Hotelaria nacional tem faturamento real de 7% em março

Airton Bulhões,

O faturamento real do turismo nacional cresceu 1,5% em comparação com fevereiro, graças aos aumentos verificados nos segmentos de hospedagem (7%), cultura e lazer (11,7%) e alimentação (11,8%) segundo pesquisa Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Os dados foram apresentados na abertura do 61º Congresso Nacional de Hotéis (Conotel), realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Hoteis (ABIH Nacional) ontem em Goiânia.

  A hotelaria é fundamental na empregabilidade do país. Com 2,5 milhões de leitos de hospedagem, gera postos de trabalho, renda, e contribui decisivamente para a imagem positiva.

 O serviço de acomodação tem a aprovação de 96,4% dos estrangeiros que visitam destinos do Brasil, segundo estudo do Ministério do Turismo.pWHf9Ty.jpg

Medidas como a isenção de vistos para cidadãos australianos, americanos, canadenses e japoneses, além da nova política de gestão turística do patrimônio mundial e dos encaminhamentos para a aprovação da modernização da Lei Geral do Turismo foram citadas como importantes avanços do setor nos primeiros meses de governo.

 “É no setor de turismo que temos que nos apoiar para reduzir o déficit de empregos do país. Precisamos pensar em como podemos impulsionar o nosso processo de desenvolvimento por meio dessa atividade”, disse José Roberto Tadros, presidente da CNC.

SAIBA MAIS

 O Conotel recebe um público estimado em 5 mil pessoas durante os três dias de programação, que encerra neste final de semana. O encontro tem como tema “Tendências e Inovações no Segmento Hoteleiro.”


A+ A-