A saúde como moeda eleitoral

Carlos Alberto,

O MPE (Ministério Público Eleitoral) tem que está atento, muito atento mesmo, e colocar olhos de lince nestas eleições, sobretudo na saúde pública do estado e do município de Natal. Estão usando as pastas da Saúde como moeda eleitoral e isso é crime.

Já havia postado que em ano de eleições até pacientes que precisam de cirurgias através do SUS (Sistema Único de Saúde) acabam servindo como ‘moeda eleitoral”.Quem acompanha o meu blog leu. Essas coisas vazam, por mais que os políticos achem que não. Assim como chegou ao blogdobarbosa a informação de que o setor de Regulação de Cirurgias da Sesap estaria sob o domínio dos políticos principalmente deputados candidatos a reeleição e novos postulantes ao cargo ligados ao governador Robinson Faria (PSD), também candidato a reeleição, chegou a informação de que o Sisreg (Sistema de Regulação de Exames de Alta e Média Complexidade) da Secretaria Municipal de Saúde de Natal estaria também atuando da mesma forma, ou seja, privilegiando políticos da região Seridó do estado que apoiam a candidatura a governador do ex-prefeito, Carlos Eduardo Alves (PDT).

“A regulação do município de Natal, que administra o Sisreg, está direcionada para os municípios do Seridó e a intenção é ajudar a eleger o filho de um político conhecido na região”, me disse a fonte, colocando que a ex-secretária de Saúde de Natal foi demitida por se recusar a atender as solicitações feitas pelo tal político, que quer eleger o filho deputado estadual. Nessa leva de mudanças a coordenadora do Sisreg também foi exonerada, observou a fonte. Não custa o Ministério Público apurar.

Um ex-deputado que quer eleger a filha deputada estadual e um médico dirigente sindical também candidato a deputado e que apoiam a reeleição do governador Robinson Faria (PSD), lotearam alguns cargos-chaves na Secretaria Estadual de Saúde. Basta ler o Diário Oficial do Estado nas semanas e verifica-se o que estou dizendo.

Não só isso, plantões eventuais estão sendo escalonados de forma graciosa com plantões noturnos para pessoas que trabalham na Sesap apenas no horário normal e por aí vai, segundo servidores. Isso também é fácil de apurar. Basta solicitar a escala de plantões dos últimos dias ou meses.

E tem mais: à boca-pequena diz-se que houve uma grande reunião na casa de um médico para turbinar a campanha da filha do ex-deputado e do médico sindicalista e passaram o "convite" para os servidores. Não se trata, portanto, de Fake News, ou seja, notícias mentirosas, mas informações colhidas nas fontes, cabe agora o Ministério Público Eleitoral investigar ou ao menos ser provocado.

A conferir!

Acesse o blogdobarbosa clicando no link http://www.blogdobarbosa.jor.br

A+ A-