Montar um time para jogar menos de 60 dias - opinião do torcedor

Edmo Sinedino,

Meu amigo Roberto Silva me mandou e-mail interessante.

Acontece que ele me chamou a atenção para um detalhe super importante que não havia me alertado.

Alguém vai montar um time para atuar menos de 60 dias.

Realmente, desse jeito, com campeonatos de base curtíssimos, um triangular para escolher participante de nossa Série A, estamos caminhando para um futuro triste.

Abaixo o recado:

Olá amigo Edmo,tudo bem?

Quando a imprensa começou a noticiar a nova fórmula do campeonato estadual eliminando aquela primeira fase do ano passado até achei interessante.

Porém, quando vi que o segundo turno terá dois clubes a menos me surpreendi. Como é que os próprios clubes assinam embaixo um regulamento deste?

Como é que se monta um time profissional para atual somente 60 dias?

Deste jeito, realmente nossa Federação está ajudando o "movimento" de extinção dos estaduais,sem perceber.

A própria federação que age sempre em nome do profissionalismo. A continuar nessa pisada nem segunda divisão teremos mais.

Viajo muito pelo Estado a trabalho (Macau,Guamaré, Alto do Rodrigues,Mossoró, principalmente) e vejo tantos jovens talentos que só precisam de uma chance, uminha com um mínimo de estrutura.

Sem nem times do interior tem mais para os meninos jogarem e ABC e América só querem saber de empresários e pseudo-profissionais que chegam de avião,o que será?

Depois aparece um menino lá na Holanda e os dirigentes fingem não saber porquê.

É de lascar...

Bem amigo,é só pra contribuir um pouco mais com seus argumentos,que pelo menos,não se cala à estas sandices e diz não ao conformismo.

Grande abraço!

Roberto Silva



Um "cancro" no caminho de nossas promessas das bases

Edmo Sinedino,

Cada jogador jovem, de base, de nosso Estado que a gente vai conhecendo a história, fica sabendo que já foi prejudicado pelo "cancro".

Quem é o "cancro"?

É um ex-treinador que teve sua carreira maculada duzentas vezes por prejudicar, deliberadamente, jogadores de nossa terra.

O último que fiquei sabendo foi Matheus, hoje no Currais Novos.

Foi dele o veto para que o menino se transferisse para o ABC. E isso atrapalhou a ida do meia para o Treze de Campina Grande.

Antes, o doente já havia atrapalhado Edson, hoje no Flu.

Foi ele que negou o aumento salarial ao rapaz no ABC, o que acabou gerando a venda dele, por ninharia, para o grupo BMG.

Esse "cancro" que falo é o mesmo que tentou acabar com carreira de Rodriguinho, inventando calúnias.

O mesmo que, para trás, já havia prejudicado jogadores como Sílvio Madonna, Sérgio Poti, e acreditem, até o baixinho Odilon.

O cara prejudicar uma pessoa como Odilon....

O último caso de calúnia, doentia, mentirosa, leviana e covarde, foi contra um ex-ídolo do América.

Felizmente, para o bem dos meninos de base, e do futebol do RN, esse cancro está fora de circulação.

Esse cancro se acha o maioral do futebol, e quando é contrariado, criticado, sai difamando as pessoas.

Mas sempre de forma covarde, sem citar nomes em público.

Nas suas últimas passagens pelos clubes de Natal sua máscara foi caindo.

Fiquei sabendo de uma ligação dele com um picareta trazido pelo Alecrim por Anthony Armstrong.

Acho que, na época, ele deve ter "se lambido" para trabalhar com o "Poderoso Chefão".

Os dois se mereceriam, se completariam.


Jogão da Segundona potiguar e a entrevista de Washington Fernandes

Edmo Sinedino,

washington_09Eu vi os lances do jogo Força e Luz 0 x 0 Currais Novos e fiquei empolgado.

Depois, pessoas que viram a partida toda me garantiram que em qualidade técnica foi melhor que muito duelo da Série B.

Não tenho dúvida disso.

