece

Edmo Sinedino,

Uma coisa a comemorar, nós, futebol pobre, combalido, fundo do poço, como nossas equipes na Série D do Brasileiro. Pelo menos a nossa quarta divisão teve seu período de disputar estendido, a competição passa de 16 para 26 datas. O início será no dia 3 de maio e a final em 22 de novembro.

Menos tempo sem futebol, essa é a perspectiva, esperando, e torcendo muito, para que nossas equipes consigam chegar até o final da competição e com o acesso assegurado.

Veja abaixo:

CBF publica calendário de 2020 com Datas FIFA livres

Temporada vai de 22/1 a 6/12 e contempla as competições CBF e os estaduais. Calendários de categorias de base e futebol feminino serão divulgados no fim do mês

Calendário do Futebol Brasileiro 2020

A CBF publica nesta quinta-feira, 3, o calendário de competições profissionais masculinas para o ano de 2020. A temporada irá de 22 de janeiro a 6 de dezembro e contempla as competições coordenadas pela CBF, além dos campeonatos estaduais e competições continentais. Os calendários do futebol de base e do futebol feminino serão divulgados até o final do mês.

– Assumimos o compromisso de aperfeiçoar cada vez mais o calendário do futebol brasileiro e estamos fazendo isso com diálogo e com firmeza de objetivos. Com isso, ganham todos: clubes, federações e a Seleção Brasileira – afirma o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

O calendário 2020 apresenta mudanças importantes, que vão desde a paralisação das competições nas Datas FIFA, até a introdução de uma nova competição, a Supercopa do Brasil, reunindo os campeões da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro deste ano.

– Conseguimos definitivamente liberar as Datas FIFA, para que partidas de clubes e Seleção não se sobreponham. Não podemos concorrer com nós mesmos – ressalta Rogério Caboclo.

– Importante registrar que temos a responsabilidade de acomodar em datas ao longo do ano todos os compromissos contratuais assumidos pelos clubes. É uma construção complexa para conciliar Datas FIFA, competições continentais, competições nacionais e os campeonatos estaduais – afirma Manoel Flores, Diretor de Competições da CBF.

Como funciona a confecção do calendário

A definição dos períodos e datas do calendário oficial passa por três etapas:

1- Inicialmente a FIFA marca suas 10 datas reservadas para jogos de seleções nacionais.

2- Depois, a Confederação Sul-Americana assinala as 20 datas destinadas às competições continentais que estão sob sua coordenação.

3- E, por fim, nas datas remanescentes, a CBF insere as competições sob a sua tutela, além de definir o período destinado aos estaduais.

Vale lembrar que todas essas competições estão sob contratos vigentes, com os adquirentes de direitos, de onde se extraem o numero de rodadas necessárias para cada competição.

– Com a compreensão das Federações Estaduais e a flexibilidade por parte da CONMEBOL, reduzimos o número de datas utilizadas por campeonatos estaduais, Copa Libertadores da América e Copa Sul-Americana, abrindo espaço para que as Datas FIFA não tenham nenhum conflito com as competições nacionais – explica Manoel Flores.

Datas FIFA

As Datas FIFA de 2020 estão livres de jogos do calendário nacional. Serão 10 jogos de seleções espalhadas em cinco períodos, compreendidos entre março e novembro. No caso das seleções sul-americanas, serão oito jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar (março, setembro, outubro e novembro) e dois jogos amistosos preparatórios para a disputa da Copa América (junho).

Férias e pré-temporada

As férias irão ocorrer de 9 de dezembro de 2019 a 7 de janeiro de 2020, totalizando os 30 dias previstos na legislação. A pré-temporada poderá ser realizada até o início das competições estaduais, ou seja, de 8 a 21 de janeiro de 2020.

Primeiro título em jogo

A Supercopa do Brasil, a ser disputada entre os campeões da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro de 2019, será o primeiro título em disputa na temporada. O jogo acontecerá no dia 19 de janeiro, em local a ser anunciado, como última data da pré-temporada.

Calendário dos Estaduais

Os campeonatos estaduais passarão a ter no máximo 16 datas disponíveis para 2020, compreendidas no período entre 22 de janeiro e 26 de abril. Em trabalho conjunto com as Federações, a CBF vem gradativamente adaptando o número de datas destas competições, imprescindíveis ao desenvolvimento do futebol brasileiro. De 2017 a 2019 foram utilizadas 18 datas. E para 2020, estão previstas no máximo 16 .

