É bom engolir o choro na reta final da campanha

Diógenes Dantas,

Os candidatos ao governo estadual têm apenas mais cinco programas na TV e no rádio para pescar os votos que ainda estão soltos na praça.

De acordo com as pesquisas de opinião, dois deles têm maiores chances de vencer a eleição - Henrique Eduardo Alves (PMDB), líder da corrida estadual, e Robinson Faria (PSD).

As estratégias de cada um na reta final da campanha são claras: Henrique tenta manter distância do "mensalão da Petrobras", exigindo esforço extra dos aliados de peso que juntou no palanque; e Robinson joga luz na vida pregressa do adversário.

A delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa já provoca oscilações nas campanhas. Na nacional, Dilma cai alguns pontos, Aécio sobe e Marina estaciona.

Na estadual, Henrique Alves estaciona, e Robinson cresce, segundo o Ibope e o Seta.

O candidato do PMDB vive um momento crucial na campanha: ele precisa garantir a vitória no primeiro turno, porque no segundo já sente o bafo de Robinson no cangote. O Ibope divulgado esta semana sinaliza uma situação de quase empate técnico entre os dois candidatos.

Na briga do Senado, me parece nítida a vantagem de Fátima Bezerra (PT) sobre Wilma de Faria (PSB), que anda chorosa.

Olha, o choro parece que não é coisa boa nesta campanha. Na de presidente, os tucanos encomendaram uma qualitativa onde um eleitor disse o seguinte sobre o choro de Marina, sob ataque de Dilma: "quero ter um presidente frágil, que chore? Quero cuidar da minha presidente ou quero que o presidente cuide de mim?".

Portanto, é bom engolir o choro nessa hora. A imagem de guerreira cai melhor em Wilma de Faria.

Wilma pode estar sendo vítima da má vontade histórica dos eleitores de Garibaldi Alves Filho (PMDB) e de José Agripino Maia (DEM). Eles passaram muitos anos, muitas eleições, falando mal e lutando contra a líder do PSB. Apesar do amplo entendimento atual, que alguns chamam de acordão, tem muito bacurau e muita arara agripinista que não vota em Wilma de jeito nenhum. Nem amarrado pelos pés!

Para muita gente, os apelos de Garibaldi e de Agripino na TV não soam verdadeiros. Talvez isso explique por que o voto em Henrique não está casado com o de Wilma. Pelo menos, ainda não.


Manchetes da quinta-feira

Diógenes Dantas,

Locais:

globo_18_9_14Tribuna do Norte: Motorista infrator pode ficar anos sem punição

Novo Jornal: STTU culpa bestas por atraso na bilhetagem

Jornal de Fato: CSDR: direção faz críticas a interventores

Gazeta do Oeste: Justiça determina nova intervenção na CSDR

O Mossoroense: Orçamento do Estado será de R$ 12 bilhões em 2015


Nacionais:

O Globo: Após Ibope, Dilma revê ataques a Marina

Folha de São Paulo: Dilma suspende programa de governo após impasse

O Estado de São Paulo: Ex-diretor se cala e CPI da Petrobrás vira palanque eleitoral

Correio Braziliense: O silêncio nada inocente do delator

O Povo: Justiça libera intervenção na Praça Portugal

A Tarde: Auditoria aponta farra de verbas e ilegalidades no TJ

Jornal da Paraíba: STF proíbe ICMS duplo em compra pela internet


Ronconi briga com Araken e promete não disputar mais eleições

Diógenes Dantas,

ronconi_psl_370Não convidem Roberto Ronconi e Araken Farias para o mesmo comício. Apesar de filiados ao mesmo partido, o PSL (Partido Social Liberal), os dois romperam relações.

Hoje (17), em entrevista na Band [Boa Tarde, Cidadão], Ronconi disse que esta é a última eleição que disputa e que todos os partidos "não prestam".

Candidato ao Senado pelo PSL, Roberto Ronconi acusou Araken de censura na propaganda eleitoral por atacar o Partido dos Trabalhadores. "Ele (Araken) andou modificando os programas que eu gravei. Isto é inaceitável", disse indignado. Araken Farias, presidente estadual do PSL, disputa o governo.