Em campo, dois jogadores que considero acima da média – Índio Oliveira e Matheus.

O primeiro, ex-América, o segundo, considerado por mim, a grande revelação do Estadual.

Me disse o presidente do Alecrim, Washington Fernandes, que Matheus foi o grande nome do jogo.

Outro destaque da partida o goleiro Renato.

Washington até brincou dizendo que colocaria as camisas verdes no time de Currais Novos e disputava tranquilamente o campeonato.

Washington foi o entrevistado do programa Esporte em Pauta, da tevê Assembleia desta quinta-feira.

Ele falou das perspectivas do Alecrim para 2015 e se mostrou animado.

Falou também do episódio Anthony Armstrong,  e que o clube verde ainda enfrenta problemas por causa dele.

O dirigente afirmou que o Alecrim não tem nenhum patrocinador macro, mas conta com ajuda de muitos amigos.

Elogiou muito a postura do Jean Paul Prates, e se mostrou muito confiante com a parceria do suplente de senador.

Também confirmou Antoni Santoro, como técnico para o ano do centenário.



Os clubes precisam cobrar mais

Edmo Sinedino,

Vi, no programa Arena, da tevê Ponta Negra, vários lances do jogo Força e Luz x Currais Novos.

Lances de bom nível.

Isso quer dizer que: não faltam bons jogadores, o que estamos precisando mesmo é de projetos, estruturação e mais ação.

Bons zagueiros, meias, atacantes, tudo isso nós temos. O que não temos mesmo é um empresariado que acredite.

Talvez também precisemos de mais investimentos de nossa federação via cobrança da riquíssima, poderosíssima CBF.

Sei que o dinheiro não anda sobrando, mas vejo outras federações e comparo e fica cada dia mais evidente as necessidades de mudanças radicais.

Em países desenvolvidos, os principais, o futebol profissional é organizado e controlado por ligas e não por federações

O Brasil é exceção à regra.

Aqui, a nossa CBF controla e organiza tudo.

Clubes vão a reboque das federações, aqui em Natal também, aqui acolá recebendo ajuda para se manter ou sair do vermelho.

Nem sei se isso é correto.

E as federações, claro, da mesma forma, atreladas à madrasta CBF. Esse sim um bolo enorme que nunca é bem dividido.

Os clubes, apesar de serem a motivação para o futebol existir, para a CBF ganhar tanto dinheiro, eles não apitam, não decidem, se sujeitam a tudo.

Um absurdo.

Espero que o Bom Senso FC possa mudar isso, um dia.



Incrível! Fábio Braga e Tiago Dutra também estão fora do jogo em Recife

Edmo Sinedino,

Tiago Dutra e Fábio Braga, mais dois volantes fora de combate no América.

O primeiro torceu o tornozelo numa disputa de bola com o Pimpão, o segundo sentiu uma contratura muscular.

Estão fora, mais dois que estão fora da partida contra o Santa Cruz.

E agora? Márcio Passos, machucado, Judson e Neto suspensos, quem escalar em Recife?

Essas contusões só aumentam os questionamento. Nunca, acho eu, na história do América tantos jogadores estiveram no Departamento Médico.

Só não compreendo que a comissão técnica, DM e departamentos de preparação física e fisiologia não tenham tentado descobrir as causas de tantas contusões.

Só isso me incomoda.

Será que não tem nada a ver com o campo de treino?

Não é possível que uma causa tão simples de ser comprovada não tenha sequer sido levada em consideração.

Muita gente, em off, é bem verdade, tem criticado muito o piso do campo de treino no CT do clube.

De qualquer forma, infelizmente, o mal já está feito.

E vamos torcer muito para que a situação de rebaixamento seja revertida.



O "Poderoso Chefão"

Edmo Sinedino,

chefao_09Olha só isso!

Novidade? Nenhuma. Talvez para Orlando Caldas, vice-presidente do Alecrim, não sei, que andou desconfiando de tanta gente, mas não de Armstrong.

