Guarararapes aumenta receita líquida 9,2% no trimestre e eleva vendas em lojas em 5,4%

Airton Bulhões,


  O grupo Guararapes Confecções S.A controladora da rede varejista Lojas Riachuelo, apresenta resultados consistentes no terceiro trimestre de 2019.

  No trimestre que se encerrou em 30 de setembro, a Guararapes registrou crescimento de 9,2% na receita liquida em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 1.885,5 milhões. As vendas em mesmas em mesmas lojas (SSS) apresentaram alta de 5,4% e o EBITIDA Ajustado ficou em R$ 254,3 milhões, alta de 13,7% em relação ao terceiro trimestre de 2018.
   Diante de um ambiente econômico desafiador, o aprimoramento dos processos aliado aos índices de produtividade e a nova proposta de visual merchandising mantiveram a melhora de performance da companhia.

Como parte do processo expansão e conquista de novos mercados, apenas no terceiro trimestre foram inauguradas três novas lojas, totalizando seis novas unidades apenas em 2019 e um total de 318 de norte a sul do país.

Destaca-se a nova operação no Shopping Morumbi que além de mix completo de produtos, traz projetos piloto da companhia, em que a experiência do cliente pode ser inteiramente virtual. A começar com pagamento por meio de dispositivos móveis distribuídos por toda área de vendas, os espaços para compra no site sem custos de entrega, armários inteligentes para o formato retire em loja, espelhos interativos nos provadores para consulta de produtos e até ajustar a intensidade de luz mais adequada ao momento de uso da peça. Outra novidade é o espaço RCHLO+, área dedicada para customização de peças e a nova linha de moda casa que ganha uma nova proposta de valor, mais abrangente e se torna Casa Riachuelo.

Neste cenário, de janeiro a setembro, o grupo teve capex total de R$ 230 milhões no trimestre, desses R$ 206,6 destinados à Riachuelo, sendo R$ 51,2 milhões alocados em lojas novas, R$ 20,6 milhões em remodelações e R$ 74,7 milhões para infraestrutura de TI.


 MIDWAY FINANCEIRA

No terceiro trimestre de 2019, a receita da operação financeira totalizou R$ 637,1 milhões, 15% maior que no mesmo período do ano anterior. O destaque ficou para as Receitas de Comissões sobre Cartão Bandeira com aumento de 47,2%, passando para R$ 62,4 milhões

JLqs8Oj.jpg


A+ A-