Sobre os rumores de que poderia desistir da candidatura, Ronconi disse que não fará isso a menos de 20 dias do pleito. "Vou até o fim, mas esta é a última campanha. Se Jesus Cristo descer do céu, pegar no meu ombro e mandar eu disputar, posso concorrer. Mas como sou muito pecador, não acredito que ELE fará isso", falou.

Ronconi negou que esteja recebendo dinheiro de Wilma de Faria (PSB) para atacar a candidata Fátima Bezerra (PT). "Sou contra o PT, combato o PT. Só isso", disse o candidato ao Senado.

Ronconi grava sua propaganda eleitoral em produtora que presta serviços à campanha de Wilma. Ele mesmo contou.


Natalense não pode ficar à mercê da vontade dos permissionários do transporte opcional

Diógenes Dantas,
Arquivo/Nominuto
Permissionários do transporte opcional pressionam Prefeitura por bilhetagem única e exclusividade na Zona Norte.

O prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) e as autoridades de segurança pública, incluindo as do Judiciário, não podem permitir que a população de Natal e da região metropolitana fique hoje (17) à mercê dos interesses de nenhuma categoria.

Por mais legítimo que seja o pleito dos permissionários do transporte opcional, a cidade não pode parar e o cidadão não pode ser tolhido no direito de ir e vir, garantido pela Constituição do país.

Em passado recente, o trânsito de Natal foi travado nas imediações do Hospital Walfredo Gurgel, prejudicando o socorro a pacientes graves. Isso sem falar em mais de cinco horas de transtornos por toda a cidade por causa do engarrafamento no Midway Mall.

Os moradores da Zona Norte já foram agraciados com o trancamento da ponte Newton Navarro em horário de rush.

Portanto, a população não tem nada a ver com as negociações de uma categoria com o poder público. Estas tratativas devem se dar nos gabinetes da Prefeitura, nas secretarias ou no plenário da Câmara Municipal de Natal. Na rua, não. Isso é um desrespeito à população. 

Os permissionários do transporte opcional pedem mais celeridade na implantação da bilhetagem única e a suspensão da autorização para que microônibus da Transcoop-Natal circulem na Zona Norte. Se o pleito é legítimo ou não, cabe ao prefeito discutir com os permissionários em ambiente adequado, dentro do estado democrático de direito.

Desde segunda-feira, os representantes da categoria têm promovido trancamentos de ruas em Natal e pretendem realizar um protesto maior nesta quarta-feira, e o alvo são as pontes de Igapó e da Redinha.

Volto a dizer, se isso ocorrer, será uma falta de respeito. Vale o dito popular: o direito de um acaba quando o do outro começa.


Manchetes da quarta-feira

Diógenes Dantas,

Locais:

tn_17_9_14Tribuna do Norte: 'Gargalheiras" só tem água por mais 60 dias

Novo Jornal: 'Bestas" prometem para hoje fechar pontes da capital

Jornal de Fato: Cláudia vai selar acordo com Henrique

Gazeta do Oeste: Universitária é atropelada por ônibus e morre em frente à Uern


Nacionais:

O Globo: Ibope: Dilma perde pontos nos dois turnos da eleição

O Estado de São Paulo: Dilma cai, Marina estaciona e Aécio sobe, aponta Ibope

Folha de São Paulo: Despejo de sem-teto em SP termina em confrontos e saques

Correio Braziliense: Guerra por votos até no debate da CNBB

O Povo: Escolas e faculdades querem reajuste de 10% a 15%

Jornal do Commercio: Acusações e propostas

A Tarde: Liminar proíbe blitz para fiscalizar IPVA no estado

Jornal da Paraíba: Por 6 a 1, TSE decide que Cássio é elegível


Ibope: Dilma cai 3 pontos, mas lidera eleição no primeiro turno

Diógenes Dantas,

DR_preocupada_370Dilma Rousseff (PT) lidera a corrida presidencial, mas caiu três pontos na nova pesquisa do Ibope, divulgada nesta terça-feira, sob encomenda da Rede Globoe do jornal O Estado de São Paulo.

Segundo o instituto, Dilma tem hoje 36% das intenções de voto. Na semana passada, ela tinha 39%. Já Marina Silva (PSB) caiu um ponto. Ela tem hoje 30%. No último Ibope, Marina tinha 31%.