O Alecrim, isso era evidente estava sendo usado para lavagem de dinheiro, entre outros crimes.

Esse desconhecido, com toda a pinta de tudo que não presta, durante sua “atuação” no Alecrim sempre contou com o apoio do clube.

Pequena parte do Conselho, pequeníssima parte, questionava os métodos de Anthony.

Às vésperas de completar cem anos, o nosso Verdão bem que poderia ter passado sem essa.

O “Poderoso Chefão” tinha trânsito livre.

PF ESCLARECE EM NOTA:

Natal/RN – A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 30/10, a “Operação Godfather” visando apurar crimes de lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, crimes tributários e formação de quadrilha atribuído a uma empresa do ramo imobiliário que patrocinava uma agremiação futebolística em Natal e outra na Itália.

As investigações tiveram início em agosto deste ano após informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras- COAF, de que havia um esquema de lavagem de dinheiro através do qual uma suposta quadrilha com sede na capital potiguar, captava recursos de particulares no exterior com promessa de ganhos na ordem de 12 a 20% ao ano, sendo que o investimento nunca era devolvido.

A PF apurou que somente no mercado de Cingapura foram lesados pelo grupo cerca de 2 mil investidores, sendo que cada cota vendida naquele país equivalia a 46 mil dólares.

No Rio Grande do Norte, estão sendo cumpridos 9 mandados de buscas, sendo 8 na capital e 1 na praia de Pipa, além de 1, na cidade de Fortaleza/CE.

Nesta operação, a PF utilizou 50 policiais e contou ainda com a participação de 12 fiscais da Receita Federal.

O nome “Godfather” é uma alusão ao principal investigado e presidente do grupo que foi apelidado pela imprensa potiguar de “O Poderoso Chefão”.

Texto que escrevi em 24 janeiro de 2014

Sei bem que muito amigos de quem gosto não vão gostar deste texto. 

Afinal, o amor por um time muita vezes cega, mas cega mesmo.

Mas não posso deixar de registrar.

O inglês Anthony Armstrong é o The Godfather (O Poderoso Chefão ou O Padrinho)?

É isso mesmo.

Que triste.

O Alecrim está tendo que dividir sua torcida.

Os que torcem pelo The Godfather estão em maior número.

Faixas (como na foto de Frankie Marcone), camisas que os jogadores entraram dando apoio do Poderoso Chefão.

Coincidência essa escolha de nome?

Quem diria.

Um dia o Alecrim já foi um time de uma torcida resistente,  absolutamente democrática, e que não se calava diante de desmandos.

A torcida que já teve como marca registrada a defesa do verde contra a poluição do mundo.

Hoje, até o verde e branco original da camisa do Alecrim já não existe mais.

As homenagens, as frases, as faixas, me lembram demais os tempos tenebroso de propagandas nazifascistas.

A supervalorização de um homem comum, e no caso do Alecrim bem mais grave, pois não se sabe a origem.

Eu tenho medo, muito medo do futuro do meu Alecrim que um dia já foi reduto de democratas.



Rebaixada, a Portuguesa promete apostar nas categorias de base

Edmo Sinedino,

“Portuguesa vai apostar nas bases para voltar em 2015”.

Essa manchete acima me chamou a atenção.

É sempre assim.

Quando as coisas não têm mais jeito, quando a “vaca já foi para o brejo” eles repetem a mesma tática.

Apelam para as categorias de base, mas somente nas horas de desespero.

Isso  lembra a vocês, amigos do RN, alguma coisa?



Nem precisava ter mudado de treinador

Edmo Sinedino,

Precisava ter mudado de treinador?

Acho que não.

Afinal, Zé Teodoro, Moacir Júnior e o atual Roberto Fonseca, todos jogam da mesma forma.

Retrancados, e com três volantes.

Portanto, não havia a necessidade de mudança.

Sem Michel e Samuel, Roberto Fonseca deve escalar Gleidon e Marcel.

