Grupo Guararapes que controla as Lojas Riachuelo tem lucro de mais de R$ 1 bilhão em 2108

Airton Bulhões,

      A Guararapes Confecções S.A. controladora da rede varejista Lojas Riachuelo, mais que dobrou o lucro no acumulado de 2018, fechando em R$ 1.235,7 milhões, em relação com o ano anterior.

   No quarto trimestre, a companhia obteve um lucro líquido de R$ 1.012,1 milhões, crescimento de 209,5%. Mesmo em um ano desafiador, a companhia demonstra um desempenho sólido, reflexo de uma performance consistente e do processo de busca contínua de produtividade adotado no decorrer dos últimos anos. A Guararapes começou com o empresários Nevaldo Rocha e dando continuidade pelo filhos. Nevaldo e Flávio Rocha comemorando mais um balanço favorável do grupo.BWQgqH4.jpg

  Os resultados foram beneficiados pelo crescimento de 11,6% da receita líquida, frente ao reportado no 12M17, totalizando R$ 7.192,6 milhões, junto com a preservação da margem bruta de mercadorias e a forte diluição das despesas operacionais, que teve redução de 3,4 p.p, no quarto trimestre de 2018, comparado ao mesmo período do ano anterior.

   O que contribuiu, também, para a expansão de margem EBTIDA que obteve alta de 98,7% na comparação do quarto trimestre, fechando em R$ 1.075,5 milhões, e totalizando em R$ 1.701,3 milhões, com crescimento de 43,1%, no acumulado de 2018, frente ao ano de 2017.

  De janeiro a dezembro de 2018, a companhia inaugurou onze lojas, totalizando 312 unidades. E como parte dos investimentos contínuos, o Grupo Guararapes teve capex total de R$ 385,7 milhões em 2018, desses R$ 346,3 destinados a Riachuelo, sendo R$ 121,3 milhões alocados em remodelações, R$ 63,7 milhões em lojas novas e R$ 87,7 milhões em infraestrutura de TI.

Midway Financeira

  A companhia encerrou o quarto trimestre de 2018 em linha com o esperado pela companhia e em conformidade com o estoque de provisão anual. O nível de perda do cartão Riachuelo encerrou o trimestre em 7,3%, ante 7,9% reportado no 4T17. A carteira de tal operação totalizou R$ 689,4 milhões, alta de 82,1%, o que sinaliza a retomada dos volumes de concessão do empréstimo pessoal.

  No acumulado de 2018, o resultado da operação financeira alcançou R$ 419,4 milhões, 15,9% maior que no ano anterior. O ticket médio do Cartão Riachuelo teve alta de 2,1%, no mesmo período, e a base total de cartões atingiu 31 milhões de plásticos private label, sendo 484,9 mil unidades emitidas somente no quarto trimestres de 2018.


A+ A-