Série A

A Série A do Campeonato Brasileiro de 2020 tem seu início marcado para o dia 3 de maio, estendendo-se até o dia 6 de dezembro. Será disputado no atual formato, em pontos corridos ao longo de 38 rodadas.

Série B

A segunda divisão do Campeonato Brasileiro irá de 2 de maio a 28 de novembro, continuando em sistema de pontos corridos e dando acesso a quatro equipes para a Série A do ano seguinte.

Série C

Mais uma divisão que tem seu formato consolidado, com fase classificatória e a fase de jogos eliminatórios. Inicia no dia 3 de maio e vai até 8 de novembro. As quatro equipes que alcançarem a fase semifinal do campeonato ascendem à Série B de 2021.

Série D estendida

O calendário de 2020 contempla uma reivindicação de clubes da Série D, que era o aumento do número de datas da competição. A competição passa a ser disputada por 64 clubes, em sua fase principal, sendo precedida por uma fase preliminar que movimentará oito clubes.

Estes serão divididos em oito chaves, com jogos de ida e volta. Os quatro melhores de cada grupo se classificam para a segunda fase, totalizando 32. Estes se enfrentam em confrontos eliminatórios até a definição do campeão.

Desta forma, a competição passa de 16 para 26 datas. O início será no dia 3 de maio e a final em 22 de novembro.

Copa do Brasil

As oito fases da Copa do Brasil serão distribuídas em 19 datas, de 5 de fevereiro a 16 de setembro. Os clubes participantes da Libertadores entrarão a partir das oitavas de final, como tem ocorrido desde 2013. Um grande acerto deste ano será consolidado: as finais da Copa do Brasil foram antecipadas para setembro, a fim de evitar conflito com a fase decisiva do Campeonato Brasileiro e das copas continentais.

Fonte: site da CBF


Filipe Luís e De Arrascaeta fora da disputa da Libertadores

Edmo Sinedino,

O lateral-esquerdo Filipe Luís e o meio-campista Arrascaeta desfalcam o Flamengo no jogo de volta das semifinais da Libertadores contra o Grêmio no dia 23. Ambos sofreram lesões no joelho esquerdo no empate na Arena na quarta-feira (2).

 O problema do uruguaio foi no ligamento colateral medial e no menisco medial. O lateral teve contusão no ligamento colateral lateral.

Segundo José Luiz Runco, ex-médico da Seleção em cinco Copas do Mundo e que também trabalhou no Flamengo, as contusões ocorreram em ligamentos importantes.

— O colateral é um ligamento essencial no joelho. Um deles (Arrascaeta), teve uma lesão associada no menisco. Esse tipo de contusão ocorre quando o joelho é forçado demais — afirmou o médico.

O uruguaio passará por artroscopia nesta sexta-feira (4), já o ala Filipe Luís começa tratamento conservaador, mas os dois são desfalques certos nos próximos jogos.



Leonardo Bezerra, presidente, confirma nome do técnico e executivo de futebol

Edmo Sinedino,

presidente23_09A noite desta quarta-feira (2) ficou marcada pela aclamação da chapa composta por Leonardo Bezerra e Ricardo Valério, presidente e vice respectivamente, que conduzirão o Alvirrubro no biênio 2020/2021.

Logo após a confirmação da eleição, em seu primeiro pronunciamento, Leonardo Bezerra connfirmou o nome do treinador Waguinho Dias, que já era dado como certo, assim com o executivo de futebol, Luciano Mancha.

Veja abaixo:

Leonardo Bezerra e Ricardo Valério conduzirão o América no biênio 2020/2021

O América Futebol Clube tem um novo mandatário para o biênio 2020/2021, trata-se de Leonardo Luiz Gonçalves Bezerra, 39 anos, que terá como vice-presidente, Ricardo Valério Costa Menezes. 63 anos. Ambos fizeram parte da diretoria de Eduardo Rocha, presidente de deixa o Alvirrubro com calendário cheio para a próxima temporada.

Empresário no ramo de farmácias de manipulação, Leonardo Bezerra esteve no último ano ocupando o cargo de Diretor de Futebol do Alvirrubro. entre os anos de 2012 e 2014, esteve a frente das Categorias de Base como vice-presidente. Entre 2017 e 2018, esteve vice-presidente de futebol e em 2019, Diretor de Futebol nos mandatos de José Rocha - de forma interina - e Eduardo Rocha.