O time, como três volantes mais defensivos ainda, deve formar assim: Gilvan, Madson, Suéliton, Marlon e Gleidson; Marcel, Daniel Amora e Fábio Bahia;  Ronaldo Mendes; João Paulo e Rodrigo Silva.

Na formação, “isolei” Ronaldo Mendes, porque acho que é assim que ele fica nesse esquema.

O ABC enfrenta, sábado, o América/MG, equipe que ainda sonha com  o acesso e tem bom aproveitamento fora de casa.


Empate sem gols na largada da Segunda Divisão

Edmo Sinedino,

Um empate sem gols.

Uma partida sem atenção, sem torcedores, e sem emoção.

Força e Luz e Currais Novos empataram de 0 a 0.

Pela Segunda Divisão, Força e Luz x Currais Novos empatam sem gols

Nesta quarta-feira foi dada a largada do Estadual da Segunda Divisão. No estádio Barrettão em Ceará-Mirim, Força e Luz x Currais Novos empataram em 0x0, em jogo apitado por Zandick Gondim.

O Força e Luz foi montado através de uma parceria com o Globo FC, que cedeu jogadores e comissão técnica. O experiente Wassil Mendes é o técnico do Currais Novos.

Sábado tem Atlético Potiguar x Currais Novos, 16:00, pela segunda rodada da competição.

Fonte: site da FNF


Santa Cruz fará "jogo do G4" diante do América, no sábado

Edmo Sinedino,

barcelusa_09Meus prognósticos feitos ontem aconteceram hoje.

O Avaí perdeu para a Luverdense, continua na quarta posição com 52 pontos.

O Santa Cruz venceu um jogo atrasado,  5 a 1 no Vila Nova, foi a 51 pontos e vai para cima do América sábado com tudo.

Se vencer, assume a quarta posição no G4, com 54 pontos.

Mais essa complicação para o time rubro.

Na largada da rodada de hoje, três jogos: Joinville assumiu a liderança ao vencer o Bragantino (que bom!) e a Portuguesa, que perdeu para o Oeste, está rebaixada para a Série V.

Veja abaixo:

Joinville vence o Bragantino e assume a liderança da competição

Nesta terça-feira, três jogos abriram a 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Na parte de cima da tabela, destaque para a vitória por 1 a 0 do Joinville-SC sobre o Bragantino, que fez o time catarinense subir para a liderança.

Na outra ponta, a derrota da Portuguesa para o Oeste, por 3 a 0, confirmou a equipe paulista na disputa da Série C de 2015.

Na Arena Joinville, Rogério marcou o gol da vitória do Joinville sobre o Bragantino: 1 a 0. Com 63 pontos, o time catarinense subiu para o primeiro lugar da tabela. O Bragantino, com 39, ocupa a 14ª posição.

O Luverdense-MT subiu para o 11º lugar da competição, com 46 pontos, ao vencer o Avaí por 3 a 1, em Lucas do Rio Verde. Léo (duas vezes) e Gilson fizeram os gols do time da casa. Eduardo Costa marcou para a equipe de Santa Catarina, que tem 52 pontos e segue em quarto lugar.

No Estádio dos Amaros, o Oeste-SP venceu a Portuguesa por 3 a 0, com gols de Dênis, Reis e Cristiano, e chegou aos 38 pontos, na 16ª posição. A Lusa, com 21, permanece na lanterna e não tem mais chances de escapar do rebaixamento para a Série C de 2015.

Em jogo adiado da 31ª rodada, o Santa Cruz venceu o Vila Nova-GO por 5 a 1, na Arena Pernambuco. Renan Fonseca, Danilo, Léo Gamalho (duas vezes) e Keno marcaram os gols da equipe pernambucana, que tem 51 pontos, em quinto lugar. Leonardo fez o gol do time goiano, 19º colocado, com 26 pontos.



Hulk ataca Diogo Mainardi, "anta reacionária", em defesa do NE

Edmo Sinedino,

paraiba_09Até que enfim uma voz do futebol se levanta.Parabéns para você Hulk. A partir de hoje sou seu fã incondicional.