Aécio Neves (PSDB) subiu de 15% para 19%. O tucano ganhou quatro pontos. Pastor Everaldo (PSC) tem 1%, e os demais candidatos somaram 1%, todos juntos.

Brancos e nulos somaram 7%, e não souberam ou não responderam totalizaram 6%.

Segundo turno

O Ibope fez três simulações de segundo turno: Marina vence Dilma por 43% a 40%. Na semana passada, o confronto entres as duas marcava 43% a 42%.

Em outro cenário, Dilma vence Aécio por 44% a 37%. No último Ibope, a disputa marcava 48% a 33%. Na terceira simulação, Marina vence Aécio por 48% a 30%. Esse confronto era 51% a 27%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre 13 a 15 deste mês. A pesquisa foi registrada no TSE com o número BR 000657/2014.


Manifestantes jogam deputado ucraniano em lata de lixo. E se a moda pega no Brasil?

Diógenes Dantas,
Reprodução/Youtube
O incidente ocorreu com Vitaly Zhuravsky, um ex-membro do partido do presidente ucraniano deposto Viktor Yanukovich.

Se a moda pega no Brasil, pode faltar lixeira em Brasília. Dezenas de manifestantes que protestavam próximo ao Parlamento da Ucrânia cercaram um deputado proeminente de oposição hoje (16) e o jogaram dentro de uma lata de lixo, acusando-o de não apoiar leis que dariam um fim à turbulência política do país.

O incidente ocorreu com Vitaly Zhuravsky, um ex-membro do partido do presidente deposto Viktor Yanukovich. O episódio aconteceu antes de uma sessão em que os parlamentares ratificaram um acordo da Ucrânia com a União Europeia e apoiaram leis para dar um status especial a regiões controladas por separatistas.

"Vivemos em um país onde o sangue escorre por sua causa", gritavam os manifestantes que cercaram o lixo no qual o deputado, de 59 anos, foi jogado.

Veja as imagens do protesto inusitado:



Folha de São Paulo diz que Henrique formula tratado sobre realidade da política

Diógenes Dantas,
Divulgação/PMDB
A Folha diz que Henrique formulou um pequeno tratado a respeito do funcionamento real do poder político no país.

O candidato que lidera as pesquisas para o governo estadual, Henrique Alves (PMDB), é destaque na Folha de São Paulo nesta terça-feira (16).

No editorial "A política como ela é", a Folha comenta as declarações de Henrique na campanha. Um repórter do jornal acompanhou as andanças de Henrique por 13 municípios, em quatro dias.

A Folha diz que Henrique formulou um pequeno tratado a respeito do funcionamento real do poder político no país.

Segundo Henrique, não há ministro, presidente da República ou representante do Judiciário que não tenha batido às portas de seu gabinete. O político potiguar afirmou que tem ajudado a todos e que haverá de chegar-lhe a hora, caso eleito, de viver situação inversa.

"A partir de janeiro, se preparem todos eles do Executivo, do Legislativo, do Judiciário. Quem vai bater à porta deles sou eu", disse o candidato do PMDB.

Segundo a Folha, a declaração de Henrique funciona como sinal de suposta vantagem sobre os adversários.

Na opinião do periódico paulista, tem-se na verdade um modelo que reúne o pior de dois mundos. Centralização de verbas e favores, ao lado da provincianização da política partidária. Nesse ambiente, Henrique, e seus côngeneres em todo o país, transitam em triunfo, diz a Folha de São Paulo.

Leia o editorial na íntegra aqui.


Manchetes da terça-feira

Diógenes Dantas,

Locais:

novo_16_9_14Tribuna do Norte: Pacientes na fila de cirurgia ocupam 92 leitos do HWG

Novo Jornal: Sitoparn faz nova ameaça a Natal

Jornal de Fato: Na região Oeste, cinco mortos a tiros

Gazeta do Oeste: Iberê é sepultado sob forte clima de emoção

O Mossoroense: Cerca de 70% dos servidores da Saúde entram em greve


Nacionais:

O Globo: Mantega anuncia redução de IR para a indústria

O Estado de São Paulo: Gabrielli: 'razão' para indicar Costa à Petrobrás é do governo

