Chegou a hora da propaganda na TV e rádio

Diógenes Dantas,
Fladson Soares/Nominuto
Kennedy Diógenes, especialista em direito eleitoral, acredita que o impacto da propaganda na TV e no rádio será menor do que em eleições anteriores.

A propaganda eleitoral na TV e no rádio começa nesta sexta-feira (31). Serão dois blocos diários de 25 minutos divididos da seguinte forma:

Segundas, quartas e sextas-feiras para governador, senador e deputado estadual.

Terças, quintas e sábados para presidente e deputado federal.

Conforme a legislação eleitoral, o guia eleitoral será veiculado no rádio às 7h e às 12h, já na televisão, a propaganda ocorrerá às 13h e às 20h30.

O governador Robinson Faria (PSD) ficou com a maior fatia do tempo da propaganda eleitoral.

Confira os tempos em cada bloco diário:

Robinson Faria - Coligação Trabalho e Superação - Tempo total: 3 minutos e 31 segundos.

Carlos Eduardo - Coligação 100% RN - Tempo total: 2 minutos e 35 segundos.

Fátima Bezerra - Coligação Do Lado Certo - Tempo total: 1 minutos e 30 segundos.

Brenno Queiroga - Coligação Renova RN - Tempo total: 47 segundos.

Dário Barbosa - Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) - Tempo total: 11 segundos. 

Professor Carlos - Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) - Tempo total: 11 segundos.

Freitas Jr - Rede Sustentabilidade (REDE) - Tempo total: 8 segundos.

Heró Bezerra - Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) - Tempo total: 7 segundos.

DD_Kennedy_770

Eu conversei hoje (30) com o advogado Kennedy Diógenes, especialista em direito eleitoral, sobre o que pode e o que não pode na propaganda eleitoral na TV e rádio. Ele acredita que o impacto do horário eleitoral será menor este ano.

Confira o vídeo a seguir do RN Acontece desta quarta-feira:


DD.

Tags: Kennedy Diógenes propaganda eleitoral
A+ A-