Ter a coragem de defender o Nordeste contra esse sacripanta global, esse asno ex-Veja Diogo Mainardi, me faz tê-lo em grande conta a partir de agora.

Diogo Mainardi representa o pensamento de uma elite retrógrada, inconformada e burra, que não sabe o quanto o Nordeste vem ganhando, o quanto o Brasil vem crescendo nos últimos anos.

Diogo Mainardi é o pensamento vil, reacionário, também alimentado por parte da igreja católica, e por alguns grupos evangélicos que, se juntando a discriminadores de todos os estados e regiões tentam promover um guerra de secessão no Brasil.

O povo Brasileiro, o verdadeiro povo brasileiro é muito maior que Mainardi e todos esses doentes, saudosos das ditaduras militares e de regimes nazifascistas.

E viva o Hulk!

Leia todo o desabafo de Hulk contra Diogo Mainardi

Morando tanto tempo fora do Brasil, o jornalista Diogo Mainard não demonstra conhecimento pela importância do Nordeste ao País e principalmente respeito com a população nordestina. Já que ele fala também de cultura, será que ele sabe a importância destes homens para o Brasil: Graciliano Ramos, Rui Barbosa, Glauber Rocha, Jorge Amado, Suassuna, Renato Aragão, Caetano Veloso, Gilberto Gil, José Wilker e Chico Anisio. Cito 10 importantes nomes nascidos no Nordeste em vários períodos que contribuíram para a evolução do Brasil. São escritores, poetas, pensadores, atores e compositores que ajudaram e são referências do Brasil no exterior. Infelizmente o Mainard demostra ignorância e arrogância quando crítica o Nordeste. Nossa população tem dificuldades e luta com humildade para melhorar sua condição de vida. As maiores dificuldades foram impostas pelos diversos Governos ao longo dos anos. Mainard, respeite o Nordeste!



Saudades da Segunda Divisão que lotava o estádio JL

Edmo Sinedino,

Vou escrever com saudades, claro, mas sem esperança de um dia voltar esses velhos bons tempos.

Vi um dia, quando o comando de nossa federação era do então capitão Cícero Almeida e depois como Domilson Damásio, uma disputa de Segunda Divisão que enchia nossos olhos.

Sim! Enchia o estádio JL também.

Com o tempo, e a mudança de comando de nossa entidade, as coisas foram mudando.

Segunda Divisão passou a ser comércio de votos, desvirtuada e enfeiada.

Acabou por se tornar inviável e o atual presidente José Vanildo praticamente acabou com essa disputa.

O atual mandatário justifica suas medidas como profissionalização do futebol.

Talvez esteja certo.

Hoje, a nossa Segunda Divisão é um torneio, rápido, para se definir um participante na elite de nosso futebol no ano seguinte.

Perdemos mais do que ganhamos com isso, acho.

O modelo antigo tinha que ser eliminado, claro, mas algo deveria ter sido feito, tentado, para que as equipes de bairros pudessem ainda existir.

Olho pelo lado da revelação de valores. Cada vez menos oportunidades para quem sonha em jogar futebol.

Se o menino não aparecer atuando pelas, pouquíssimas, equipes de base, pode esquecer.

Os clubes da Segundona revelavam valores e davam oportunidades para que outros, mal aproveitados nas próprias bases dos maiorais, pudessem se mostrar.

Isso me preocupa.

Foi assim que nosso futsal acabou.

E essa elitização, vamos dizer assim, de nosso futebol, e que me parece comodismo da FNF, pode ter consequências graves num futuro próximo.



FNF elimina fase classificatória do Estadual 2015

Edmo Sinedino,

Mudou.

O Conselho Técnico da FNF altera a forma de disputa do Estadual, eliminando a primeira fase, classificatória.

Ficam os dois turnos.

Com os clubes participantes da Copa do Nordeste, que começa dia 4 de fevereiro, incluídos normalmente nas disputas.

Isso implica dizer que Globo e América vão ter um desgaste maior, pois vão jogar as duas competições simultaneamente.