Folha de São Paulo: Alckmin maquia programa de combate ao crime na TV

Correio Braziliense: Diplomas colocam concursos em xeque

O Povo: Ceará: Estiagem já deixa 15 açudes secos

Jornal do Commercio: STJ expõe crise entre Polícia Civil e MPPE

A Tarde: Ministro anuncia benefícios fiscais para a indústria

Jornal da Paraíba: PB lidera em inquéritos de improbidade no NE


Vantagem de Henrique sobre Robinson no Ibope é de 9 pontos percentuais

Diógenes Dantas,
Reprodução/Intertv
Henrique Alves (PMDB) lidera com 40%, seguido por Robinson Faria (PSD) com 31% das intenções de voto.

A Intertv, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte, divulgou hoje (15) nova rodada do Ibope. Vamos aos números:

Henrique Alves (PMDB) lidera o primeiro turno com 40%, seguido por Robinson Faria (PSD) com 31% das intenções de voto. Robério Paulino (PSOL) aparece com 3%; Simone Dutra (PSTU) e Araken Farias (PSL) estão com 1%, cada. 

Brancos e nulos somaram 14%, e não sabem, 10%.

Segundo-Turno_770

Na simulação de segundo turno, Henrique e Robinson estão em situação que beira o empate técnico. Henrique tem 40%, Robinson 36%. Brancos e nulos somam 14%, e não respondeu, 11%.

Para o Senado, a vantagem é de Fátima Bezerra (PT). A petista tem 38% das preferências, contra 32% de Wilma de Faria (PSB). Ana Célia (PSTU) tem 2%, Lailson Almeida (PSOL) tem 2%, e Roberto Ronconi (PSL) tem 1%.

Brancos e nulos somaram 13%, e não sabe, 12%.

senado_ibope_770

O Ibope ouviu 812 eleitores no Estado. A margem de erro é de 3 pontos para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE com o número 00028/2014.


Campanha de Marina programa visita a Natal na próxima semana

Diógenes Dantas,
FD/Brasília
Candidata Marina ainda não visitou o Rio Grande do Norte após assumir o lugar de Eduardo Campos na corrida presidencial.

Depois de visitar Fortaleza e João Pessoa, a campanha de Marina Silva (PSB) programa mais duas capitais do Nordeste. Desta vez, Recife e Natal.

A agenda da presidenciável ainda não foi fechada. A visita de Marina a Natal pode ocorrer na próxima semana, informou hoje (15) Cláudio Porpino, um dos coordenadores do PSB na região Nordeste.

De acordo com as últimas pesquisas eleitorais, Dilma Rousseff ganha de Marina no Nordeste pelo placar de 46% a 32%.


Manchetes da segunda-feira

Diógenes Dantas,

Nacionais:

veja_15_9_14O Globo: Economia fraca faz calote a FGTS subir 42%

Folha de São Paulo: País registra recorde de empresas inadimplentes

O Estado de São Paulo: Doação eleitoral soma R$ 1 bi; metade vem de 19 empresas

Correio Braziliense: Votos de Arruda são patrimônio sem dono

Jornal do Commercio: Cuidado com a multa!

A Tarde: Radares flagram quem rodar a mais de 30 km/h

O Povo: Ônibus intermunicipais: 60% dos usuários aprovam o serviço


Revistas:

Veja: A fúria contra Marina

Época: A Petrobras e o mensalão

Istoé: Como o esquema na Petrobras abasteceu as campanhas de aliados do governo

Carta Capital: Petrobras: O escândalo e a eleição


Nova rodada de pesquisas da Seta para Governo e Senado

Diógenes Dantas,
Reprodução/Seta Instituto
Candidato do PMDB lidera com 35% das intenções de voto, contra 28,2% do principal adversário.

Governo:

O escândalo do propinoduto na Petrobras já provoca oscilações na eleição estadual. A diferença entre Henrique Eduardo Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD) caiu para 6,8 pontos percentuais, segundo a nova rodada de pesquisas Seta/Nominuto divulgada neste domingo (14). Na estimulada, Henrique lidera com 35% das intenções de voto, contra 28,2% de Robinson.

Robério Paulino (PSOL) ficou com 3% das preferências, seguido por Simone Dutra (PSTU) com 2,3%, e por Araken Farias (PSL) com 0,4%.