O economista Ricardo Valério assumiu posto diretivo no clube em 2018 ao aceitar o cargo de Diretor Comercial e ajudar a tocar a inauguração da Arena América, sonho americano que a partir de 2020 receberá jogos oficiais do Orgulho do RN.

FUTEBOL 2020

Em sua primeira explanação como presidente eleito, Leonardo Bezerra anunciou Waguinho Dias para o cargo de treinador e Luciano Mancha como novo Executivo de Futebol do clube.

Foto: Canindé Pereira/América FC.



Flamengo cede empate ao Grêmio em duelo que teve três gols anulados

Edmo Sinedino,

flaboaessa_09Grêmio e Flamengo empataram de 1 a 1, na primeira partida da semifinal da Libertadores, partida realizada na Arena do Grêmio. Um duelo que retratou bem quem são, de verdade, as duas melhores equipes do futebol brasileiro. Além do gol, que abriu o placar, o rubro-negro carioca teve três gols anulados pelo VAR, prova incontesti de seu futebol vertical e maior presença de ataque.

O primeiro tempo, praticamente, só deu Flamengo. O desafio, no entanto, muito parado, muito atrapalhado pelo árbitro argentino Nestor Pitana. Dos 96 minutos, com acréscimos, apenas 20 foram de bola rolando, e isso é péssimo. Sem falar na demora exagerada para se decidir os lances do VAR. O Flamego teve mais posse de bola, criou mais situações de gol, envolveu o meio-campo do Grêmio e poderia ter saído vencendo. Os cariocas tiveram dois anulados, no primeiro, falta de Gabigol fora do lance, atrapalhou o tento de De Aarrascaeta, o segundo, o próprio Gabriel, em lance que me pareceu legal, mas o tal "ajustamento" da imagem anulou.

A segunda etapa começo completamente diferente. O Grêmio voltou fazendo o que o adversário fez durante a primeira etapa, ficando mais com a posse de bola, valorizando o passe, não rifando, não se livrando da bola. Luan, personagem principal desse bom momento do time gaúcho. O Flamengo, mesmo correndo um pouco atrás, mostrava sempre sua qualidade. E numa jogada que voltou para a defesa, recomeçou, trabalhou, abriu o placar com o Bruno Henrique, de cabeça.

O Grêmio correu atrás. O Flamengo, perigoso, insinunante, voltou a marcar, em jogada novamente anulad pelo árbitro que, dessa vez, não chamou o VAR. Arão cruzou e Gabigol marcou, mas estando à frente da linda da defesa. O Grêmio voltou a pressionar, encheu o meio-campo, ganhou mais força de ataque e, aos 42 minutos, conseguiu achar o empate.

No dia 23, no Rio, o Flamengo joga pelo empate sem gols. 1 a 1 vai dar pênaltis, empates com mais de um gol será o Grêmio finalista e, quem vencer, claro, encara um dos Hermanos em Santiago.

*Foto: twitter oficial do Flamengo



Ríver Plate sai na frente no duelo contra o Boca Juniores

Edmo Sinedino,

Não gosto do futebol argentino, mas reconheço sua força, principalmente em decisões. Me incomoda muito o fato de, normalmente, os times brasileiros sentirem a pressão em decisões contra os Hermanos. Será que vai ser assim com Flamengo ou Grêmio?

Bom, hoje, o Ríver saiu na frente. 2 a 0 é uma ótima vantagem, e jogou, com apoio de sua imensa torcida, no Monumental de Nuñes, muito melhor que o rival. As melhores chances foram suas, se bem que, no encerramento da primeira etapa o Boca desperdiçou uma chance na cara do gol, como se diz.

Time por time, não tenho nenhuma dúvida em afirmar, Flamengo e Grêmio são melhores, tecnicamente, muito melhores que os dois argentinos, mas, tem a tal da mística. E ainda falta ver quem vai ser o nosso representante nessa final Brasil x Argentina.

O jogo Ríver 2 x 0 Boca não teve nada de mais. Pouco plástico e, como sempre, muito intenso. Mas sem grandes jogadas, ultrapassagens e triangulações, quase jogadas individuais nenhuma, mas muito transpiração e velocidade.