Será que vão reclamar depois?

Acho que assim que deve ser.

Veja abaixo:

Conselho Técnico aprova fórmula do Estadual 2015

Por unanimidade os clubes que compõe o Conselho Técnico da Primeira Divisão, aprovaram na tarde desta quarta-feira em reunião na sede da FNF, a proposta da entidade para o Campeonato Estadual da Primeira Divisão, cuja tabela deve ser divulgada nos próximos dias.

A competição será disputada em sistema de pontos corridos, com dois turnos, a Taça Cidade de Natal e a Copa RN, jogando todos contra todos em sistema de ida e volta.  O vencedor de cada turno terá vaga na Copa do Brasil e Copa do Nordeste de 2016. Ao final do primeiro turno, os dois últimos colocados são eliminados do resto da competição e disputarão em duas partidas extras quem desce para a Segunda Divisão. Primeiro turno com dez clubes e o segundo com oito.

América e Globo que disputarão a Copa do Nordeste irão participar normalmente das duas fases do Estadual, que começa em 25 de janeiro.



Copa de Judô José Matheus vai reunir 350 atletas no CAIC

Edmo Sinedino,

judo1_09A Federação de Judô do Estado do Rio Grande do Norte (FJERN) vai promover a Copa José Matheus no dia 1º de novembro, no ginásio do Caic.

As disputas do tradicional evento do calendário da FJERN e penúltima do Campeonato Estadual serão nas classes infantil, Sub-13, Sub-15, Sub-18, Sub-21, Sênior, Master e Iniciantes.

De acordo com o presidente da federação, Tibério Maribondo, a pesagem dos atletas acontecerá no dia 31 de outubro, das 10h às 15h, na quadra do Caic.

A taxa de inscrição é no valor de R$ 30,00. A competição irá reunir entre 300 e 350 atletas dos clubes filiados. A federação também avisa que o último dia para fazer a cateira é no dia 29 de outubro.



Quem vai fiscalizar as obras dos CTs construídos com dinheiro da Fifa?

Edmo Sinedino,

A CBF anunciou nesta segunda-feira a construção de 15 centros de treinamento em todo o país. O tal legado da Copa.

Até que enfim, notícias sobre mudanças, ações e uma tentativa real de melhora no futebol do Brasil.

As obras estão sendo construídas com a ajuda da Fifa  nos estados que não foram sede da Copa do Mundo e se voltam exclusivamente para a formação de novos valores.

O que cobro quase todos os dias em meu blog.

O que espero que, mesmo sem ajuda da FIFA ou CBF, seja feito também em Natal, aproveitando o estádio Juvenal Lamartine.

O presidente da FNF, José Vanildo, bem que poderia cobrar ajuda da CBF, por que não?

Pará já tem um centro com obras adiantadas e serão erguidos centros nos estados de Roraima, Amapá, Rondônia e Tocantins.

Só não concordo com a metodologia de trabalho da CBF, pois a acho completamente defasada, ultrapassada.

As construções dos centros de treinamento fazem parte do “fundo de legado” da Copa do Mundo de 2014.

A Fifa destinou cerca de US$ 100 milhões (em torno de R$ 243 milhões) para a criação dos CTs.

A gente espera, espera mesmo que esse dinheiro seja aplicado exclusivamente na construção dos centros.

Agora, uma perguntinha: quem fiscaliza essas obras e o dinheiro?



Uma desmotivada e pouco lembrada Segundona começa quarta-feira

Edmo Sinedino,

Sem divulgação, sem torcida, sem animação, nada que lembre o futebol de antigamente.

Nada que se compare, nem de longe, à Segunda Divisão dos tempos do Coronel Cícero Almeida no comando da nossa federação.

Mas é isso mesmo. Os tempos são outros. Nem sei mais, confesso, se a culpa é dos dirigentes ou da falta de interesse geral mesmo.

Começa nesta quarta-feira a disputa da Segunda Divisão, Série B do Estadual, disputando um vaga para 2015 na elite de nosso futebol.