Brancos e nulos somaram 13,5%, e não sabe ou não respondeu ficou em 17,6%.

A pesquisa Seta/Nominuto ouviu 1.700 eleitores em todo o Estado do Rio grande do Norte entre os dias 9 e 11 de setembro. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%, e o levantamento foi registrado no TRE sob o número RN 00025/2014.

Espontânea

Na pergunta espontânea, Henrique Alves abre um pouco mais de vantagem, cerca de 10 pontos percentuais. O candidato do PMDB aparece com 30,6%, e Robinson com 20,7%.

Robério tem 2,2%, mesmo percentual de Simone. Araken é citado por apenas0,1%.

gov_espon_770

Brancos e nulos somaram 20,7%, e não sabe ou não respondeu ficou em 23,5%.

Rejeição

No quesito rejeição, Henrique lidera com 25,8%. Robinson é rejeitado por 15,6% dos entrevistados da Seta/Nominuto.

A rejeição de Robério ficou em 9,9%. Simone é rejeitada por 6,1% dos pesquisados, e Araken por 5,9%.

gov_rejei_770Brancos e nulos somaram 19,7%, e não sabe ou não respondeu ficou em 17%.

Corrupção

O Instituto Seta perguntou aos entrevistados se votaria em um candidato envolvido em escândalo de corrupção: 91,3% responderam não; 4,1% disseram sim; e outros 4,6% não souberam ou não responderam.

corrupcao_indice_770

Confira a evolução dos candidatos ao governo estadual na série de pesquisas eleitorais da Seta/Nominuto desde o final de agosto até 14 de setembro:

corrida_governo_770

Senado:

Fátima Bezerra (PT) mantém vantagem de 4 pontos em relação a Wilma de Faria (PSB) na disputa pelo Senado, acima da margem de erro. Segundo a nova rodada de pesquisa Seta/Nominuto divulgada hoje (14), a petista lidera com 33,9% das intenções de voto na pergunta estimulada. Wilma tem 29,8%.

Roberto Ronconi (PSL) tem 2,3% das preferências, Ana Célia (PSTU) aparece com 2,2%, e Lailson Almeida (PSOL) tem 1,3%.

senado_estimu_770Brancos e nulos somaram 18,3%, e não sabe ou não respondeu ficou em 12,2%.

Espontânea

Na pergunta espontânea, Fátima também lidera com 27%, seguida por Wilma com 25%. Nesta situação, as duas estão em empate técnico dentro da margem de erro.

senado_espon_770

Ronconi tem 2%. Ana Célia e Lailson tem 1%, cada. Brancos e nulos somaram 22%, mesmo percentual de não sabe ou não respondeu.

Rejeição

A candidata Wilma de Faria apresenta maior índice de rejeição. Segundo a Seta/Nominuto, a líder do PSB é rejeitada por 25,9% dos entrevistados. Fátima tem rejeição de 15,6%, seguida por Ronconi com 10,8%, Lailson com 4,9%, e Ana Célia com 4,4%.

senado_rejei_770

Brancos e nulos somaram 20,7%, e não sabe ou não respondeu 17,7%.

Confira a evolução das candidaturas ao Senado na série de pesquisas eleitorais da Seta/Nominuto desde o final de agosto até 14 de setembro:

corrida_senado_770


Manchetes do domingo

Diógenes Dantas,

Locais:

estadao_14_9_14Tribuna do Norte: Obery espera receitas e não pode garantir folha

Novo Jornal: Defasado, Plano Diretor só será revisto em 2016

Jornal de Fato: Desemprego cresce na indústria potiguar

Gazeta do Oeste: Certus aponta empate técnico entre Henrique e Robinson

O Mossoroense: MST descumpre ordem judicial e volta a bloquear rodovias


Nacionais:

O Globo: Escândalos travam operações da Petrobras

O Estado de São Paulo: Por pena menor, ex-diretor da Petrobrás devolverá US$ 23 mi

Folha de São Paulo: Desperdício de água de SP é 4 vezes o volume poupado

Correio Braziliense: Saída de Arruda muda os rumos da campanha

O Povo: Por que é importante saber o que seu deputado fez

Jornal do Commercio: Disputa voto a voto

A Tarde: Multa por jogar lixo na rua começa a valer no verão

Jornal da Paraíba: PB tem 9,2 mil presos e maioria é jovem e pobre


Revistas:

Veja: A fúria contra Marina

Época: A Petrobras e o mensalão

Istoé: Como o esquema na Petrobras abasteceu as campanhas de aliados do governo

Carta Capital: Petrobras: O escândalo e a eleição


Agripino diz que Rosalba não sai de casa nem para pedir voto para Betinho Segundo

Diógenes Dantas,

adesivo_rosa_370Que o esporte preferido de José Agripino hoje é falar mal de Rosalba Ciarlini aonde chega, todo mundo está careca de saber. Mas o senador do DEM anda exagerando. 

Na posse do ministro Luis Alberto Faria no STJ, Agripino chegou a dizer que Rosalba não sai de casa em Mossoró nesta eleição. Nem para pedir voto para Betinho Segundo (PP), sobrinho de Carlos Augusto, tamanho é o desgaste político dela.

José Agripino foi além: ele disse que o maior poder de transferência de votos em Mossoró hoje é o da prefeita cassada, Cláudia Regina, por sinal, cabo eleitoral de Felipe Maia.

Ou seja, na visão de José, a liderança de Cláudia supera as de Rosalba, Sandra Rosado e Larissa. Só dá Cláudia em Mossoró.

O senador pode ignorar a força eleitoral da Rosalba, mas o eleitor mossoroense não esquece dela, não. Um adesivo sugestivo vem sendo colado nos carros que circulam na cidade, com um lembrete importante: "Falou da Rosa, perdeu meu voto". E agora, José?

Ao ver Garibaldi conversando com Carlos Augusto na solenidade de posse do novo ministro, Agripino não conteve o comentário em tom de fuxico, com aquele o jeito de falar que lhe é peculiar:

- Olha só: Carlos Augusto de papo com Garibaldi. Ele tem óooodiiiiooo de Garibaldi!


Manchetes do sábado

Diógenes Dantas,

Locais:

novo_14_09_14Tribuna do Norte: Sejuc lidera requisições e tem 186 professores

Novo Jornal: Vice fica, apesar das denúncias

Jornal de Fato: Novas sondas vão gerar 700 empregos diretos

Gazeta do Oeste: MST desafia Justiça e faz nova interdição

O Mossoroense: Trechos do rio Apodi-Mossoró são verdadeiros esgotos a céu aberto


Nacionais:

O Globo: 'Em todos os partidos tem gente corrupta', diz Dilma

Folha de São Paulo: Haddad recua e libera faixas de ônibus para táxis

Correio Braziliense: Cresce a pressão pela renúncia de Arruda

O Povo: Marina: Lula me ataca com punhal enferrujado

Jornal do Commercio: Petrobras no foco da disputa política

A Tarde: Metrô terá integração com ônibus e cobrará passagem no dia 31/10

Jornal da Paraíba: IAB pede a suspensão de revitalização da Lagoa


Manchetes da segunda-feira

Diógenes Dantas,

Nacionais:

veja_08_09_14O Globo: Campanha de Dilma muda após delação de corrupção bilionária

O Estado de São Paulo: Campanhas redesenham estratégia após delação

Folha de São Paulo: Apesar da crise, USP é a líder em 20 dos 40 maiores cursos

Correio Braziliense: Políticos denunciados fogem do 7 de setembro


Revistas:

Veja: Exclusivo: Escândalo da Petrobras: O delator fala

Época: O poder do voto evangélico

Istoé: A ofensiva de Aécio

Carta Capital: Dilma ou Marina - O segundo turno já está em curso


Minhas entrevistas no RN Acontece da Band; reveja os vídeos

Diógenes Dantas,

segunda-feira

“Temos uma rede esgarçada”, aponta Bethânia Ramalho

A Secretaria Estadual de Educação está fazendo um reordenamento na rede de ensino. A ideia é otimizar os recursos e a quantidade de professores. Para comentar o assunto, o RN Acontece da Band desta segunda-feira (1), recebeu a titular da pasta, Bethânia Ramalho.