José Vanildo recebe o título de cidadão, enquanto isso o futebol de Mossoró, do RN, agoniza

Edmo Sinedino,

Entenda essa. O futebol de Mossoró só tem hoje um representante. O Potiguar de Mossoró. Durante essa terrível gestão, que já vem desde 2007, a Liga, pelo que me consta não recebeu ajuda nenhuma, e nem qualquer empenho do presidente da FNF, entidade que rege o futebol, para melhoria dos clubes e, principalmente, do estádio Leonardo Nogueira. Mesmo assim, pasmem, José Vanildo da Silva recebeu homenagem da Câmara Municipal de Mossoró.

A sessão Solene foi realizada, estava marcada, para acontecer sexta-feira (27),  no Teatro Municipal Dix-huit Rosado. A cerimônia estava dentro das comemorações abolicionistas de Mossoró, que, em 2019, celebra 136 anos da abolição da escravatura.

Me lembrou aqueles títulos dados a cantores, astistas na nossa Câmara Municipal de Natal, mesmo quando esses "eleitos" só davam às caras em Natal no período de Carnatal e outros shows.

Enquanto isso, o Baraúnas, campeão de 2006, responsável por uma das mais brilhantes participações de nosso Estado em Copa do Brasil, time de maior torcida de Mossoró, está cada dia mais longe de voltar a fazer parte de nosso Estadual.



Força e Luz estreia com goleada, já esperada, na Segunda Divisão

Edmo Sinedino,

Vem se confirmando as previsões de quase todos que acompanham o futebol do RN. A disputa pela vaga, única, à elite de nosso futebol, deve mesmo se polarizar entre Alecrim e Força e Luz.

Nesta terça-feira foi a vez do Forcinha fazer sua estreia e também vencer com sobras. 4 a 0 no Atlético Potengi que, se não mudar, vai ser, como já aconteceu no Sub 19, saco de pancadas.

Edson Kapa, recuperado de contusão séria que sofreu, marcou gols, com Eduardo, ex-Globo, e Júnior, completando a goleada. A partida foi realizada no estádio Nazarenão, em Goianinha.

A incompetência e descaso de José Vanildo, que nunca se preocupou e lutar para revitalizar o JL, penaliza o torcedor de Natal que, certamente, não tem como se deslocar até Goianinha para ver os jogos da Segundona.

Neste sábado, no Frasqueirão, 15h, a estreia de Centenário e Visão Celeste na competição. Na segunda-feira, 15h, no Nazarenão, o Força e Luz volta a campo para enfrentar o Visão Celeste.



Projeto de Clube Empresa tem que ser discutido exaustivamente, e não só entre a elite do futebol

Edmo Sinedino,

Deputado do DEM com projeto de clube empresa. Me vem logo uma desconfiança total. Não é radicalismo, mas o que for bom para político do DEM, normalmente eleito com dinheiro de milionários, não pode ser bom para a camada mais humilde do futebol.

Os clubes poderão migrar  ou não para um modelo de SA ou LTDA, podendo ter sócios investidores ou um dono, e poderão ter ações na Bolsa de Valores. Alguma coisa a ver com o nosso futebol em crise?

É preciso uma discussão muito aberta com a participação de representantes dos jogadores, e não os almofadinhas que normalmente fingem fazer esse papel.Aliás, hoje, me parece, essa camada que citei não tem quem os represente.

Projeto de lei do deputado Pedro Paulo, do DEM do Rio de Janeiro,  cria incentivos para o clube se tornar empresa, ainda em fase de formatação na Câmara Federal, vai reunir políticos, dirigentes de clubes, federações e CBF.

Do RN, participam José Vanildo, presidente da FNF, e Rogério Marinho, grande derrotada nas últimas eleições, secretário Nacional de Previdência Social, responsável pela reforma trabalhista que penaliza o povo pobre do Brasil.



O Tottenham levou de 7 a 2 do Bayern de Munique; mistérios do futebol

Edmo Sinedino,

Esse futebol surpreendente. Muita gente, acreditem, só comenta mesmo em cima do resultado, até os que assistiram ao jogo, testemunharam as ações, mas se uma equipe é goleada, pronto, não tem mérito nenhum. Foi o que aconteceu nesta terça-feira com o Tottenham diante do Bayern de Munique.

Os débeis de complexo de vira latas que esquecem nossos triunfos e só lembram dos reveses já voltam à carga sobre o jogo do Brasil e Alemanha, em 2014. No futebol, placar algum, nada me surpreende.

