Natal tem menor taxa de ocupação hoteleira e poucos turistas estrangeiros

Airton Bulhões,

   Enquanto pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH-BA) revela que Salvador teve em agosto o melhor índice de ocupação hoteleira dos últimos 8 anos, com 62,29% dos quartos reservados por visitantes.

   E no Ceará no primeiro semestre deste ano recebeu 129,4 mil turistas estrangeiros, um crescimento de 99% na comparação com o mesmo período de 2018.

  Natal parece ter sido esquecida e ficada para trás. Tem hotel que não segura nem 35% de ocupação em agosto e muitos não alcançaram índice de ocupação acima de 50% na alta estação entre junho e julho o que mostra que sua hotelaria vem amargando prejuízo.

   Turistas estrangeiros nem pensar, poucos têm escolhido Natal para passar férias ou fazer viagem de turismo.

  Com o melhor parque hoteleiro do Nordeste, Natal vem ficando para trás na disputa com João Pessoa e Fortaleza.QQDRm86.jpg

 PESQUISA DO MTur SOBRE INVESTIMENTO EM HOTÉIS

 Segundo pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo com empresários de hotéis do país revela confiança quando o assunto é investir e criar empregos no setor. Isso porque dois em cada três deles (65,9%) planejam melhorias em seus estabelecimentos no segundo semestre de 2019.

  A intenção é 21,1% maior do que a verificada quanto ao mesmo período do ano passado, quando 54,4% se posicionaram positivamente.

A perspectiva também é positiva para a contratação de profissionais: 22,7% dos empreendedores afirmam que pretendem empregar novos funcionários até o final do ano, já que 39,8% deles acreditam que haverá aumento na demanda por serviços ofertados. Além disso, o estudo aponta que 42,8% dos empresários esperam alta de faturamento dos negócios no período.

Esta é a segunda etapa da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, promovida pela Diretoria de Estudos Econômicos e Pesquisas do MTur. São consultadas empresas de hospedagem de todos os portes, entre hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as perspectivas quanto ao desempenho dos estabelecimentos e dos destinos onde eles se localizam.

A pesquisa foi realizada durante o segundo trimestre deste ano, com apoio das secretarias e órgãos estaduais 

A+ A-