Força e Luz, que já foi uma força de nosso futebol, enfrenta o Currais Novos que, muitas vezes, em domingos de festa, lotou o estádio Coronel José Bezerra.

Os dois, de saudosa memória, já se enfrentaram em situações de luxo e muita animação.

Vão jogar para as moscas no Estádio Barrettão, em Ceará-Mirim. Afinal, nem um ou outro tem qualquer vínculo com a cidade.

Se bem que o Forcinha será a filial do Globo de Marcone Barretto.

A FNF trata a Segundona como um “primo pobre”, e da mesma forma que cuida das bases, aí um grande pecado.

Essas categorias, motivadas, mobilizadas, poderiam apresentar em sua vitrine os possíveis novos valores de nosso futebol.

Mas é tudo muito rápido, mal articulado, parece que todo mundo com uma pressa danada que se chegue ao fim.

Arbitragem deste confronto será responsabilidade de Zandick Gondim Alves Júnior, tendo como assistentes, Leandro Lincoln Neves  e Ruan Néres Sousa de Queiroz. O quarto árbitro, Luiz de França Varela.

Também participa da Segundona o Clube Atlético Potiguar. Outro que, um dia, já foi o Moleque Travesso.

Fonte: FNF


Na teoria, a "vida" mais fácil do ABC até o final da Série B

Edmo Sinedino,

fonseca_091E o ABC?

A situação é mais confortável. É sim.

38 pontos, precisa de mais nove. Se for um cálculo igual ao cálculo do treinador do América, Roberto Fernandes, bastam mais sete pontos.

Duas vitórias e um empate. O alvinegro joga em casa contra o América/MG, Ceará e Bragantino.

Vasco, Portuguesa e Vila Nova são as partidas fora de casa. Perceberam? Os lanterninhas, talvez já eliminados,, jogando para ninguém ver, e com chances, claro, de pontuar.

Mas, não significa que o alvinegro já esteja livre de qualquer risco.

Para a partida deste sábado, contra o América/MG, jogo duro, pois o Coelho está mirando o G4, Roberto Fonseca não será Patrick, Michel e Samuel.

Samuel vinha dando equilíbrio á defesa, jogando na lateral, como lateral. Patrick não vinha jogando e Michel mais ou menos.

Importante que o treinador arrisque um pouco mais. Quem sabe escale somente dois volantes, com dois meias.

Ou mesmo dois volantes, um meia e três atacantes.

Alvinho e João Paulo, um de casa lado, com Rodrigo ou Dênis Marques centralizado.

Basta dizer a João e Alvinho para fazer a recomposição. Eles seguem.

O ABC ganharia muito poder ofensivo.

O time que escalaria: Camilo, Madson, Suéliton, Marlon e Luciano Amaral; Marcel, Daniel Amora e Ronaldo Mendes; Alvinho, Rodrigo Silva (Dênis Marques) e João Paulo.

Roberto Fonseca deve jogar com Gilvan, Madson, Suéliton, Marlon e Luciano Amaral (Gleidon); Marcel, Daniel Amora, Fábio Bahia e Ronaldo Mendes; João Paulo e Rodrigo Silva.



Vencendo o América, Santa Cruz de Oliveira Canindé pode chegar ao G4

Edmo Sinedino,

oliveira_091Se vencer o Vila Nova nesta terça-feira, Oliveira Canindé vai enfrentar o América em partida que pode lhe render um lugar no G4, dependendo dos resultados.

O Santa é oitavo colocado hoje com 48 pontos, se tivesse jogado, e vencido o Vila Nova (na rodada passada) o que é normal, estaria hoje com 51 pontos, na quinta colocação.

Se chegar para enfrentar o América com 51 pontos, o que é bem provável, ele pode, voltando a vencer, chegar aos 54 pontos e só terá que torcer por tropeço do Avaí, para ocupar sua vaga no G4.

O Avaí, que perdeu para o Joinville, em casa, de 3  a 0, enfrenta a Luverdense, lá no Mato Grosso.