Deixe eu contar um pouco do que vi na partida. O time de Lucas Moura (no banco), antes de fazer 1 a 0, foi o clube inglês a abrir o placar, já havia perdido três chances claras de gol. Na quarta, marcou. Depois do gol, ainda continuou desperdiçando chances.

O Bayern empatou com um gol improvável, chute de longe e defensáve, para mim, falha do goleiro Lloris, mal colocado. E não exagero, quase todos os sete gols do Bayern, para mim, se fossem goleiros trocados, tenho certeza que Neuer não tinha tomado pelo menos cinco destes que deram o triunfo aos alemães.

Um resultado monstruosamente injusto, coisas das loucuras do futebol. Sim, tudo bem, no segundo tempo, o Tottenham sentiu demais os gols, entregou a posse de bola que era sua no primeiro tempo, e a partida.

Não houve massacre, nem show de Gnabre coisa nenhuma, se passou sim, uma jornada infeliz de um goleiro e muito feliz do outro. Não, não teve frangos, não foram, mas os goleiros de níveis de equipes como as duas que se enfrentaram hoje não se admite tanta falta de ação como o Lloris.

O que acho. Os exagerados falam de shows, massacres, maravilhas, espetáculos, sobrenaturais bobagens de sempre de uma imprensa que pouco sabe de futebol. Sei que a cachorrada bolsonariana que me odeia me esculhamba quando falo assim, mas é realidade.



Globo não sai de cena, ASSU fala em Jocian Bento e Hígor César deve dirigir o Potiguar

Edmo Sinedino,

As últimas do nosso futebo nesta segunda-feira que se encerra, para entrarmos no mês de outubro. O Globo não vai sair de cena. Quem garante é seu presidente de honra, Marconi Barretto, em conversa com o repórter Màllyk Nagib, companheiro da Tevê Assembleia.

Marconi garantiu que o trabalho continua e que está esperando a definição, por parte da  FNF, do calendário da temporada vindoura para começar a traçar seus planos. Menos mal, pois o Águia de Ceará-Mirim é hoje uma grande força de nosso futebol.

E o ASSU? O Camaleão do Vale, se comentou muito durante do dia de hoje, estaria acertando com o treinador Jocian Bento para a temporada. Essa notícia me causou grande surpresa, pois amigos comuns haviam me informado de que ele seguiria para a Europa.

No Potiguar de Mossoró, tudo indica, não vai ter treinador estrangeiro esse ano, que coisa boa. Hígor César está cotado para assumir o Time Príncipe. A gente espera que o o representante mossoroense venha forte para abrilhantar nosso campeonato.

O Alecrim. Gente, que boa surpresa o comando técnico de Hugo Chacon. O rapaz, não sei a idade, super jovem, mostrou muita capacidade, serenidade, inteligência nas entrevistas e tem mais: o time verde jogou da maneira como ele antecipou que atuaria. Posso arriscar que esse rapaz tem futuro.



Waguinho Dias pode ser o treinador do América na próxima temporada

Edmo Sinedino,

wagrinho3_09Não está fechado ainda, faltam detalhes, a presença do treinador em Natal e, claro, a assinatura do contrato, mas tudo indica que o comando do América em 2020 vai ser do paulista Waguinho Dias, campeão da Série D deste ano com o Brusque de Santa Catarina.

O treinador, demitido recentemente do Criciúma, confirmou a proposta, mas negou que tenha acertado com o clube potiguar. "Estamos conversando", disse. A torcida do Brusque quer seu retorno depois da campanha decepcionante na Copa Santa Catarina.

Esta não é a primeira vez que o América tenta trazer o Waguinho. Antes de Moacir Júnior, ele era o nome da vez, foi sondado, ficou na dependência de um resultado da equipe que comandava, o Tubarão que, vencendo, seguindo com chances no Catarinense, inviabilizou sua vinda.

Wagner Santos de Souza Dias, 56, nasceu na cidade de Sumaré, São Paulo. Trabalhou no União Barbarense, Guarani, Rio Branco, Atlético Sorocaba, Sumaré, Santa Rita, Portuguesa Santista, Operário/MS, Audax, Inter de Lages, Tubarão, Marcílio Dias e Brusque. 

Nos clubes paulistas, alternou trabalhos de assistente técnico, coordenador e treinador, seu último trabalho foi uma passagem rápida pelo Criciúma, que o contratou para sair do Z4 da Série B, mas o resultado não veio e ele caiu. Antes, conquistou o Brasileiro da Série D com o Brusque/SC.


41-60 de 9699