A secretária falou sobre as ações da pasta em busca de melhorias para o sistema e as dificuldades encontradas. “Fizemos um concurso para 3.900 professores efetivos, entre professores e técnicos pedagógicos, mas essa conta que já tinha deficitária, ela sofreu um impacto enorme com a decisão da justiça em retirar 4h/aula de cada professor em todo o sistema que é a hora/atividade. E isso causou um desequilíbrio que é impossível dar conta”.


terça-feira

Jaime discorda da devolução da taxa no novo aeroporto

O município de São Gonçalo do Amarante já sente os impactos positivos e negativos causados pela chega do novo aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves. Para comentar o assunto, o RN Acontece da Band desta terça-feira (2) recebeu o prefeito da cidade, Jaime Calado.

O prefeito comentou a devolução das taxas de embarque do aeroporto, iniciada ontem (1) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). “Como o nosso [aeroporto] é novo, precisava de alguns ajustes, mas eu acho um exagero imenso da Anac. Aquele aeroporto está funcionando há três meses e a gente não recebeu R$ 1 da tarifa. Isso é para quebrar o aeroporto. As pessoas usaram e ninguém reclamou de nada”.


quarta-feira

Prefeitura projeta economia de R$ 9,5 milhões com reforma administrativa

Para comentar a Reforma Administrativa, o prefeito do Natal, Carlos Eduardo, esteve no RN Acontece da Band desta quarta-feira (3). Entre as novidades provenientes da reforma estão a eliminação de três secretarias, criação de uma nova e modificação na nomenclatura de outras seis pastas. Ao todo, a reforma reduziu cerca de 230 cargos comissionados e funções gratificadas.

“Percebemos a necessidade de diminuir o tamanho da prefeitura para que pudesse racionalizar a máquina administrativa, para que dessa forma se pudesse recuperar a capacidade de investimento da administração. Para isso, foram extintas três secretárias, foi criada uma secretaria e foram extintos 236 cargos comissionados e funções gratificadas. Então houve uma economia e ela está projetada para economizar R$ 9,5 milhões/ano”, explicou o prefeito.


quinta-feira

Eliézer Girão comenta ações da “Operação Brasil Integrado”

A segurança pública no Rio Grande do Norte é um dos principais assuntos das últimas semanas e tema recorrente de queixas da população. O norte-rio-grandense convive com ondas de assaltos a ônibus, residências e estabelecimentos comerciais, sem falar nos furtos e assaltos nas vias urbanas, explosões de caixas eletrônicos e homicídios. Para comentar o assunto, o RN Acontece da Band desta quinta-feira (4) recebeu o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do RN (Sesed), Eliézer Girão Monteiro Filho. 

Inicialmente o secretário falou da “Operação Brasil Integrado”, que reúne nove estados da região nordeste. “A violência no Brasil é uma realidade, infelizmente, e as ações precisavam ser reforçadas e integradas. Então a finalidade da “Operação Brasil Integrado” é combater o crime, especificamente na região nordeste”. A operação ainda segue em curso e, de acordo com o secretário não tem prazo para ser encerrada.


sexta-feira

Com meta de erradicar poliomielite, Rotary desenvolve ações pelo Mundo

Natal está sediando deste ontem (4) o evento anual do Rotary Brasil, instituição criada nos Estados Unidos no começo do século passado, mas presente em vários países, entre eles o Brasil. Um dos principais projetos do Rotary é o combate à poliomielite. Para falar sobre as ações do grupo, o RN Acontece da Band desta sexta-feira (5) recebeu o coordenador do Rotary no RN, Paraíba e Pernambuco, Eduardo Motta.

Eduardo falou do trabalho desenvolvido pelo Rotary. “Temos algumas metas, entre elas a erradicação da poliomielite da terra até 2018 e a gente já está trabalhando”.



Manchetes do domingo

Diógenes Dantas,

Locais:

estadao_07_09_14Tribuna do Norte: Demora em ser atendido irrita usuários de planos

Novo Jornal: Natal vira metrópole digital

Jornal de Fato: Educação do RN fica em penúltimo lugar

Gazeta do Oeste: Escolas buscam projetos para atenuar violência urbana

O Mossoroense: Operação apreende cinco toneladas de explosivos e prende 374 pessoas


Nacionais:

O Globo: Delação põe Dilma e Marina na defensiva

O Estado de São Paulo: Denúncia contra aliados põe Dilma na defensiva, avalia PT

Folha de São Paulo: Ex-diretor da Petrobras liga Campos e petistas a propina

Correio Braziliense: Propina na Petrobras incendeia a campanha

Jornal do Commercio: Delator envolve Renan e Eduardo em escândalo

O Povo: Pesquisa aponta avanço da direita

Jornal da Paraíba: Lei garante exame para bebês, mas falta médico


Revistas:

Veja: Exclusivo: Escândalo da Petrobras: O delator fala

Época: O poder do voto evangélico

Istoé: A ofensiva de Aécio

Carta Capital: Dilma ou Marina - O segundo turno já está em curso


Os novos números da Seta/Nominuto para Governo e Senado

Diógenes Dantas,
Reprodução/Gráfico/Seta
Henrique tem 37,5% das intenções de voto, contra 28,3% de Robinson Faria (PSD), seu principal concorrente.

Governo:

O candidato Henrique Eduardo Alves (PMDB) mantém a liderança na corrida estadual, aponta a nova pesquisa Seta/Nominuto divulgada neste sábado (6). Na pergunta estimulada, Henrique tem 37,5% das intenções de voto, contra 28,3% de Robinson Faria (PSD), seu principal concorrente. A diferença caiu para 9,2%. Era de 15% no último levantamento.

Robério Paulino (PSOL) aparece com 1,8% das preferências; Simone Dutra (PSTU), com 1,6%; e Araken Farias (PSL), com apenas 0,8%.

Brancos e nulos somaram 15,2%; e não respondeu ficou em 14,8%.

Espontânea

Henrique Alves abre um pouquinho na pergunta espontânea. A diferença entre ele e o candidato Robinson sobe para 10 pontos percentuais.

O candidato do PMDB tem 29,8% das preferências, seguido de Robinson Faria com 19,8%.

seta_gov_esp_770

Na espontânea, Robério aparece com 1,3%; Simone Dutra, com 1,1%; e Araken, com 0,8%.

Ainda é alto o número de indecisos e quem pode anular o voto. Brancos e nulos somaram 26,6%; e não respondeu ou não quis ficou 20,6%.

Rejeição

Henrique Alves também lidera o quesito rejeição, com 20,1% dos entrevistados da Seta/Nominuto. Robinson Faria é rejeitado por 15,3%.

seta_gov_reje_770

Robério Paulino tem rejeição de 8,7%; Simone Dutra, 5,7%; e Araken, de 5,4%.

Brancos e nulos somaram 25,6%; e 19,2% não responderam.


Senado:

A candidata Fátima Bezerra (PT) já lidera a corrida para o Senado acima da margem de erro, informa a Seta/Nominuto divulgada neste sábado (6). A petista tem 30,1% das intenções de voto contra 26,4% da candidata Wilma de Faria (PSB). A diferença entre as duas é de 3,7 pontos percentuais na pergunta estimulada.

seta_sen_est_770

Roberto Ronconi (PSL) aparece com 2,5% das preferências; Ana Célia (PSTU), com 1,2%; e Lailson Almeida (PSOL), com 0,8%.

Brancos e nulos somam 17,9%; e não respondeu ficou em 21,1%.

Espontânea

Fátima também lidera na pesquisa espontânea, diz a Seta/Nominuto. A petista tem 24,6% das intenções de voto, seguida por Wilma com 20,5% das preferências.

Roberto Ronconi aparece com 1,8%; Ana Célia, com 0,9%; e professor Lailson, com 0,7%.

seta_sen_esp_770

Ainda é alta a indefinição de voto para o Senado. Brancos e nulos somam 22,5%; e não respondeu ficou em 29%.

Rejeição

Wilma de Faria é a candidata mais rejeitada para o Senado. Ela tem 22% de rejeição. Fátima Bezerra soma 13,3%.

Roberto Ronconi é rejeitado por 11,5% dos eleitores, seguido por Ana Célia, com 4,4%; Lailson Almeida, com 3,5%.

Brancos e nulos somam 25,2%; e não respondeu ficou em 20,2%.

seta_sen_reje_770

O Instituto Seta de Pesquisa ouviu 1.700 eleitores no Estado do Rio Grande do Norte entre os dias 2 e 4 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 3% para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TRE com o número RN-00019/2014.

1-20 de 2227