Vejam só como são as coisas da vida. Uma chance de “doce vingança” para o treinador que foi demitido do América.

Já escrevi aqui sobre a ascensão do time coral na mão de Oliveira Canindé.

O aproveitamento é de 67 %, que é superior ao da líder Ponte Preta, que possui um desempenho de 63%.

Desde que o novo técnico chegou ao Arruda, foram oito jogos com 5 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota (para o América-MG fora de casa).

Os dois empates foram fora de casa – Joinville e Ponte Preta, 1 a 1, e a nova façanha: depois de vencer o Vasco em casa, 1 a 0, bateu o Ceará na Arena Castelão de 2 a 0.

A corrida ao G4 está intensa.

.



Pimpão e Arthur Maia, importantes reforços para enfrentar o Santinha

Edmo Sinedino,

natan_09Roberto Fernandes projeta quatro vitórias para escapar do rebaixamento.

12 ponto salvam o América.

Boa Esporte, Icasa e Náutico. Esses são os jogos que restam dentro de casa. Nove pontos. Precisa de mais três.

Santa Cruz, Ponte Preta e Paraná. Em qual desses jogos o rubro tem mais chance de somar os três que faltariam para sua salvação?

O Paraná, dependendo de sua posição na última rodada.

Para o jogo contra o Santa, fora, sábado, além de Márcio Passos, Edson Rocha, Arthur Henrique, e Max, machucados, o rubro não terá Judson, terceiro cartão, e Neto, expulso no último jogo.

O treinador contará com dois retornos importantíssimos: Rodrigo Pimpão e Arthur Maia (foto).

Quem vai marcar? Fábio Braga, não confio tanto. Fabinho, Jean Cléber e mais a opção de Thiago Cristian, improvisado.

É por aí.

Dá para projetar um time com Andrey, Wálber, Cléber, Lázaro e Wanderson; Fábio Braga, Fabinho, Jean Cléber e Arthur Maia; Pimpão e Isac.

*Foto: Edmo Natan/Divulgação


Fortaleza empate em casa e disputa sua sexta Série C consecutiva

Edmo Sinedino,

Parece mentira, mas é verdade.

O Forteleza segue, pelo sexto ano consecutivo, disputando a Série C do Brasileiro.

Ainda não foi desta vez.

O Leão do Pici perdeu a vaga para o Macaé, time carioca. Na partida primeira, em Macaé, empate de 0 a 0.

O Fortaleza, jogando na Arena Castelão tomou um gol no final do primeiro tempo, e só empatou, tarde demais, aos 37 do segundo.

Mais de 63 torcedores, recorde absoluto em todas as séries, sofreram mais uma decepção em casa.

Macaé, CRB-AL e Paysandu avançam de fase e se garantem na Série B

Neste sábado, Macaé, CRB-AL e Paysandu-PA se classificaram para a semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro e, consequentemente, conquistaram o acesso à Série B em 2015, juntando-se assim ao Mogi Mirim.Fortaleza, Madureira e Tupi-MG deixaram a competição.

Após 0 a 0 no jogo de ida das quartas de final, Fortaleza e Macaé empataram em 1 a 1, no Castelão. Juba abriu o placar para o time carioca, e Waldison deixou tudo igual. O gol fora de casa classificou a equipe do Rio de Janeiro, que enfrentará o CRB-AL na próxima fase.

No Estádio Rei Pelé, o CRB venceu o Madureira por 2 a 0, com gols de Daniel Marques e Clebinho. Na ida, a equipe alagoana já havia vencido por 2 a 1.

Em Juiz de Fora, o Paysandu venceu o Tupi-MG por 1 a 0, com gol de Ruan. Na primeira partida, os paraenses venceram por 2 a 1. O adversário da semifinal será o Mogi Mirim-SP.

Confira os confrontos da semifinal da Série C:

Macaé x CRB-AL

Paysandu x Mogi Mirim

Fonte: site da CBF

1-20 de 3068